• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1978.tde-20220208-033011
Documento
Autor
Nome completo
Sérgio do Nascimento Kronka
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1978
Orientador
Título em português
Componentes da variância para dados de diâmetro e altura em parcelas de Pinus spp.
Palavras-chave em português
COMPONENTES DE VARIÂNCIA
DENDROMETRIA
PINHEIRO
Resumo em português
No presente trabalho foram estudados os componentes de variância de parcelas experimentais para as espécies florestais: Pinus elliottii Eng. var. elliottii e Pinus caribaea Mor. var. hondurensis, através dos parâmetros: diâmetro e altura. Os dados foram obtidos a partir das medições de diâmetro (em centímetros) e altura (em metros) individuais das plantas de parcelas experimentais instaladas em onze dependências do Instituto Florestal do Estado de São Paulo, nas localidades: Moji-Mirim, Pindamonhangaba, Avaré, Manduri, Itararé, Santa Rita do Passo Quatro, Buri, Pederneiras, Itirapina, Paraguaçu-Paulista e Casa Branca. Os dados de medições foram trabalhados de duas maneiras: a) Considerando-se o número afetivo de plantas por parcelas (que apresentaram no máximo 10% de falhas). b) Considerando-se as parcelas com aproximadamente 70% das plantas originais. Em ambos os casos, para cada espécie e parâmetro foi feita uma análise de variância por local e, posteriormente uma análise conjunta, considerando-se os dados enquadrados numa classificação hierárquica. A partir dessas análises foram estimados os coeficientes de variação, as variâncias entre parcelas (ô2p) e as variâncias entre plantas dentro de parcelas (ô2), para cadas espécie florestal e parâmetro. Com os valores obtidos da análise conjunta para ô2 e ô2p foram tabelados valores da semi-amplitude do intervalo de confiança (a 95% de probabilidade) para a média de I parcelas e K plantas por parcela para verificar como melhorar a eficiência da amostragem. Foi estudada também, em cada local, a possibilidade de ocorrência de correlação negativa entre plantas de uma mesma parcela. As principais conclusões obtidas foram: 1ª) Para se trabalhar com uma mesma precisão no cálculo das estimativas, é necessário medir maior número de plantas para diâmetro do que para altura; 2ª) Para um mesmo número de plantas é preferível amostrar um número maior de parcelas a aumentar o número de plantas por parcela, 3ª) Na época do primeiro desbaste (ocasião em que foram obtidos os dados), quando as plantas iniciavam a competição dentro das parcelas, de um modo geral, não foi constatada correlação negativa entre plantas de uma mesma parcela; 4ª) A eliminação de aproximadamente 30% das plantas da parcela não alterou os resultados e conclusões obtidos em relação às parcelas com número efetivo de plantas (com baixa porcentagem de falhas).
Título em inglês
Not available
Resumo em inglês
Components of variance of height and diameter of Pinus elliottii Eng. var. elliotti and Pinus caribaea Mor. var. hondurensis are considered. Eleven locals owned by Instituto Florestal do Estado de São Paulo are used in the sampling: Moji-Mirim. Pindamonhangaba, Avaré, Manduri, Itararé, Santa Rita do Passa Quatro, Buri, Pederneiras, Itirapina, Paraguaçu-Paulista and Casa Branca. Data are treated by two methods: a) Considering the effective number of plants per plot (with no more than 10% of failures); b) Considering plots with 70% of original plants, approximately. In each case a) and b), for each species and variable, an Analysis of Variance within locals is done. Furthermore, using hierarchical classification model, a joint analysis is performed. From the latter, estimates of plot and plant within plot variance and the coefficient of variation (ô2p, ô2 and C.V.) are obtained. Confidence intervals for the mean from I plots and K plants per plot are estimated from ô2p and ô2 derived from the joint analysis of variance. In each local, negative correlation among plants per plot is studied. The main conclusions are: 1ª) To get comparable estimates, a larger number of plants for diameter is needed compared with height; 2ª) For a fixed total number of plants an increase of the number of plots is preferred to the increase of the number of plants per plot; 3ª) No significant negative correlation is verified during the first cut (when data are obtained); 4ª) Both methods a) and b) showed no significant difference.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-02-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.