• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2016.tde-04102016-182958
Documento
Autor
Nome completo
Lucas Elache Rosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2016
Orientador
Banca examinadora
Christoffoleti, Pedro Jacob (Presidente)
Ovejero, Ramiro Fernando Lopez
Victoria Filho, Ricardo
Título em português
Aspectos da biologia, suscetibilidade diferencial e eficácia de herbicidas alternativos ao glyphosate no manejo de populações de capim-pé-de-galinha (Eleusine indica L. Gaertn.)
Palavras-chave em português
Controle químico
Curva de crescimento
Dose-resposta
Planta daninha
Resumo em português
Nos últimos anos, em áreas de produção de culturas transgênicas resistentes ao glyphosate, falhas no controle do capim-pé-de-galinha (Eleusine indica) são cada vez mais frequentes, estando provavelmente relacionadas ao uso indiscriminado do glyphosate e ao consequente aumento da pressão de seleção de biótipos de plantas daninhas resistentes a esse herbicida. Este trabalho teve como objetivo comparar a suscetibilidade de quatro populações de capim-pé-de-galinha ao herbicida glyphosate em diferentes estádios de desenvolvimento, bem como estudar a eficácia de herbicidas alternativos ao glyphosate no controle de plantas desta espécie na pré e pós-emergência das mesmas. Também foi objetivo deste trabalho estudar aspectos da biologia, tais como: crescimento, número de sementes produzidas por uma planta e influência da escarificação mecânica sobre a germinação do capim-pé-de- galinha. Foi verificado que existem diferenças na suscetibilidade das populações ao glyphosate, no qual a população denominada EIR2 proveniente de Primavera do Leste - MT foi a que necessitou de maiores doses para ser controlada, sendo caracterizada como um caso de resistência de nível baixo, pois a dose máxima de bula recomendada para a espécie é capaz de controlar todas as populações do estudo. Os herbicidas mais indicados para o controle de capim-pé-de-galinha na pré-emergência foram o flumioxazin, sulfentrazone, clomazone e trifluralina, apresentando maiores níveis de controle e efeito residual mais prolongado. O controle do capim-pé-de-galinha na pós-emergência inicial (2 a 3 perfilhos) e no estádio intermediário (6 a 8 perfilhos) foi eficiente com todos os herbicidas testados. No estádio mais avançado (10 a 12 perfilhos) o herbicida sethoxydim não controlou nenhuma das populações, não sendo indicado para plantas com mais de 6 perfilhos. Foram identificadas diferenças significativas entre o controle das populações com os inibidores da ACCase, sendo necessários outros estudos para confirmação da resistência a esses herbicidas. O capim-pé-de-galinha apresentou de maneira geral elevado acúmulo de matéria seca total, sendo considerado altamente competitivo. Foram encontradas diferenças entre o crescimento das populações, não havendo relação com a suscetibilidade diferencial ao glyphosate existente entre as mesmas. O perfilhamento iniciou-se aos 28 dias após a emergência (DAE), com um pico de crescimento dos 42 aos 63 DAE quando as plantas atingiram o ápice do acúmulo foliar e matéria seca, entrando posteriormente na senescência. O florescimento iniciou-se entre 42 e 49 DAE e perdurou até os 63 DAE. Uma planta da espécie Eleusine indica produziu em média 45000 sementes e não foram encontradas diferenças significativas na produção de sementes entre as populações. A escarificação mecânica das sementes acelerou o processo de germinação e aumentou a germinação final das populações de capim-pé-de-galinha. O mecanismo que confere a dormência física das sementes de capim-pé-de-galinha está relacionado com a impermeabilidade do tegumento.
Título em inglês
Biology aspects, differential susceptibility and efficacy of alternative herbicides to glyphosate in the management of goosegrass populations (Eleusine indica L. Gaertn.)
Palavras-chave em inglês
Chemical control
Dose-response
Growth curve
Weed
Resumo em inglês
Lately, in the areas of production of transgenic crops resistant to glyphosate failures in control of goosegrass has been reported frequently, probably by an intense using of glyphosate and consequent increasing in selection pressure of weeds resistant to glyphosate. For this reason this work was carried out in order to compare the susceptibility of four goosegrass populations to glyphosate in different stages of development, as well as studying the effectiveness of alternative herbicides to glyphosate in the control of such species in pre and post-emergence. It was also a goal of this work study biological aspects, such as growth, weed number produced by a plant and influence of mechanical scarification on the germination of the goosegrass. It was found that there are differences in the susceptibility of populations to glyphosate, in which EIR2 population from Primavera do Leste - MT was the one that required higher doses to be controlled, being characterized as a case of low-level resistance because of the maximum recommended dose is able to control all the populations studied. Herbicides the most suitable to control pre-emergence were flumioxazin, sulfentrazone, clomazone and trifluralin, with high levels of control were used a longer residual effect. The control of goosegrass in the early post-emergence (2-3 tillers) and the intermediate stage (6-8 tillers) was efficient with all the tested herbicides. In the most advanced stage (10 to 12 tillers) the herbicide sethoxydim did not control any of populations, was not were used suitable for plants with more than 6 tillers. Remarkable differences were identified between the control of populations with ACCase inhibitors. Other studies are necessary to confirm the resistance to these herbicides. The goosegrass showed high accumulation of total dry matter, being considered highly competitive. Some differences were found among the growth of the populations, with no relation to the differential susceptibility to glyphosate existing between them. The tillering began at 28 days after emergence (DAE), with a growth between of 42 to 63 DAE when the plants reached the apex of the leaf and dry matter accumulation, later entering senescence. The flowering started between 42 and 49 DAE and lasted until 63 DAE. A plant of Eleusine indica produced on average 45 000 seeds and there were no important differences between seed production among populations. Mechanical scarification of seeds accelerated the germination and increased the final germination populations of goosegrass. The mechanism that confers the physical dormancy of goosegrass seeds is related to the impermeability of the integument.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Lucas_Elache_Rosa.pdf (777.88 Kbytes)
Data de Publicação
2016-10-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.