• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Graziela Maria Brunelli
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1989
Orientador
Título em português
Simulação do custo de produção de laranja no estado de São Paulo
Palavras-chave em português
CUSTOS DE PRODUÇÃO
LARANJA
SIMULAÇÃO
Resumo em português
O objetivo do trabalho foi determinar e analisar o custo de produção atualizado e a rentabilidade econômica, sob condições de riscos para as três principais Divisões Regionais Agrícolas (DIRAS) produtoras de laranja (Ribeirão Preto, SJ do Rio Preto e Campinas), considerando dois estratos de tamanho de lavoura: estrato 1 propriedades com até 12 mil pés) e estrato 2 (propriedades acima desse valor). A análise de risco do custo de produção e dos indicadores econômicos se fez através do programa "Aleaxprj" (Sistema para simulação). Considerou-se que a maior parte das variáveis componentes do custo de produção fosse de natureza aleatória. Os resultados estão apresentados na forma de distribuição de probabilidade e função de distribuição. O menor custo total por caixa simulado foi de US$ 1,79 a caixa (40,8kg) para a DIRA de Campinas-estrato 2 e o maior de US$ 3,96 para a DIRA de Campinas-estrato 1. Ao confrontar os custos com o preço recebido pelos citricultores na safra 87/88, conclui-se que, com exceção da DIRA de Campinas-estrato 1, os produtores conseguiram obter lucros com a atividade naquele ano. As distribuições de probabilidade das Taxas Internas de Retorno (TIR) mostram que o menor valor calculado foi de 5% a.a. para a DIRA de Campinas-estrato 1 e o maior de 17,7% a.a. para a DIRA de Campinas-estrato 2. As TIRs determinísticas encontram-se próximas ou incluídas nos intervalos de classes modais das distribuições de probabilidade. Se tomada a taxa mínima de atratividade de 12% para análise de investimento, apenas os citricultores do estrato 2 teriam maiores possibilidades de obtê-la com maior margem de segurança. As histogramas das distribuições de probabilidade da Razão Benefício Custo (RBC) mostram que os produtores do estrato 1 têm maiores possibilidades de obterem RBCs inferiores a 1,0. Quanto aos produtores do estrato 2, os histogramas das RBCs mostram que há uma maior probabilidade de obter valores superiores a 1,0.
Título em inglês
Simulation of production cost of orange in state of São Paulo
Resumo em inglês
The main goal of this dissertation was to determine and to analyze the producing cost and capital investment under conditions of risk in three major producing regions of orange (Ribeirão Preto, Campinas, and. S.J. do Rio Preto), taking into account two different classes of orange crops size. Class 1, orange crops with 12000 trees.To analyze the risk of the production cost and the economic indicators, the software "Alexprj" (simulation system) was used. In that analysis, the most part of the components of the production cost were considered as random variables. The results are presented as probability distribution and distribution function. The result show that, the lowest total cost was US$ 1.79 per orange box (40.8 kg) in the region of Campinas-stratum 2 and the highest was US$ 3,96 in the region of Campinas-stratum 1. Comparing the costs with the prices received by the citrus producers in the 87/88 harvest, was observed that, excluding the region of Campinas-stratum 1, producers obtained profits with the activity in that year. The probability distributions of the internal rates of return (IRR) show that the lowest calculated value was 5% per year for Campinas-stratum 1 and the highest was 17.7% per year for Campinas-stratum 2. The deterministics IRR are close or included in the modal classes. However if a minimum rate of atractivity of 12% is adopted, only the citrus producers of stratum 2 could have possibilities of obtaining a rate greater than that with more security margin. The histogrammes which represent the probability distributions of the Benefit-Cost Ratio (BCR) show that the producers of stratum 1 have higher possibilities of obtaining BCR less than 1.0. On the other side, for producers of stratum 2, the histogrammes of the probability distribution of the BCR show a higher probability of obtaining values greater than 1.0.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.