• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
10.11606/T.11.2009.tde-01112011-101837
Document
Author
Full name
Silvana Bortoleto
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 2009
Supervisor
Committee
Lima, Ana Maria Liner Pereira (President)
Demetrio, Valdemar Antonio
Laschi, Denise
Rocha, Yuri Tavares
Silva Filho, Demóstenes Ferreira da
Title in Portuguese
Análise da arborização urbana da Estância de Águas de São Pedro-SP
Keywords in Portuguese
Águas de São Pedro
Arborização
Espaços verdes
Planejamento territorial urbano.
Abstract in Portuguese
Este trabalho teve como objetivo analisar a arborização urbana da Estância Turística de Águas de São Pedro-SP, visando obter uma série de informações que possibilitassem o planejamento de uma cidade com mais qualidade ambiental, mais qualidade de vida para seus habitantes e que se mostrasse mais atrativa aos turistas. Primeiramente, buscou-se quantificar a percepção dos residentes em relação à arborização urbana e ao meio ambiente; para tanto, foram aplicadas 330 entrevistas. Concluiu-se que a maioria da população se referiu à necessidade de melhorias nos parques, nas praças e na arborização urbana, além de apontar problemas ambientais na Estância. Ficando evidente a necessidade de um plano de gestão, que leve em consideração as indicações da opinião pública e os fatores técnicos. Em uma segunda etapa, foi analisado o histórico da formação da cidade e levantadas as condições atuais das praças, dos parques, dos espaços livres e das áreas de preservação permanente. Obtiveram-se os seguintes resultados: a) a cidade possui duas praças e apenas uma é utilizada pela população; b) em relação aos parques, um deles é privado e outros três são de domínio público; destes, um atrai um alto número de freqüentadores e os outros dois são subutilizados. Sugerem-se, então, várias intervenções, que possibilitariam um aumento das atrações turísticas; c) em relação aos espaços livres, não obstante a cidade possuir dois espaços para atrações públicas, a população reclama da falta de lazer. A cidade, além destes, possui mais cinco espaços livres, configurados no projeto de urbanização de uma cidade jardim, mas que ainda não receberam tratamento paisagístico; a maioria se encontra em estado de abandono, sendo um deles propício para a implantação de um parque destinado à recreação infantil, tão desejado pela população, e d) em relação às áreas de preservação permanente, estas se encontram em estado precário e abandonadas, necessitando de intervenções urgentes tanto no uso e ocupação do solo, como em ações de reflorestamento e de tratamento de esgoto. Conclui-se que somente a concepção de um bom projeto urbanístico não garante qualidade ambiental e qualidade de vida aos habitantes de uma cidade; faz-se necessário um planejamento contínuo, que englobe as etapas de concepção, implantação, manutenção e gestão. Na terceira etapa, fez-se uso de videografia aérea multiespectral de alta resolução, obtendo-se a área dos espaços livres, de cobertura de copa, entre outros. Pôde-se concluir, que a técnica foi adequada para a diferenciação dos alvos urbanos e que a cidade possui espaços livres configurados no plano urbanístico de uma cidade jardim, que não estão sendo utilizados, comprometendo a concepção do projeto, acarretando em perdas ambientais, de qualidade de vida e potencial turístico. Constatou-se que o município não tem uma Secretaria do Meio Ambiente, o que reforça a necessidade de sua criação, com ações direcionadas no sentido da construção de parques, reformulações nos espaços livres, plantios de árvores nas áreas indicadas, reflorestamentos, tratamento de esgoto, reciclagem do lixo e eliminação/redução da poluição sonora, do ar, das águas e visual.
Title in English
Urban forestry analysis of the city of Águas de São Pedro-SP
Keywords in English
Urban forestry
Urban planning
Videography
Abstract in English
This paper goal was to analyze urban forestry in the city of Águas de São Pedro-SP, aiming to obtain important information that allows planning of a city with better environmental quality, more life quality to its inhabitants and more attractive to the tourists. Firstly, it was quantified inhabitants opinion about city urban forestry and environment. To do so, 330 people were interviewed. Most of the people cited the need of improvements in the parks, squares and city urban forestry but also pointed out environmental problems in the city. It is clear the necessity of a management plan that takes into account public opinion and technical factors. Secondly, it was analyzed the city conception and formation history and levantadas the current conditions of squares, parks, open spaces and permanent protection areas. The results were the following: a) the city has only two squares but only one is used by the population; b) about parks, one of them is private and the other three are public. From the public ones, one is highly frequented and the other two are underused. Some changes in the parks are suggested to increase the number of visitors; c) about open spaces, despite the fact the city has two dedicated areas for public events, the population complains about the few choices for entertainment in these places. The city has another five open spaces, designed in the so called garden-city urbanization project, but none of them has any landscaping treatment. Most of them is abandoned, but one is appropriate to install a park meant for children recreation, hardly wished by the population, and d) about permanent protection areas, are found in bad shape and abandoned, needing urgent actions, from reforesting to wastewater treatment. It can be stated that only a good urban project does not guarantee life and environment quality to the population, being necessary a continuous urban environment planning that includes conception, implementation, maintenance and management. Thirdly, it was used high resolution multispectra air videography, obtaining the open spaces area, trees canopy, among others. This technique was adequate to distinguish between different targets urban and to show that the city has open spaces designed in the garden-city concept that are not used. This leads to environmental, life quality and touristy potential losses. The city does not have an Environment Department, thus reinforcing the need to create one with actions towards the construction of parks, open spaces reformulation, trees planting in certain areas, reforesting, effluent treatment, waste recycling and elimination/reduction of sound, air, water and visual pollution.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Silvana_Bortoleto.pdf (4.81 Mbytes)
Publishing Date
2012-01-06
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.