• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2014.tde-03062014-144026
Documento
Autor
Nome completo
Flávio Eduardo Botelhos Obara
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2014
Orientador
Banca examinadora
Christoffoleti, Pedro Jacob (Presidente)
Carbonari, Caio Antonio
Victoria Filho, Ricardo
Título em português
Atributos do solo, presença de palha e estádio de desenvolvimento da cana-de-açúcar na aplicação, afetando a eficácia e seletividade dos herbicidas imazapic e imazapyr
Palavras-chave em português
Controle
Fitotoxidade
Lixiviação
Palha
Residual
Resumo em português
As soqueiras de cana-de-açúcar (Saccharum spp.) são colhidas anualmente, momento em que são expostas a uma grande interferência negativa interespecífica das plantas daninhas, sendo essencial o manejo destas plantas para obtenção de uma produtivade economicamente rentável da cultura. Comumente este controle é feito com a aplicação de herbicidas residuais em condições de pré ou pós-plantio através da recomendação de acordo com a infestação local. Apesar da existência de várias opções de controle químico de plantas daninhas em pré-emergência na cultura da cana-de-açúcar, novas opções de formulaçõoes de herbicidas são necessárias. Sendo assim, esta pesquisa teve o objetivo de estudar uma nova associação de moléculas, imazapic e imazapyr, para o controle das plantas daninhas em cana-de-açúcar, através da avaliação da influência de parâmetros de solo e culturais, na eficácia de controle de plantas daninhas e seletividade para a cultura. Para este propóstito foram conduzidos experimentos em condições de campo e casa de vegetação. Em condições de campo, em agosto de 2012 foram instalados experimentos em áreas de solos arenoso e argiloso com e sem palhada, para avaliação da eficácia da associação de imazapic e imazapyr no controle de plantas daninhas e da seletividade à cultura, no qual as menores doses testadas de (imazapic + imazapyr), em todas as situações continuaram eficientes no controle da comunidade infestante até 120 dias após a aplicação, equiparando estatisticamente aos tratamentos com maiores doses, aos tratamentos associados ao tebuthiuron e aos padrões, com a ausência de sintomas fitotóxicos nas variedades. Para avaliação da fitotoxidade foram instalados três experimentos durante o mês de novembro de 2012 sobre soqueira de 2º corte, nos quais foram feitas aplicações do (imazapic + imazapyr) isolado e associados a outros herbicidas nos estádios de pré-emergência total, pós-inicial e pós-tardia da cultura, sendo possível observar a seletividade quando aplicada a dose (80,25 + 26,25 g imazapic + imazapyr ha-1) na modalidade de pré-emergência, como também quando associada ao tebuthiuron, metribuzin e clomazone. Foram realizados estudos em casa de vegetação para avaliação de características do herbicida quanto à capacidade de lixiviação pela palha em relação à precipitação, quanto ao período residual durante época seca, quanto à lixiviação do herbicida da superfície às diferentes camadas de solo, e quanto ao controle de espécies daninhas em diferentes texturas de solo. Volumes de 10 e 20 mm de água foram suficientes para promover a transposição do herbicida sobre a camada de palha em solo argiloso e médio-arenoso, respectivamente, apresentando atividade do (imazapic + imazapyr) no controle do bioindicador mesmo após 120 dias sem irrigação após a aplicação do herbicida, quando aplicado sobre a palha ou sobre o solo. A presença do herbicida foi observada até a camada 10-20 cm de profundidade, pelos índices de controle do bioindicador resultantes da lixiviação, e do efeito residual em solo arenoso e argiloso aos 75 e 90 dias após a aplicação, sendo de um modo geral as associações (imazapic + imazapyr) + clomazone e (imazapic + imazapyr) + tebuthiuron foram as mais eficientes no controle das espécies daninhas estudadas.
Título em inglês
Soil properties, crop residue and sugarcane growth stage on imazapic and imazapyr efficacy and selectivity
Palavras-chave em inglês
Control
Crop residue
Leaching
Phytotoxicity
Residual
Resumo em inglês
The weed management is essential in sugarcane crop. After the harvest, sugarcane ratoons are exposed to interspecific weed competition, and its control usually is done with residual herbicides in pre or post-planting according to the local infestation. Although there are several options for weed chemical control inn sugar cane, new options of formulations are needed. Thus, this research aimed to study the imazapic and imazapyr association through the evaluation of soil parameters influence, the efficacy of weed control and selectivity for the sugar cane. For this purpose field and greenhouse experiments were conducted. In August 2012, field experiments were conducted in sandy and clay soils areas, with and without crop residues to evaluate the effectiveness of imazapic + imazapyr on weed control and selectivity to sugarcane, in which the lower doses tested of imazapic + imazapyr were enough to control the weeds until 120 day after application equating to higher doses in association to tebuthiuron and standard treatments, without phytotoxic symptons in the studied varieties. To evaluate the phytotoxicity, three experiments were installed in november 2012 on second ratoon, Imazapic + imazapyr was selective when applied at 80.25 + 26.25 g ha-1 in pre-emergence, as well as associated with tebuthiuron, metribuzin and clomazone. In early post-emergence, selectivity was noted when applied at 80.25 + 26.25 g imazapic + imazapyr ha-1, as by the association of this rate with the herbicides clomazone and isoxaflutole. However, the application in late post-emergence proved to be non-selective for any use of the association of the herbicides imazapic + imazapyr. Other studies were conducted in a greenhouse to evaluate the the herbicide association ability to leach the straw in relation to rainfall volume, the residual period during the dry season, the herbicide leaching from the surface into different layers of soil as the weed species control in different soil textures. Simulated rainfall volumes from 10 to 20 mm were sufficient to promote herbicide transposition through the straw to clay and mediumsandy soil, respectively. Imazapic + imazapyr effects on bio-indicator showed that even after 120 days of drought conditions after application, when applied on straw or to the soil. Imazapic + imazapyr were able to leach in the sandy and clay soils up to 10-20 cm deep layer, and residual effect at 75 and 90 days after application in sandy and clay soil. Generally, better weed control levels were obtained by the association of imazapic, imazapyr and clomazone, and imazapic, imazapyr and tebuthiuron.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-06-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.