• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1977.tde-20210104-162950
Documento
Autor
Nome completo
Elocy Minussi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1977
Orientador
Título em português
Taxonomia e esporulação de Colletotrichum graminicola (Ces.) Wils. (Sensu Arx, 1957) e patogenicidade em sorgo Sorghum bicolor (L.) Moench
Palavras-chave em português
ANTRACNOSE
ESPORULAÇÃO
FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
PATOGENICIDADE
SORGO
TAXONOMIA
Resumo em português
Patologia de Sementes - Vários fungos potencialmente patogênicos foram determinados em sementes de sorgo, com predominância para os gêneros Phyllosticta, Colletotrichum e Fusarium. Não há correlação entre a cor marrom do pericarpo da semente e resistência a C. graminicola, conforme sugere BERGQUIST(1963). Taxonomia - Isolados de C. graminicola da cana-de-açúcar, milho, sorgo e trigo foram comparados sob o ponto de vista auxonográfico, de inoculação cruzada e da morfologia de conídios e apressórios. Os resultados comprovaram e complementaram as informações já existentes permitindo-se concluir que, com base em critérios taxonômicos correntes de fungos fitopatogênicos, devem ser mantidas as separações das formae speciales sacchari, zeae e sorghi de Colletotrichum graminicola (Ces.) Wils. (sensu ARX, 1957). Outrossim, em vista dos resultados sugere-se a designação de formae specialis tritici, para o isolado do trigo. Esporulação - Utilizando-se 4 isolados de Colletotrichum provenientes de diferentes localidades estudou-se o efeito de: a) meios de cultura; b) superposição de discos de papel filtro nos meios solidificados e c) regime luminoso. Isolados desenvolvidos em meio de aveia com superposição de papel filtro e mantidos sob luz contínua esporulam abundantemente. Reação de Linhagens, Híbridos, Progênies F3 de Sorgo e de Meios Preparados com Extratos de Folhas de Linhagens Resistentes e Suscetíveis a um Isolado Congenial de C. graminicola. A inoculação na nervura central, de 2 folhas bem abertas a partir do topo de duas linhagens de sorgo - BC 326-6 e 7509010 - revelou que a reação daquelas é proporcional à idade das plantas. A reação é menor nas folhas mais novas. A linhagem SG 326-6 mostrou-se resistente; e a 7509010 suscetível ao patógeno. A inoculação de 46 linhagens e variedades de sorgo permitiu-lhes a distinção em 3 categorias: altamente resistentes, com resistência intermediária e suscetíveis. Das 12 progênies F3 de sorgo inoculadas, 5 mostraram-se adequadas para a seleção por apresentarem lesões menores a maior variabilidade genética. Com relação às reações apresentadas pelos cruzamentos recíprocos, os resultados sugerem uma herança citoplasmática para resistência a C. graminicola. Os meios de cultura preparados com extratos de folhas de linhagens resistentes e suscetíveis e, variando na concentração mostraram que a esporulação de C. graminicola foi diretamente proporcional à concentração. Isso, independente da reação do hospedeiro, mas meios com extratos de folhas de linhagens resistentes induziram a maior esporulação.
Título em inglês
Not available
Palavras-chave em inglês

Resumo em inglês
Pathology of Sorghum Seed - Several potencially pathogenic fungi were determined in sorghum seeds. Phillosticta, Colletotrichum and Fusarium were the most predominant genera. It was found that there is no correlation between the brown color of the seed pericarp and the resistance to Colletotrichum graminicola (Ces.) Wils., as suggested by BERGQUIST (1963). Taxonomy of Colletotrichum graminicola (Ces.) Wils.. - Isolates of C. graminicola from sugar cane, corn, sorghum and wheat were compared from an auxanographic standpoint, cross inoculation, and morphology of conidia and apressoria. The results prove and complement the information available. Moreover they permit one to conclude, based on current taxonomic criteria of phytopathogenic fungi, that the separatian of the formae speciales: f.sp. sacchari, f.sp. zeae, and f.sp. sorghi of Colletotrichum graminicola (Ces.) Wils. (sensu ARX, 1957) should be maintained. Furthermore in view of the results it is suggested the designation of forma specialis tritici. Sporulation of Colletotrichum graminicola (Ces.) Wils. - The influence of the following factors on sporulation was tested by using isolates of C. graminicola of sorghum from four diferente localities: a) artificial media; b) filter paper discs placed on top of the artificial media; e) light regime. The isolates in an oat médium with filter paper on top and maintained under continuous light sporulated abundantly. Sorghum Resistance to Colletotrichum graminicola (Ces.) Wils. - The inoculation into the mid ribs of two wide opened leaves of two sorghum inbred lines: SC 326-6 and 7509010 revealed that the reaction of the leaves to C. graminicola is proportional to plant age, being lesser on newer ones; the inbred line SC 326-6 was resistant and the inbred line 7509010 was susceptible to the pathogen.The inoculations of 46 inbred lines and varieties of sorghum permitted three categories of resistance to be distinguished: highly resistant, intermediate resistant and susceptible. From 12 F3 progenies of sorghum inoculated, 5 were suitable for resistance selection because they presented smaller lesions and greater genetic variability. Concerning the reactions presented by the reciprocical cross, the results suggested a citoplasmic inheritance for resistance to C. graminicola. Artificial media prepared with extracts of leaves from resistant and susceptible inbred in different concentrations, showed that the sporulation of C. graminicola was directly proportional to the concentration. The media with extracts of leaves from resistant inbred lines induced higher sporulation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MinussiElocy.pdf (14.89 Mbytes)
Data de Publicação
2021-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.