• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2019.tde-20191220-135346
Document
Auteur
Nom complet
Renato Beozzo Bassanezi
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 2000
Directeur
Titre en portugais
Efeito de doenças foliares na eficiência fotossintética do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) como contribuição na avaliação de danos
Mots-clés en portugais
ANTRACNOSE
DANOS
FEIJÃO
FERRUGEM
FOTOSSÍNTESE
FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
MANCHA ANGULAR
Resumé en portugais
O efeito da ferrugem, mancha angular e antracnose do feijoeiro nos processos fisiológicos relacionados com a fotossíntese de folhas das cultivares Rosinha G-2 e Carioca Comum foi observado por meio de experimentos em condições de ambiente controlado e de campo. Inicialmente, em condição de ambiente controlado, acompanhou-se as mudanças provocadas pelos patógenos na fotossíntese, respiração, transpiração, condutância estomática e variáveis relacionadas com a emissão, respiração, transpiração condutância estomática e variáveis relacionadas com a emissão de fluorescência da clorofila α de folhas infectadas durante todo processo de desenvolvimento da doença sob diferentes temperaturas e nas duas cultivares. Em seguida, pela análise da curva de resposta da taxa de assimilação de CO2versus a concentração de intercelular CO2 (A/Ci) de folhas doentes com cada patógeno, determinou-se quais foram os fatores responsáveis pela redução da taxa fotossintética líquida nestas folhas doentes. A fotossíntese diminuiu e a respiração aumentou a partir do aparecimento dos sintomas das doenças. A transpiração e a condutância estomática diminuíram com o aumento da severidade de mancha angular e antracnose, mas não nas folhas com ferrugem. Além disso, a taxa fotossintética líquida das folhas com ferrugem, mancha angular e antracnose foi reduzida também na área foliar remanescente, sendo a resistência à carboxilação o principal fator desta redução nas folhas com ferrugem nas folhas com ferrugem e com mancha angular e a resistência estomática o principal fator nas folhas com antracnose. Posteriormente, relações entre a severidade de cada doença e seu efeito na atividade fotossintética das folhas de feijoeiro doentes foram estabelecidas, aplicando-se o conceito de lesão virtual proposto por Bastiaans (1991), em condições controladas e no campo. Valores de β em torno de 2, 4 e 8, respectivamente para ferrugem, mancha angular e antracnose, mostraram-se constantes mesmo quando determinados em diferentes épocas de avaliação após a infecção e estádios fenológicos da cultura, temperaturas de desenvolvimento da doença e duas cultivares de feijoeiro. Estes valores também foram associados aos mecanismos pelos quais os patógenos se relacionam com o hospedeiro e aos diferentes provocados pelas doenças. Finalmente, pela incorporação do valor de β no cálculo da severidade de doença, a área sob a curva de progresso da doença virtual (AUVDPC) não mostrou relação com a produção, do mesmo modo que a área sob a curva de progresso da doença (AUDPC). Entretanto, as variáveis que consideram a área fotossinteticamente ativa (PAD e PAA), explicaram melhor as variações na produção de plantas doentes de feijoeiro quando comparadas com as variáveis que consideram somente a área foliar verde remanescente (HAD e HAA).
Titre en anglais
Effect of foliar diseases on photosynthetic efficiency of common bean (Phaseolus vulgaris L.) as a contribuition to yield loss assessment
Resumé en anglais
The effect of bean rust, angular leaf spot and anthracnose on physiological processes related to the photosynthesis of cultivars Rosinha G-2 and Carioca Comum was observed in several experiments under controlled environment and field conditions. Initially, the changes caused by these diseases on photosynthesis, respiration, transpiration, stomatal conductance, and variables related to the chlorophyll α fluorescence of infected leaves were measured during the disease development at different temperatures and two common bean cultivars under controlled environment conditions. Afterwards, the factors responsible for the reduction of net photosynthetic rate in the diseased leaves were determined by the analysis of the response curves of CO2 assimilation rate versus CO2A/Ci). Photosynthesis decreased and respiration increased following the appearance of disease symptoms. Both transpiration and stomatal conductance decreased with the increasing severities of angular leaf spot and anthracnose. Transpiration and stomatal conductance did not change in leaves with rust. The net photosynthetic rate of bean leaves with rust, angular leaf spot and anthracnose. Transpiration and stomatal conductance did not change in leaves with rust. The net photosynthetic rate of bean leaves with rust, angular leaf spot
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2019-12-20
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.