• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1998.tde-20220208-004026
Document
Auteur
Nom complet
Marcos Virgilio Casagrande
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 1998
Directeur
Titre en portugais
Avaliação da incidência da doença e estimativa de danos ocasionados pelo carvão (Ustilago scitaminea Sydow) em variedades de cana-de-açúcar
Mots-clés en portugais
CANA-DE-AÇÚCAR
CARVÃO
DANOS
FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
INCIDÊNCIA DA DOENÇA
Resumé en portugais
O carvão da cana-de-açúcar, causado pelo fungo Ustilago scitaminea, é uma doença de fácil diagnóstico, devido à facilidade de observação de seu principal sinal, o chicote. Na maioria das regiões do mundo onde se cultiva a cana-de-açúcar, observa-se alternância de períodos de incidência epidêmica com outros onde a doença raramente é notada. De maneira geral, os surtos epidêmicos ocorrem quando as variedades de cultivo predominante apresentam suscetibilidade ao patógeno. Se por um lado o diagnóstico da doença é universal, o mesmo não ocorre com a quantificação de sua incidência que varia grandemente entre as instituições de pesquisa, dificultando o intercâmbio de informações. O mesmo é observado em relação aos estudos visando determinar a redução de produção provocada pela doença. Enquanto alguns autores apontam reduções da ordem de 100 %, outros afirmam que as mesmas inexistem ou são desprezíveis. Esta controvérsia explica o fato do carvão ser considerado a principal doença da cana- de-açúcar em diversos países, enquanto, em outros, sua importância é secundária. Neste sentido, o presente trabalho, propôs: a) comparar a evolução da doença em termos de perfilhos e touceiras doentes, estabelecendo qual a melhor variável para determinar o nível de resistência das variedades; b) avaliar a redução de produção que o carvão pode causar em variedades de cana-de- açúcar, devido à redução no peso das touceiras O experimento foi instalado com 18 variedades de cana-de-açúcar inoculadas artificialmente com o patógeno, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. Os levantamentos foram realizados durante quatro ciclos consecutivos da cultura. A incidência da doença foi avaliada em função das porcentagens acumuladas e não acumuladas de: perfilhes doentes por parcela, perfilhes doentes por touceira e touceiras doentes por parcela, além da porcentagem acumulada de touceiras mortas por parcela. A área sob a curva de progresso da doença (AUDPC) para as porcentagens acumuladas de: perfilhes doentes por parcela (PAPDP), perfilhes doentes por touceira (PAPDT) e touceiras doentes por parcela (PA TOP) foram relacionadas com o dano (Dano(%)) provocado pela doença. Os resultados demonstraram que a determinação da incidência da doença através da AUDPC da porcentagem acumulada de touceiras doentes por parcela (PA TOP) permitiu uma melhor separação das variedades em função de suas reações ao patógeno. Os valores de AUDPC determinados pelas porcentagens acumuladas de perfilhes doentes por parcela (PAPDP) e perfilhes doentes por touceira (PAPDT) foram similares ao longo dos ciclos, sendo sempre menores que os valores de PATDP. A redução no número de perfilhes industrializáveis foi o maior efeito provocado pelo carvão nas plantas infectadas. Foi possível estabelecer altas correlações entre PAPDP, PAPDT e PATDP e o dano provocado pela doença, quando as mesmas foram realizadas em função da AUDPC. Ao longo dos quatro ciclos da cultura, PA TOP foi a variável que apresentou os maiores valores de coeficiente de determinação (R2). Embora a reação .ao carvão seja uma característica varietal, de maneira geral ocorreu uma redução no peso das touceiras de 0,86% para cada 1% de AUDPC para touceiras afetadas nos quatro ciclos da cultura. Devido à melhor separação das variedades em função de sua reação ao carvão, à melhor correlação com o dano provocado pelo patógeno e à diminuição na mão de obra empregada durante os levantamentos, a incidência de carvão em clones e variedades de cana-de-açúcar deve ser quantificada por avaliações de porcentagem de plantas doentes.
Titre en anglais
Disease incidence assessment and damage estimation due to smut (Ustilago scitaminea Sydow) in sugarcane varieties
Resumé en anglais
Sugarcane smut disease caused by the fungus Ustilago scitaminea Sydow is a ailment relatively easy to diagnostic due to the unequivocal observation of its main symptom, the whip. ln most regions of the world where sugarcane is grown a regular alternation of the disease is observed with periods of epidemie incidence and periods where the infected plants are rarely seen. ln most cases the epidemie incidence occurs when the predominant cultivated varieties are susceptible to the pathogen. While the disease diagnostic is adopted extensively, the assessment of the incidence is not. A considerable variability of the disease reported among the research institutions exists, and this fact restrain the interchange of results. The sarne is observed in studies to determinate the yield reduction on account of the disease. While some authors related up to 100% of reduction in production, others warrant that the sarne are not real or insignificant. This controversial fact explains why smut is considered the principal sugarcane disease in many countries, while in others, its value is secondary. Consequently, the present paper proposed: a) to compare the disease evolution by diseased stalks and stools, to establish the best variable to determinate the varieties level resistance; b) to evaluate the yield reduction by smut in sugarcane varieties due to the stools reduction weight. The experiment was installed using eighteen sugarcane varieties that were inoculated artificially with the pathogen in delineated hazard blocks with four replications. The assessment was accomplished throughout four consecutive cultura cultivation cycles. The disease incidence was evaluated by examining the percentage of accumulated and non accumulated of: diseased stalks per plot, diseased stalks per stool and diseased stools per plot, besides the accumulated percentage of dead stools per plot. The areas under disease progress curves (AUOPC) to the accumulated percentage of diseased stalks per plot (PAPOP), diseased stalks per stool (PAPOT) and diseased stools per plot (PA TOP) were related with the damage due to the disease. The results showed that the disease incidence determination by AUDPC of accumulated percentage of diseased stools per plot (PATDP) permitted a better separation of the varieties according to individual pathogen reaction. The AUOPC values established by the accumulated percentages of diseased stalks per plot (PAPDP) and the diseased stalks per stool (PAPOT) were similar during the four cycles, although always smaller than that of the PA TOP values. The reduction in the number of useful stalks was the major effect caused by smut in the infected plants. lt was possible to established high correlation among PAPDP, PAPOT and PATOP and the damage caused by the disease, when they were determined in function of the AUOPC. Throughout four cultivation cycles, PA TOP was the variable that showed higher determination coefficient value (R2)related to damage, in the rang of 0.97 and 0.99. Considering data such as, better variety classification according to the smut reaction, better correlation with the damage caused by the pathogen and the reduction man work employed during the assessments, smut incidence in sugarcane varieties and clones should be quantified by evaluations of the percentage of diseased plants.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2022-02-08
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2022. Tous droits réservés.