• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1979.tde-20220207-210150
Documento
Autor
Nome completo
Lazaro Euripedes Xavier
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1979
Orientador
Título em português
Efeitos da falta de concorrencia na comercializacao sobre os precos e rendas agricolas
Palavras-chave em português
COMERCIALIZAÇÃO
FALTA DE CONCORRÊNCIA
PREÇO AGRÍCOLA
RENDA AGRÍCOLA
Resumo em português
Através da relação preço no varejo - preço ao produtor, examina-se consistentemente as consequências do equilíbrio não-competitivo da empresa capitalista moderna para os mercados de produto final, de matéria-prima agrícola e de insumos de comercialização. Apresenta-se, inicialmente, uma introdução que inclui a formulação do problema e dos objetivos. As hipóteses a serem testadas e a revisão de literatura são apresentadas logo a seguir. No capítulo referente à metodologia é desenvolvido um modelo teórico, pressupondo mercados não-competitivos. Neste capítulo procura-se quantificar os efeitos de deslocamentos da demanda do consumidor, da oferta de matéria-prima agrícola e da oferta dos insumos de comercialização sobre a margem de comercialização, a elasticidade de transmissão de preços, a renda do produtor, os gastos dos consumidores e a participação relativa do produtor. Isto é feito, entretanto, sempre procurando manter a consistência exigida pela condição de equilíbrio e maximização de lucro na análise estática-comparativa. No capítulo referente aos resultados e discussões são analisados alguns fatores que influenciam os poderes monopolísticos (poder de monopólio - poder de monopsônio), onde são considerados diferentes valores para as elasticidades de demanda primária, de oferta de matéria-prima agrícola e de oferta dos insumos de comercialização com que se defronta a firma. Segue-se a análise do comportamento quantificado das variáveis objetivo, procurando-se detectar os efeitos de mudanças das variáveis exógenas, efeitos da ausência de competição e da elasticidade de substituição entre a matéria-prima agrícola e o agregado de insumos de comercialização. Adicionalmente, procura-se observar os efeitos sobre as variáveis objetivo quando a mudança da variável exógena ocorre na presença de curvas de demanda primária, de oferta agrícola e oferta de insumos de comercialização mais elásticas. Pode-se, então, obter as seguintes conclusões de caráter geral: a) Os poderes monopolísticos são altamente influenciados pelas elasticidades de demanda primária, de oferta de matéria-prima agrícola e de oferta dos insumos de comercialização. Aumentos na elasticidade de demanda primária tendem a reduzir o poder de monopólio, levando o consumidor a gastar menos pela mesma quantidade de alimentos adquirida. Oferta agrícola e oferta dos insumos de comercialização mais elásticas tendem a reduzir 0 poder de monopsônio, levando os produtores agrícolas e os proprietários dos insumos de comercialização a serem melhor remunerados pelas mesmas quantidades de bens e serviços transacionadas. b) Basicamente não existe diferença entre os resultados dos modelos competitivo e não-competitivo quanto ao sentido das variações. No entanto. notam-se diferenças significativas para a magnitude dessas variações, exceto nos casos em que a oferta agrícola e os insumos de comercialização apresentam a mesma elasticidade-preço.
Título em inglês
Not available
Resumo em inglês
This study examines the consequences of non-competitive equilibrium in product and factor markets through the use of the farm-retail price relationship. The introduction describes the problem and objectives. The hypothesis are set up in this section as well. The methodology is based on a one-product, two input model developed by Allen and Hicks. A theoretical model is developed to generate quantifiable predictions regarding the effects of shifts in the consumer demand, farm product supply, and market inputs supply on the market margin, elasticity of price transmission, farm income, consumers expenditure and farm relative share. The mathematical apparatus use d is the comparative-state analysis. The results chapter presents a discussion regarding the factors affecting monopoly and monopsony powers, as well as the effects of changes on exogenous variables under varying conditions of competitivity and of substitution between farm product and market inputs. ln addition, the effects of different assumptions regarding demand and supply elasticities are considered. The following general conclusions are obtained: a) The monopoly power depends on the assumptions regarding supply and demand elasticities. Higher elasticities are associated with lower monopoly powers. b) Basicaly there is no difference between the results of the competitive and non-competitive models when only the directions of the effects are considered. However, substantial differences are detected in terms of the magnitude of those effects.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-02-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.