• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.11.2013.tde-17122013-123952
Documento
Autor
Nombre completo
Roberto Giacomini Chapola
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2013
Director
Tribunal
Massola Júnior, Nelson Sidnei (Presidente)
Carneiro, Monalisa Sampaio
Hoffmann, Hermann Paulo
Martins, Thaïs Dias
Moreira, Alécio Souza
Título en portugués
Reação de variedades de cana-de-açúcar à ferrugem alaranjada (Puccinia kuehnii)
Palabras clave en portugués
Controle genético
Resistência
Saccharum spp.
Suscetibilidade
Resumen en portugués
A ferrugem alaranjada da cana-de-açúcar, causada pelo fungo Puccinia kuehnii, é atualmente a doença que mais preocupa o setor sucroenergético brasileiro, devido a sua introdução recente no país e aos prejuízos causados em indústrias canavieiras ao redor do mundo. A doença é controlada com variedades resistentes e por isso há a necessidade de maiores informações sobre a reação das cultivares mais importantes no Brasil. Os objetivos deste trabalho foram: (i) avaliar a reação de variedades de cana-de-açúcar à ferrugem alaranjada, em condições de infecção natural no campo; (ii) determinar a melhor época para avaliação da doença; (iii) estabelecer um método, em casa de vegetação e com inoculação artificial do patógeno, para seleção rápida de variedades com resistência no campo. Dezessete variedades foram avaliadas quanto às suas reações a P. kuehnii em dois experimentos de campo, plantados em abril e julho de 2011; neste último, após a colheita em maio de 2012, a cana-soca também foi avaliada. Para multiplicar e uniformizar a distribuição do inóculo, a variedade suscetível SP89-1115 foi usada como bordadura e plantada entre os blocos e em duas linhas, dividindo cada experimento ao meio. Avaliou-se a severidade da doença a cada 15 dias e, a partir destes dados, calculou-se a área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD) e obteve-se a severidade máxima da doença. Para identificar o melhor período de avaliação, realizou-se análise de correlação entre a AACPD e cada levantamento de severidade. Em casa de vegetação, seis variedades com reações distintas à doença, com base nos resultados obtidos no campo, foram inoculadas com uma suspensão de 104 urediniósporos viáveis mL-1 de P. kuehnii, com auxílio de pulverizador manual, 60 dias após o plantio. As plantas foram mantidas por 24 horas em câmara de orvalho e, posteriormente, transferidas para casa de vegetação. Foram determinados os períodos de incubação e latência, o número de pústulas por cm2 e a severidade da doença. Oito das 17 variedades avaliadas no campo mostraram alta resistência à doença. As cultivares RB72454 e SP89-1115 foram as mais suscetíveis, seguidas da SP79-2233; por isso, o cultivo das mesmas não é recomendado. As variedades RB925211, SP81-3250, RB855156 e RB92579 tiveram reação intermediária, sendo que as duas primeiras apresentaram maiores níveis da doença. Avaliações realizadas no mês de março foram as que mais se correlacionaram com a AACPD, portanto este é o melhor período para determinar a reação de variedades de cana-de-açúcar à ferrugem alaranjada. O comportamento das variedades em casa de vegetação foi semelhante ao observado no campo, especialmente em relação às cultivares suscetíveis e resistentes. Assim, o método aplicado em casa de vegetação mostrou potencial para selecionar, em poucos dias, cultivares com resistência à doença no campo, além de economizar espaço, mão de obra e de ser facilmente executado.
Título en inglés
Reaction of sugarcane varieties to orange rust (Puccinia kuehnii)
Palabras clave en inglés
Genetic control
Orange rust Resistance
Orange rust Susceptibility
Saccharum spp.
Resumen en inglés
Currently, sugarcane orange rust, caused by Puccinia kuehnii, is the disease that most concerns the Brazilian sugarcane industry, due to its recent introduction in the country and the damage caused to sugarcane industries all over the world. The disease is controlled with resistant varieties; hence there is a need for more information about the reaction of the major cultivars in Brazil. The objectives of this work were: (i) to evaluate the reaction of sugarcane varieties to orange rust in field, under natural infection conditions; (ii) to determine the best time for disease assessment; (iii) to establish a method in greenhouse, based on artificial inoculation, for rapid selection of field resistant varieties. Seventeen varieties were studied in two field experiments, planted in April and July 2011; in the latter, after the harvest in May 2012, the ratoon was also evaluated. The susceptible variety SP89-1115 was used as border and planted between the blocks in two lines, dividing each experiment in two halves in order to multiply and standardize the inoculum in the area. Disease severity was evaluated every 15 days and the area under disease progress curve (AUDPC) was calculated and the maximum disease severity was obtained. To identify the best time for disease assessment, a correlation analysis between the AUDPC and each disease severity assessment was done. In greenhouse, six varieties with different reactions to the disease based on results obtained in field were inoculated with a suspension of 104 viable urediniospores mL-1 of P. kuehnii with a manual sprayer 60 days after planting. Plants were maintained in dew chamber for 24 hours and afterwards they were transferred to the greenhouse. The incubation and latent period were determined as well as the number of pustules cm-2 and disease severity. Eight out of 17 varieties evaluated in field showed high disease resistance. The varieties RB72454 and SP89-1115 were the most susceptible, followed by SP79-2233; therefore, their commercial cultivation is not recommended. The varieties RB925211, SP81-3250, RB855156 and RB92579 had intermediate reaction, with the first two showing higher disease levels. Evaluations performed in March showed the highest correlation with AUDPC, thus this period is the best for determining sugarcane reaction to orange rust. The varieties reaction in greenhouse was similar to that observed in the field, particularly in relation to susceptible and resistant cultivars. So, the method applied in greenhouse showed potential to select, in a few days, field disease-resistant varieties, besides saving space and labor and being easily implemented.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-01-06
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.