• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-20200111-142555
Document
Auteur
Nom complet
Wilson Marcelo da Silva
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, None
Directeur
Titre en portugais
Pré-seleção de “Seedlings” de cana-de-açúcar resistentes a Ustilago scitaminea, pela inoculação das “sementes”
Mots-clés en portugais
CANA-DE-AÇÚCAR
CARVÃO
FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
INOCULAÇÃO
MUDAS
RESISTÊNCIA
SELEÇÃO
SEMENTES
Resumé en portugais
O presente trabalho propõe um novo sistema de obtenção de clones de cana-de-açúcar resistentes ao fungo U. scitaminea, denominado PRÉ-SELEÇÃO DE “SEEDLINGS” DE CANA-DE-AÇÚCAR RESISTENTES A Ustilago scitaminea, PELA INOCULAÇÃO DAS “SEMENTES”. Difere fundamentalmente daqueles postos em pratica em todos os centros de melhoramentos genéticos da cana-de-açúcar. Tem por objetivo principal a produção, anualmente, de milhares de clones resistentes ao U. scitaminea, a curto prazo e baixo custo, tanto operacional como do material a ser descartado pela suscetibilidade à doença. Foi determinado qual a melhor técnica e substratos para inoculação das “sementes” sexuais por U. scitaminea, assim como, a técnica da inoculação das “sementes” em condições de câmara úmida. Avaliaram-se os efeitos das diferentes concentrações de esporos e de suas interações com diferentes substratos e progênies em relação à porcentagem de germinação das “sementes” sexuais, mortalidade dos “Seedlings” apos o transplante, bem como do Índice de doença. Foram determinados por processo de inoculação das gemas a eficiência do processo proposto. Avaliou-se, também, a correlação entre a resistência a U. scitaminea nas fases juvenil e adulta, utilizando quimioterapia e termo terapia na recuperação dos “Seedlings” doentes na fase juvenil. Na determinação da correlação, utilizaram-se diversas técnicas de inoculação das gemas, assim como o efeito da termoterapia sobre a vulnerabilidade da gema em relação a U. scitaminea. Procurou-se ter idéia da herdabilidade de resistência a U. scitaminea através de testes dos progenitores e progênies. Os estudos foram realizados, de 1972 a 1977, e foram conduzidos, parte no laboratório e casa de vegetação do Departamento de Fitopatologia da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo, e a maioria nos laboratórios, campos e casa de vegetação das Estações Experimentais de Cana Copersucar Piracicaba (SP) e Itamogi (PR). Os primeiros “Seedlings” exibindo o chicote, originados pela infecção das “sementes” sexuais da cana-de-açúcar conseguidos no Brasil, foram obtidos em 1972 pelo autor do presente trabalho. Após a apresentação e discussão dos resultados, e nas condições do presente trabalho, podem ser tiradas as seguintes conclusões: 1. Nas análises de “sementes” sexuais e esporos de U. scitaminea encontraram-se fungos potencialmente patogênicos às “sementes” e “Seedlings” da cana-de-açúcar. 2. No substrato agar-água a porcentagem de germinação das “sementes” sexuais cresceu com o aumento da concentração de esporos de U. scitaminea enquanto que no substrato solo o efeito foi oposto. 3. A mortalidade dos “Seedlings” originados do substrato agar­água, sob condições de câmara úmida, após o transplante, foi significativamente maior do que a daqueles originados do substrato solo. 4. O substrato agar-água é superior ao substrato solo para seleção de “Seedlings” resistentes a U. scitaminea no método de pré-seleção proposto. 5. Não houve efeito das diferentes concentrações de esporos na mortalidade dos “Seedlings” após o transplante. 6. No substrato agar-água a eficiência máxima de seleção foi obtida na concentração P3 (12 x 107 esporos por ml) para ambas as progênies testadas, com eficiência de 61,11 e 66,68% para CB 41-76 e PR 980 respectivamente. 7. É válida a seleção de plantas resistentes a U. scitaminea na fase de “Seedling” pois há correlação entre a reação a doença na fase juvenil e adulta. 8. O tratamento térmico estimulou, para alguns cruzamentos, a manifestação da doença. 9. A inoculação a vácuo das gemas por U. scitaminea para alguns cruzamentos foi favorável à manifestação da doença, independentemente do tratamento térmico. 10. Há indicações de que o progenitor feminino tem influência na reação da progênie a U. scitaminea
Titre en anglais
(Not avaliable)
Resumé en anglais
This paper suggests a new method for obtaining sugar cane clones which are resistance to U. scitaminea fungus. The method is called pre-selection of U. scitaminea-resistant sugar cane seedlings by inoculation of true seeds. This method is basically different from those currently being used in all of the centers for the genetic improvement of sugar, cane. It aims at achieving yearly yields of thousands of U. scitaminea-resistant clones, in the shortest time and at the lowest cost, both in operational terms and in what regards the ·cost of the diseases seeds to be discarded. The best technique and substrata for inoculation of true seeds by U. scitaminea were determined in this study, as well as the technique for inoculation of seeds in humid camera conditions. An evaluation was made of different spore concentrations and their interactions with different substrata and progenies as related to the percentage of true seed germinations, the mortality rate of seedlings after transplantation, and the incidence of disease. The efficacy: of the proposed method was tested by inoculation of gemmae. The correlation between the resistance rate to U. scitaminea for young and adult phases was estimated by the use of chemotherapy and thermotherapy in the recuperation of diseased seedlings during the young phase. Various techniques of gemmae inoculation were used for the estimation of that correlation as well as the effect of thermotherapy on the vulnerability of gemmae to U. scitaminea. An attempt was made to estimate the hereditability of resistance to U. scitaminea by testing progenitors and progenies. This study was conducted between 1972 and 1977, in part at the laboratory and greenhouse of the Luiz de Queiroz School of Agriculture of the University of São Paulo. Most of the work was done at the laboratory facilities and in the fields and greenhouses of Copersucar Experimental Stations at Piracicaba (State of São Paulo) and Itamogi (State of Paraná). The first whip-bearing seedlings which originated through the contamination of sugar cane true seeds were obtained in Brazil by this author in 1972
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2020-01-11
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2021. Tous droits réservés.