• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-20200111-154205
Document
Auteur
Nom complet
Carlos Magno Mendes
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 2002
Directeur
Titre en portugais
Disposição a pagar por alimentos seguros: o caso dos hortifrutícolas sem resíduos de agrotóxicos
Mots-clés en portugais
COMPRA
CONSUMO DE ALIMENTOS
PESQUISA DE CONSUMIDOR
PRODUTOS HORTIFRUTÍCOLAS ORGÂNICOS
SEGURANÇA ALIMENTAR
Resumé en portugais
O objetivo deste estudo foi investigar os possíveis determinantes da disposição de pagar (DDP) mais por produtos hortifrutícolas in natura sem agrotóxicos (HSA) de uma amostra aleatória de 314 consumidores, no município de Piracicaba, no Estado de São Paulo, usando para tal, um modelo lógite. A análise desenvolvida teve por base o método de valoração contingente dado o reduzido tamanho do mercado dos produtos sem agrotóxicos. As entrevistas foram realizadas nos locais de compra de hortifrutícolas distribuídos pela cidade, durante os meses de abril e maio de 2002. Apesar de aleatória, a amostra ficou caracterizada, na média, por indivíduos com alta renda e alto grau de instrução, o que não surpreende dada a localização da área de estudo. Mais de dois terços (69%) da amostra era do sexo feminino, com idade média de 43 anos. Os resultados mostraram que 87% dos entrevistados sabiam que produtos hortifrutícolas podem estar contaminados com resíduos de agrotóxicos. Uma das principais fontes dessa informação, apontada pelos entrevistados, foi a mídia. Desta forma, esta última poderia exercer um papel essencial em programas orientados aos consumidores, alertando-os com relação ao consumo de alimentos seguros e estimulando sua comercialização atuando, dessa forma, na melhoria da saúde pública. Os resultados mostraram que, dentre as variáveis explicativas da DDP especificadas no modelo, o ‘preço’, ‘grupo de risco’, 'testado pelo governo' e 'atitude' constituíram fatores significativos na explicação da disposição de pagar mais por HSA. Assim, a importância do preço e a escolha do governo como órgão certificador diminuem a probabilidade de os consumidores pagarem mais por HSA. Por outro lado, a existência de pessoas consideradas mais vulneráveis tais como crianças, gestantes, idosos e pessoas com doença crônica (‘grupo de risco’) na família e a atitude dos entrevistados em prol de políticas mais restritivas com respeito aos agrotóxicos aumentam a probabilidade de os consumidores pagarem mais por HSA. Com relação a esta última, os resultados mostraram que para 92% dos consumidores, todos os agrotóxicos deveriam ser definitivamente proibidos (banidos) ou os que não são seguros deveriam ser proibidos e os restantes deveriam sofrer maiores restrições. O aumento da população mundial pressionando a demanda por alimentos faz surgir, no admirável mundo da engenharia genética como da pesquisa agropecuária tradicional, uma enorme necessidade de produção de alimentos. Contudo, é necessário que todo esse avanço tecnológico esteja associado a uma produção que garanta o bem-estar das pessoas, começando pela segurança dos alimentos produzidos, seja através de uma agricultura sustentável ou processados em laboratórios. A prosperidade de um país também é garantida quando ele é capaz de produzir os alimentos necessários para nutrir seus habitantes, mas sem que isso implique em sérios, e principalmente desconhecidos, riscos de saúde pública.
Titre en anglais
Willingness to for safe-food: the case of pesticide residue-free fresh produce
Resumé en anglais
The objective of this study was to investigate the possible detenninants of the willingness-to-pay (WTP) a higher price for certified pesticide residue-free fresh produce (RFFP) from a random sample of 314 consumers, in the município of Piracicaba, in the state of São Paulo, using a logit mode!. The analysis had the contingent valuation method (CVM) as its basis given the small size of the market for pesticide residue-free products. The interviews were undertaken in specialized stores (supennarkets included) located throughout the city, during the month of April and May, 2002. Although being random, the sample was characterized, on average, by persons with high income and high level of education, which was not surprising given the localization of the study area. More than two thirds (69%) of the sample was female and, 43 years old, on average. The results showed that 87% of the shoppers knew that pesticide residues might contaminate fresh produce. One of the most important sources of that information, pointed by the respondents, was the media. Thus, the media could have an essential role in programs oriented to consumers, alerting them with respect to the consumption of safe foods and stimulating their commercialization, acting therefore to improve public health. The results showed that among the explanatory variables specified in the model, ‘price’, ‘risk group’, ‘tested by the government’ and ‘attítude’ were significant factors in the exp1anation of consumers' willingness to pay higher prices for RFFP. Thus, the importance of price and the choice of government as RFFP’s certificator reduce consumers' probability to pay higher prices for pesticide residue-free produce. On the other hand, the existence of more vulnerable persons in the family such as children, pregnant women, old peop1e as well as persons with chronic disease (‘risk group’) and consumers' attitude favoring more restrictive policies for pesticides increase consumers' probability to pay more for RFFP. With respect to the latter, the results showed that for 92% of the consumers, all pesticides shou1d be banned or those, which are not safe, should be banned with greater restrictions on remaining pesticides. The increase in world population, pressuring food demand, creates, in the admirable genetic engineering as well as in the traditional agricultural research world, an enormous need for food production. However, it is necessary that all the technological advance be associated with a production that guarantees the well being of the people, starting by the safety of the food produced, be it through traditional agriculture or laboratory processed. Nation's prosperity is a1so guaranteed when she is capable of producing enough food to feed her people but without imposing serious, and mainly unknown, risks to public health.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
MendesCarlosMagno.pdf (3.58 Mbytes)
Date de Publication
2020-01-11
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2022. Tous droits réservés.