• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
Document
Auteur
Nom complet
Rafaela Zázera Toledo
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 2019
Directeur
Jury
Júnior, José Belasque (Président)
Bergamin Filho, Armando
Gasparoto, Maria Cândida de Godoy
Júnior, Waldir Cintra de Jesus
Titre en portugais
Gradiente de dispersão do HLB dos citros e consequências para o seu manejo
Mots-clés en portugais
Diaphorina citri
Controle; \'Candidatus Liberibacter\'
Potência inversa
Resumé en portugais
Huanglongbing (HLB) é considerada a doença mais devastadora dos citros. O HLB é causado pela bactéria 'Candidatus Liberibacter spp.' e transmitido pelo inseto vetor, o psilídeo Diaphorina citri. Não existem ainda métodos curativos para essa doença, ou variedades resistentes, e seu manejo é baseado na aquisição de mudas sadias, monitoramento e controle químico frequente do vetor e inspeção e erradicação de plantas sintomáticas. Devido à dificuldade de manejo da doença, muitos produtores acabam por abandonar a atividade citrícola. O objetivo desse trabalho foi determinar o modelo de gradiente de dispersão da doença que melhor se ajusta aos dados de proporção de plantas sintomáticas erradicadas, a fim de propor medidas mais eficientes de manejo. Para isso, foram ajustados os modelos potência inversa e exponencial negativo à dados de proporção de plantas sintomáticas erradicadas em relação a borda dos lotes, para 21 lotes retangulares de pomares comerciais de laranja doce. Foram utilizadas duas abordagens para a análise dos gradientes, denominadas de "concêntrica" e "direcional". Para ambas utilizou-se a proporção de plantas erradicadas para faixas de 20 em 20 metros de distância em relação a todas as bordas do pomar para a primeira (concêntrica), e em relação a cada borda dos lotes (direcional). Em ambas as abordagens analisadas, houve melhor ajuste do modelo potência inversa. No entanto, a abordagem concêntrica obteve 15 ajustes de um total de 21 lotes, enquanto que para a abordagem direcional, houve ajuste do modelo para apenas seis lotes. Esses resultados demonstram que há um gradiente de doença da borda para o interior dos lotes, e que ocorre um influxo de insetos vetores de todas as direções. Além disso, o ajuste do modelo da potência inversa sugere que os lotes sofreram influência de fontes de inóculo externas, ou seja, psilídeos bacterilíferos pousam preferencialmente na borda dos pomares e uma pequena parte adentra o interior do lote levando a doença. O gradiente de dispersão em relação da borda dos lotes é consequência da disseminação primária, a qual só poderá ser evitada com o manejo regional, sendo indispensável para um manejo eficiente do HLB a curto e médio prazo.Huanglongbing (HLB) é considerada a doença mais devastadora dos citros. O HLB é causado pela bactéria 'Candidatus Liberibacter spp.' e transmitido pelo inseto vetor, o psilídeo Diaphorina citri. Não existem ainda métodos curativos para essa doença, ou variedades resistentes, e seu manejo é baseado na aquisição de mudas sadias, monitoramento e controle químico frequente do vetor e inspeção e erradicação de plantas sintomáticas. Devido à dificuldade de manejo da doença, muitos produtores acabam por abandonar a atividade citrícola. O objetivo desse trabalho foi determinar o modelo de gradiente de dispersão da doença que melhor se ajusta aos dados de proporção de plantas sintomáticas erradicadas, a fim de propor medidas mais eficientes de manejo. Para isso, foram ajustados os modelos potência inversa e exponencial negativo à dados de proporção de plantas sintomáticas erradicadas em relação a borda dos lotes, para 21 lotes retangulares de pomares comerciais de laranja doce. Foram utilizadas duas abordagens para a análise dos gradientes, denominadas de "concêntrica" e "direcional". Para ambas utilizou-se a proporção de plantas erradicadas para faixas de 20 em 20 metros de distância em relação a todas as bordas do pomar para a primeira (concêntrica), e em relação a cada borda dos lotes (direcional). Em ambas as abordagens analisadas, houve melhor ajuste do modelo potência inversa. No entanto, a abordagem concêntrica obteve 15 ajustes de um total de 21 lotes, enquanto que para a abordagem direcional, houve ajuste do modelo para apenas seis lotes. Esses resultados demonstram que há um gradiente de doença da borda para o interior dos lotes, e que ocorre um influxo de insetos vetores de todas as direções. Além disso, o ajuste do modelo da potência inversa sugere que os lotes sofreram influência de fontes de inóculo externas, ou seja, psilídeos bacterilíferos pousam preferencialmente na borda dos pomares e uma pequena parte adentra o interior do lote levando a doença. O gradiente de dispersão em relação da borda dos lotes é consequência da disseminação primária, a qual só poderá ser evitada com o manejo regional, sendo indispensável para um manejo eficiente do HLB a curto e médio prazo.
Titre en anglais
Citrus HLB dispersion gradient and consequences for its management
Mots-clés en anglais
'Candidatus Liberibacter'
Diaphorina citri
Control
Inverse power
Resumé en anglais
Huanglongbing (HLB) is considered the most devastating disease of citrus. HLB is caused by the bacterium 'Candidatus Liberibacter spp.' and transmitted by the insect vector, the psyllid Diaphorina citri. There are no curative methods for this disease, or resistant varieties, and its management is based on the acquisition of healthy seedlings, monitoring and frequent chemical control of the vector and inspection and eradication of symptomatic plants. Due to the difficulty of managing the disease, many producers end up abandoning citrus activity. The objective of this work was to determine the disease dispersion gradient model that best fits the proportion of symptomatic eradicated plants, in order to propose more efficient management measures. For this, inverse power and negative exponential models were adjusted to the proportion of symptomatic plants eradicated in relation to batch border for 21 rectangular plots of commercial sweet orange orchards. Two approaches were used for the analysis of gradients, of "concentric" and "directional". For both, the proportion of eradicated plants for strips 20-by-20-m apart from all orchard edges was used for the first (concentric), and for each lot border (directional). In both approaches analyzed, there was better fit of the inverse power model. However, the concentric approach obtained 15 adjustments of a total of 21 batches, whereas for the directional approach, there was adjustment of the model to only six batches. These results demonstrate that there is a disease gradient from the edge to the interior of the batches, and that an influx of vector insects from all directions occurs. In addition, the adjustment of the inverse potency model suggests that the lots were influenced by external inoculum sources, that is, bacterial insects preferentially land on the edge of the orchards and a small part enters the interior of the lot leading to illness. The dispersion gradient in relation to the edge of the lots is a consequence of the primary dissemination, which can only be avoided with the regional management, being indispensable for an efficient management of the HLB in the short and medium term.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2019-09-09
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.