• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Zucolotto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2019
Orientador
Banca examinadora
Melo, Paulo Cesar Tavares de (Presidente)
Feltran, Jose Carlos
Lopes, Carlos Alberto
Piotto, Fernando Angelo
Título em português
Influência do sistema de produção de batata na supressividade do solo à murcha bacteriana
Palavras-chave em português
Ralstonia solanacearum
Sistemas alternativos
Solanaceae
Resumo em português
A cultura da batata (Solanum tuberosum L.) é a terceira fonte principal de alimento humano do mundo, posteriormente ao trigo e arroz. No Brasil, é a olerícola com maior área plantada e gera cerca de 160 mil empregos diretos e indiretos. A batateira é afetada por doenças transmitidas por patogénos do solo, ocasionando a migração da cultura para áreas nunca cultivadas ou sem o plantio de Solanaceae de dois a cinco anos consecutivos. A murcha bacteriana, causada pelo complexo de bactérias da Ralstonia spp., é uma das principais doenças que afetam a cultura da batata no mundo. No Brasil, o sistema convencional de produção de batata, adotado em quase totalidade nacional, gera condições ambientais ideias para a proliferação e desenvolvimento do complexo da Ralstonia ssp.. Dessa forma, precisam ser estudados sistemas alternativos de produção que reduzam a incidência de murcha bacteriana e cessem a migração contínua da cultura da batata. O aumento da biodiversidade e abundância dos microrganismos no solo é capaz de suprimir a ação dos patógenos nativos do solo. Para isso, são necessárias práticas de manejo que aumentem ou mantenham a matéria orgânica do solo, como a rotação e sucessão de culturas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade supressiva do solo à murcha bacteriana nos sistemas alternativos de produção de batata, Paces e orgânico, em comparação ao sistema convencional, sistema não-perturbado sob vegetação natural e solo esterilizado. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com três repetições, em esquema fatorial 4 x 4 + 1; o primeiro fator representou os solos sob diferentes sistemas de produção, enquanto o segundo correspondeu às doses de 0,25, 50 e 75% de solo contaminado com R. solanacearum adicionadas a cada tratamento. O tratamento adicional constituiu-se do solo do sistema convencional com alta incidência de R. solanacearum. Concluiu-se que a dose de 75% foi a que melhor representou a capacidade supressiva do solo à murcha bacteriana para todos os tratamentos. Nessa dose, as maiores incidências de plantas com sintomas de murcha foram para os solos autoclavado e convencional, que não diferiram entre si. O Sistema Paces, dentre todos os estudados, foi o que apresentou maior potencial de supressividade do solo à murcha bacteriana na batateira.
Título em inglês
Influence of the potato production system on soil suppressiveness to bacterial wilt
Palavras-chave em inglês
Ralstonia solanacearum
Alternative systems
Solanaceae
Resumo em inglês
The potato crop (Solanum tuberosum L.) is the third most important source of human food in the world, after wheat and rice. In Brazil, it is the vegetable with largest area of growing and generates about 160 thousand direct and indirect jobs. The potato is affected by diseases transmitted by soil pathogens, causing the migration of the crop to areas never cultivated or without Solanaceaes from two to five consecutive years. The bacterial complex of Ralstonia spp., is one of the major diseases affecting the potato culture in the world. In Brazil, the conventional system of potato production, adopted in almost national conditions, promotes environmental conditions for the proliferation and development of the Ralstonia ssp. complex. In this way, alternative systems of production that reduce the incidence of bacterial wilt and decrease the intensity of the culture should be studied. Increased biodiversity and abundance of microorganisms in the soil is capable of suppressing an action of native soil pathogens. For this, management practices are applied that increase or decrease the production of soil extracts and of expression in bacteria in the alternative systems of production of potatoes, Paces and organic, were compared to conventional, unperturbed system in natural vegetation and sterilized soil. The experimental design was a randomized block design with three replications, in a 4 x 4 + 1 factorial scheme, the first factor represented the soils under different systems of production, while the second corresponded to the doses of 0.25, 50 and 75% of soil contaminated with R. solanacearum added to each action. The additional was conventional soil with high incidence of R. solanacearum. It was concluded that a dose of 75% was the one that best represented a suppressiveness capacity of the soil to bacterial wilt in all the treatments, to the extent that the incidence of plants with wilt were for the treatments of autoclaved and conventional soil, that did not differ each other. The Paces System, was the one that had the greater potential of soil suppressiveness to the bacterial wilt in the potato.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Juliana_Zucolotto.pdf (1.70 Mbytes)
Data de Publicação
2019-09-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.