• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-20200111-143129
Documento
Autor
Nome completo
Sônia Maria Alves de Oliveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1991
Orientador
Título em português
Transmissão de Colletotrichum lindemuthianum (Sacc. & Magn.) Scribner por sementes de feijoeiro (Phaselous vulgaris L.) e seu controle através de tratamento químico e biológico
Palavras-chave em português
ANTRACNOSE
CONTROLE BIOLÓGICO
FEIJÃO
FUNGICIDAS
FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
SEMENTES
TRANSMISSÃO DE DOENÇAS
Resumo em português
A transmissão planta-semente de Colletotrichum lindemuthianum, raça α, foi estudada em parcelas de campo inoculadas e não inoculadas, utilizando seis variedades de feijão (Lustroso, Aeté-3, Carioca Pitoco, Paininha ( Bainha Vermelha), Carioca Comum e Bico de Ouro (Bainha Preta)). A avaliação sanitária das sementes, pelo método do papel de filtro, mostrou zero de incidência de C. lindemuthianum nas variedades Paininha e Bico de Ouro, e um máximo de 6% de incidência na variedade Lustroso. Sob condições de casa-de-vegetação, plantas das variedades de feijão Lustroso, Paininha e Bico de Ouro foram inoculadas com uma suspensão de conídios de C. lindemuthianum, aos 30, 45 e 60 dias após a semeadura, para determinar a relação entre idade da planta e a eficiência na transmissão planta-semente. A melhor transmissão do fungo foi obtida com inoculação aos 45 dias, na variedade Lustroso. Três métodos de inoculação artificial de sementes de feijão com C. lindemuthianum (imersão rápida e prolongada em suspensão de conídios e contato com a superfície da colônia sobre meio agarizado) foram testados para ob ter quantidade adequada de sementes contaminadas da variedade Lustroso. O terceiro método foi o mais eficiente. Testes de inibição “in vitro”, com 13 fungicidas e 26 isolados de B. subtilis mostraram que os produtos químicos e as bactérias mais inibitórias foram, respectivamente, benomyl e prochloraz e os isolados AP 114 e AP 332. O tiofanato metílico seguido do benomyl e fentin hidroxide tiveram melhor desempenho do que os dois isolados de B. subtilis em tratamento de sementes visando controlar C. lindemuthianum.
Título em inglês
Seed transmission of Colletotrichum lindemuthianum (Sacc. & Magn.) Scribner in bean (Phaselous vulgaris L.) and its control by chemical and biological treatment
Resumo em inglês
Plant-seed transmission of Colletotrichum lindemuthianum, race α, was studied in inoculated and not inoculated field plots of six bean cultivars (Lustroso, Aeté-3, Carioca Pitoco, Paininha (Bainha Vermelha), Carioca Comum and Bico de Ouro (Bainha Preta)). The seed evaluation for health, carried out through the “blotter test”, showed zero incidence of C. lindemuthianum in cvs. Paininha, and Bico de Ouro, and maximum of 6% incidence in cv. Lustroso. Under greenhouse conditions, plants of bean cultivars Lustroso, Paininha, and Bico de Ouro were inoculated with a conidial suspension of C. lindemuthianum at 30, 45, and 60 days after sowing, in order to determine the relation between plant age and efficiency of plant-seed transmission. The best transmission of the fungus was obtained with inoculation of the variety Lustroso at 45 days. Three methods of artificial inoculation of bean seeds with C. lindemuthianum (fast and prolonged immersion in conidial suspension, and contact with the colony surface on agar medium) were assayed for obtaining an adequate amount of contaminated seeds of cv. Lustroso. The third methods was the most efficient, In vitro inhibition tests, with 13 and 26 isolates of B. subtilis showed that fungicides the most inhibitory chemicals and bacteria were benomyl and prochloraz and AP 114 and AP 332 isolates, respectively. The methyl thiophanate, benornyl, and fentin hidroxide performed better than the two B. subtilis isolates in seed treatments for controlling C. lindemuthianum.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.