• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1980.tde-20210104-164756
Documento
Autor
Nombre completo
Benedito Vasconcelos Mendes
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 1980
Director
Título en portugués
Histologia de galhas da coroa de chuchu (Sechium edule) induzidas por Agrobacterium tumefaciens e infestadas por Meloidogyne incognita e desenvolvimento de dois sistemas de cultivo in vitro para Meloidogyne javanica
Palabras clave en portugués
CHUCHU
CULTIVO IN VITRO
GALHAS-DA-COROA
HISTOLOGIA
MELOIDOGINOSE
NAMATOIDES-DAS GALHAS
Resumen en portugués
Mudas de chuchu (Sechium edule Sw.) foram inoculadas com Agrobacterium tumefaciens (Smith e Townsend) Conn. e quando as plantas apresentavam galhas da coroa, bem desenvolvidas, foi feita uma outra inoculação com Meloidogyne incognita (Kofoid e White, 1919) Chitwood, 1949. Após três meses da inoculação do nematóide, segmentos de galhas da coroa foram coletados e preparados para observações histológicas, visando-se estudar aspectos biológicos do complexo planta-bactéria-nematóide. Nas observações microscópicas de cortes de galhas da coroa, constatou-se grande quantidade de conjuntos de três a cinco células gigantes, associados a fêmeas do nematóide. Os conjuntos de células gigantes encontravam-se, geralmente, circundados por uma espessa região diferenciada, constituída por camadas de elementos condutores curtos e anômalos, quase sempre orientados no sentido radial às células gigantes. As células gigantes tinham aspecto semelhante àquele exibido por este tipo de células, quando induzidas em raízes. Devido à inexistência, em galhas da coroa, de um sistema vascular estruturado, foi interpretado que o nematóide, além de induzir a formação de células gigantes, provoca também o aparecimento da região condutora que envolve os conjuntos dessas células. A região condutora, provavelmente serve para carrear nutrientes do tecido da galha da coroa para as células gigantes. Sugere-se também que, tanto as células gigantes como a região condutora, são induzidas pelo nematóide, a partir de células da galha da coroa já modificadas pela ação da bactéria (células tumorais). M. inaognita desenvolveu-se bem, produzindo grande número de ootecas no interior de galhas da coroa induzidas por A. tumefaciens em plantas de chuchu. Foram também desenvolvidos dois sistemas de cultivo in vitro para Meloidogyne javanica (Treub. 1885) Chitwood, 1949. Produziram-se plantas inteiras e sistemas radiculares de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. 'Carioca') em frascos erlenmeyers de 125 ml, através da técnica de cultura de tecido, utilizando-se eixos embrionários como propágulos. Quando as plantas inteiras e os sistemas radiculares atingiram 15 dias de idade, foram inoculados com ovos axenizados de M. javanica e depois de 32 dias da inoculação, as galhas foram coletadas e preparadas para observações microscópicas. Para a obtenção das culturas in vitro de plantas inteiras e de apenas sistemas radiculares de feijoeiro, utilizaram-se culturas de embrião nos meios E2 e E, respectivamente. O meio E2 quando semeado com embrião de feijoeiro propicia a diferenciação total e perfeita da planta e o meio E proporciona a produção de calos e posterior morfogênese de raiz a partir de eixo embrionário dessa leguminosa. Não se observaram diferenças no desenvolvimento de M. javanica em raízes de plantas inteiras ou em apenas sistemas radiculares produzidos in vitro, mas o uso de sistemas radiculares oferece mais vantagens. Em ambos os substratos, as larvas do nematóide penetraram e induziram a formação de galhas e células gigantes. As galhas tornaram-se visíveis entre o quarto e o décimo dia após a inoculação. Cortes histológicos de galhas coletadas de raízes de plantas inteiras e das culturas de sistemas radiculares, preparados 32 dias após a inoculação dos ovos de M. javanica, revelaram a presença de fêmeas adultas bem desenvolvidas, células gigantes e massas de ovos. As células gigantes eram semelhantes àquelas induzidas por esse nematóide em raízes de feijoeiro desenvolvendo-se em solo. As culturas de sistemas radiculares infestadas pelo nematóide, desenvolveram-se por mais de 80 dias e as de plantas inteiras apresentaram crescimento muito vagaroso. As vantagens desses dois sistemas de cultivo de M. javanica quando comparados com o cultivo sobre raízes decepadas, são a formação de grande número de raízes e o pequeno risco de contaminação que oferecem.
Título en inglés
Not available
Palabras clave en inglés

Resumen en inglés
Seedlings of Sechium edule were inoculated with Agrobacterium tumefaciens and as soon the plants presented well developed crown galls, they were inoculated with Meloidogyne incognita. Three months later segments of crown galls were collected and proposed for histological examination for the purpose of studying biological aspects of the pIant-bacteria-nematode complex. Microscopic exams of crown gall sections showed a great number of giant cell sets (3 - 5) which were found associated with the female nematodes. The sets of giant cells were always found laying in a thick differentiated region formed of layers of short and malformed conducting elements almost always radially disposed to the giant cells. These giant cells had some similar characteristics as those exhibited by this type of cells when induced in roots. Due to the inexistence of any structured vascular system in the crown galls, it was interpreted that still more than inducing the formation of giant cells, the nematodes also promoted the appearance of the conducting region which involves groups of these cells. The conducting region probably aids in the transport of nutrients from the crown gall tissue to the giant cells. It is also suggested that the giant cells as well as the conducting region are induced by the nematode from crown gall cells already altered by bacterial action (the tumor cells). M. incognita established itself very well producing a large number of egg masses inside the crown galls induced by A. tumefaciens in the host plant. Two systems for rearing M. javanica were developed. Whole plants and root systems of beans (Phaseolus vulgaris 'Carioca’) were produced in erlenmeyer flasks (125 ml) from cell cultures obtained from embryo axis. When the plants and the root systems were 15 days old, they were inoculated with eggs of M. javanica and 32 days after inoculation, galls were collected and treated for histological observations. Embryo cultures in media E2 and E respectively were used for the in vitro obtention of whole plant and root cultures. When medium E2 is inoculated with the bean embryo, it causes a total and perfect differentiation of the plant and medium E brings about the production of callus and future root morphogenesis from the embryo axis of this legume. No differences in development of M. javanica were observed in either whole plants or roots alone produced in vitro, but the use of the root system is more advantageous. In both substrates the nematode larvae penetrated and induced gall and giant cell formation. Galls became visible between the forth and tenth day after inoculation. Histological sections of galls collected from the roots-of whole plants and root system cultures 32 days after inoculation with eggs of M. javanica revealed the presence of well developed adult females, giant cells and egg masses. The giant cells were similar to those induced by this nematode in bean roots growing in soil. The root system cultures infested by the nematode grew for more than 80 days and those from whole plants had a very retarded growth. The advantages of these two systems of M. javanica rearing are the production of a great number of roots and the minimum risk of contamination when compared to rearing of the nematode on excised roots.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-01-07
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.