• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2008.tde-24072008-125749
Documento
Autor
Nome completo
Sheila Cristina Ferreira Leite
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2008
Orientador
Banca examinadora
Peres, Fernando Curi (Presidente)
Canziani, José Roberto Fernandes
Carrão, Ana Maria Romano
Neves, Evaristo Marzabal
Zen, Sérgio De
Título em português
Capital empresarial: um estudo de caso para o agronegócio
Palavras-chave em português
Agribusiness
Capital - Economia
Desenvolvimento econômico
Empreendedorismo
Estudantes universitários.
Resumo em português
As discussões econômicas em geral não incluem os empresários, entretanto, este agente é de suma importância para o crescimento e desenvolvimento econômico. Com a aceleração do processo de globalização tende-se a aumentar a demanda por empresários em detrimento da demanda por funcionários. Este trabalho tem como objetivo identificar a existência de um conjunto de características que expliquem o gosto e/ou a intenção de ser empresário versus funcionário entre estudantes que iniciam e terminam seu curso em nível superior. Identifica-se através de um estudo de caso se a educação em nível superior estimula ou não na formação do desejo e da intenção de se tornar empresário. As escolas que compõem o estudo de caso são a Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"- ESALQ e outra escola identificada neste trabalho como PRI. Os dados do trabalho são de fonte primária e foram coletados por meio de 493 questionários aplicados válidos aos estudantes ingressantes e formandos de ambas as escolas. Considerando-se que gosto e intenção são variáveis dependentes e que a primeira estimula a segunda, o questionário foi construído de forma que gosto e intenção sejam variáveis-chave para se entender a formação do estoque de empresários. Definiu-se que os alunos pertencem a três perfis ocupacionais excludentes: funcionário da iniciativa privada, funcionário público e empresário. A identificação do efeito educação é defendida com base no confronto das freqüências das respostas dos estudantes ingressantes e formandos quanto ao seu gosto e sua intenção em desempenhar os perfis ocupacionais considerados. A aplicação do teste de quiquadrado garantiu que as diferenças encontradas nas respostas dos alunos ingressantes e formandos sejam estatisticamente significantes, podendo-se assim inferir o efeito das instituições na formação do desejo e da intenção de atuar como empresário e demais perfis considerados. Outros testes estatísticos não-paramétricos foram realizados com a finalidade de se conhecer os determinantes dos perfis ocupacionais. Ainda, a aplicação da análise fatorial permitiu determinar quais fatores têm maior importância para a formação do desejo dos estudantes ingressantes e formandos por uma ocupação profissional. Como principal resultado encontrado tem-se que as instituições estimulam a formação de desejo e de intenção de ser empresários. Na ESALQ, comparando-se alunos ingressantes e formandos, observa-se que há um aumento do grupo de alunos com gosto e intenção de atuar como empresários. No entanto, dentre eles, verifica-se que há uma parcela dos estudantes formandos que gostariam de ser empresários, mas não têm intenção de atuar como empresários. Possivelmente este resultado deve-se ao fato de a ESALQ treinar seus alunos para serem funcionários da iniciativa privada. Está hipótese é confirmada pela diferença do percentual de formandos com gosto e com intenção de ser funcionários da iniciativa privada. Os formandos da escola PRI não apresentam este comportamento, sendo que o grupo com intenção de atuar como empresário é maior que o grupo com gosto por atividades empresariais.
Título em inglês
Entrepreneurial capital: a case study for agribusiness
Palavras-chave em inglês
Education and Occupational choice
Entrepreneurial desire
Entrepreneurial intentions
Occupational choice
Undergraduate course and entrepreneur.
Resumo em inglês
In general, economic discussions do not consider the existence of entrepreneurs; however, this agent is important for the growth and economical development. Due to the globalization process acceleration there is tendency to increase the demand for entrepreneurs in detriment to demand for employees. The main objective of this study is to identify the existence of characteristics that explain the desire and/or the intention to become either entrepreneur or employee among freshman and near-completion student groups so that a case study could evaluate if undergraduate education stimulates or not the desire and intention formation of becoming an entrepreneur. Two Universities were selected for collecting samples: the first one, "Luiz de Queiroz" College of Agriculture (ESALQ), and the second herein called PRI (ficticious name). After that, the survey has contemplated a number of 493 valid questionnaires applied to both groups of both schools. The survey was elaborated by assuming that desire and intention are dependent variables and that the former stimulates the latter, besides considering that they are key variables to understand the formation of entrepreneurs' figures. It was defined that the students belong to three excluding occupational groups: private initiative employee, civil servant and entrepreneur. Differences between two groups' answer frequency were supposed to be caused by the educational process. Qui-square test has confirmed that the differences found between freshmans' and seniors' answers are statistical significant, which allows to imply that there is an effect of the institutions on the desire and intention formation of becoming an entrepreneur and other considered professions. Non-parametric tests were used aiming to know the determination of occupational choice. Yet, factorial analysis has outlined which factors largely affect the formation of freshmans' and seniors' desire in terms of professional occupation. The results show that higher education institutions stimulate the desire and intention formation of becoming entrepreneurs. The comparison of two groups in ESALQ indicates that there is an increase of the students' group with desire and intention of becoming entrepreneurs. Nevertheless, the outcomes highlight that a fraction of senior students would like to be entrepreneurs, although they are not sure about their chances of effectively becoming ones. This might be verified because ESALQ training possibly drives the students towards to private sector. This hypothesis is confirmed by the difference of the percentage of ESALQ senior student that desires and intends to become employees of whatever private company, whereas PRI senior students behaves differently, given that the intentions of becoming an entrepreneur outnumbers the desiring of owning entrepreneurial activities.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
sheila.pdf (1.49 Mbytes)
Data de Publicação
2008-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.