• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ana Ligia Giraldeli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2019
Orientador
Banca examinadora
Victoria Filho, Ricardo (Presidente)
Favarin, José Laercio
Carbonari, Caio Antonio
Monquero, Patrícia Andréa
Título em português
Manejo de Cyperus rotundus L. em cana-de-açúcar no sistema de mudas pré-brotadas (MPB)
Palavras-chave em português
Saccharum spp.
Controle
Herbicida
Interferência
Mato-competição
Seletividade
Tiririca
Resumo em português
A cultura da cana-de-açúcar passou por diversas alterações no cenário de manejo de plantas daninhas. Mais recentemente o sistema de plantio de cana-de-açúcar foi diversificado, podendo ser realizado com mudas pré-brotadas (MPB). O manejo de plantas daninhas está em constante mudança, devido à alteração da flora infestante, entretanto, a espécie Cyperus rotundus L. se destaca por aparecer em todos os momentos, devido a dificuldade de controle. Assim, objetivou-se com este estudo: A) Determinar o PAI (Período Anterior à Interferência), o PCPI (Período Crítico de Prevenção à Interferência) e o PTPI (Período Total de Prevenção à Interferência) em cana-de-açúcar plantada por meio de MPB; B) Avaliar o controle químico de plantas daninhas em MPB, com herbicidas utilizados para o manejo de C. rotundus; C) Avaliar o crescimento inicial de MPB após a aplicação de herbicidas utilizados para o manejo de C. rotundus; D) Avaliar o controle e a viabilidade de tubérculos de C. rotundus sob aplicação de herbicidas. Para todos os experimentos foi utilizada a cultivar de cana-de-açúcar IACSP95-5000. Para a determinação dos períodos críticos foi conduzido experimento em campo, no delineamento em blocos ao acaso, com 14 tratamentos e três repetições. Os tratamentos foram compostos por sete períodos de convivência e por sete períodos de controle das plantas daninhas: 0 - 30, 0 - 60, 0 - 90, 0 - 120, 0 - 150, 0 - 210 e 0 - 240 dias após o plantio (DAP). Foram realizadas avaliações de altura, diâmetro, número de perfilhos, peso de dez colmos e produtividade. O experimento de controle foi realizado em campo, no delineamento em blocos ao acaso, com dez tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos correspoderam a aplicação de sulfentrazone (800 g i.a. ha-1), diclosulam (193,17 g i.a. ha-1), imazapic (133 g i.a. ha-1) e imazapyr (500 g e.a. ha-1) em pré-plantio (um dia antes do plantio) e, halosulfuron (112,5 g i.a. ha-1), ethoxysulfuron (135 g i.a. ha-1), MSMA (1.975 g i.a. ha-1) e 2,4-D (1.340 g e.a. ha-1) em pós-plantio (30 DAP), além de dois tratamentos controle (com e sem capina). Foram realizadas avaliações de altura, diâmetro, número de perfilhos, controle, sintomas de injúria e produtividade. O experimento de crescimento inicial de MPB foi realizado em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado, com nove tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos corresponderam aos herbicidas aplicados em pré-plantio: sulfentrazone (200; 400; 800; 1.600 e 3.200 g i.a. ha-1), diclosulam (48,3; 96,6; 193,17; 386,34 e 772,68 g i.a. ha-1), imazapic (33,25; 66,5; 133; 266 e 532 g i.a. ha-1) e imazapyr (125; 250; 500; 1.000 e 2.000 g e.a. ha-1) e, pós-plantio: ethoxysulfuron (33,75; 67,5; 135; 270 e 540 g i.a. ha-1), halosulfuron (28,125; 56,25; 112,5; 225 e 450 g i.a. ha-1), 2,4-D (335; 670; 1.340; 2.680 e 5.360 g e.a. ha-1) e MSMA (493,75; 987,5; 1.975; 3.950 e 7.900 g i.a. ha-1), mais um tratamento controle. Foram avaliados os sintomas de injúria, altura, diâmetro, número de perfilhos, clorofila A, B e total, área foliar, massa seca da parte aérea e de raízes. O experimento de viabilidade de tubérculos foi realizado em casa de vegetação em delineamento inteiramente casualizado, com nove tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram compostos pelos herbicidas aplicados em pré-emergência: 9 sulfentrazone (800 g i.a. ha-1), diclosulam (193,17 g i.a. ha-1), imazapic (133 g i.a. ha-1) e imazapyr (500 g e.a. ha-1) e em pós-emergência: halosulfuron (112,5 g i.a. ha-1), ethoxysulfuron (135 g i.a. ha-1), MSMA (1.975 g i.a. ha-1) e 2,4-D (1.340 g e.a. ha-1), mais um tratamento controle. Foram avaliados controle e viabilidade de tubérculos. O PAI, PCPI e PTPI foram de 26,26 - 68 e 68 dias, respectivamente. Os herbicidas em pré-plantio proporcionaram os melhores controles até 60 DAP. Entretanto, o diclosulam, imazapic e imazapyr provocaram sintomas de injúria graves reduzindo a produtividade. Os herbicidas de pós-plantio propiciaram sintomas de injúria leves, entretanto no experimento de campo os tratamentos resultaram em queda de produtividade devido ao baixo controle das plantas daninhas. A maior redução na viabilidade de tubérculos foi observada para sulfentrazone, imazapic, halosulfuron, ethoxysulfuron e MSMA. Os herbicidas isolados não foram eficazes para garantir o controle das plantas daninhas até 68 DAP. O correto posicionamento dos herbicidas é necessário para evitar danos severos à cultura.
Título em inglês
Management of Cyperus rotundus L. in pre-sprouted seedlings (PSS) of sugarcane system
Palavras-chave em inglês
Saccharum spp.
Control
Herbicide
Interference
Purple nutsedge
Selectivity
Weed competition
Resumo em inglês
The sugarcane crop underwent several changes in the weed management scenario. Recently the sugarcane planting system was diversified, being able to be realized with pre-sprouted seedlings (PSS) of sugarcane. Weed management is constantly changing, due to the change in weed flora; however, Cyperus rotundus L. stands out because it appears at all times, due to the difficulty of control. The aim of this study was determine: A) the PPI (Period Prior to Interference), CPIP (Critical Period of Interference Prevention) and TPIP (Total Period of Interference Prevention) in sugarcane in the PSS system; B) Evaluate the chemical control of weeds in PSS with herbicides used for the management of C. rotundus; C) To evaluate the initial growth of PSS of sugarcane after the application of herbicides used for the management of C. rotundus; D) Evaluate the control and viability of C. rotundus tubers under herbicide treatment. For all experiments the sugarcane cultivars used was IACSP95-5000. To determine the critical periods, a field experiment was carried out in a randomized block design with fourteen treatments and three replications. The treatments were composed of seven coexistence periods and seven weed control periods: 0 - 30, 0 - 60, 0 - 90, 0 - 120, 0 - 150, 0 - 210 and 0 - 240 days after planting (DAP). Were evaluated height, diameter, number of tillers, weight of ten stalks and yield. Control experiment was carried out in the field too, in a randomized block design, with ten treatments and four replications. The treatments application corresponding to the herbicides sulfentrazone (800 g a.i. ha-1), diclosulam (193.17 g a.i. ha-1), imazapic (133 g a.i. ha-1) e imazapyr (500 g a.e. ha-1) in pre-planting (um dia antes do plantio) and, halosulfuron (112.5 g a.i. ha-1), ethoxysulfuron (135 g a.i. ha-1), MSMA (1,975 g a.i. ha-1) and 2,4-D (1,340 g a.e. ha-1) in post-planting (30 DAP), and two control treatments (with and without weeding). In the control experiment were evaluated height, diameter, number of tillers, control, symptoms of injury and yield. The experiment of initial growth of PSS was performed in greenhouse, in a completely randomized design, with nine treatments and four replications. The treatments corresponded to the herbicides applied in pre-planting: sulfentrazone (200; 400; 800; 1,600 and 3,200 g a.i. ha-1), diclosulam (48.3; 96.6; 193.17; 386.34 and 772.68 g a.i. ha-1), imazapic (33.25; 66.5; 133; 266 and 532 g a.i. ha-1) and imazapyr (125; 250; 500; 1,000 and 2,000 g a.e. ha-1) and post-planting: ethoxysulfuron (33.75; 67.5; 135; 270 and 540 g a.i. ha-1), halosulfuron (28.125; 56.25; 112.5; 225 and 450 g a.i. ha-1), 2,4-D (335; 670; 1,340; 2,680 and 5,360 g a.e. ha-1) e MSMA (493.75; 987.5; 1,975; 3,950 and 7,900 g a.i. ha-1), plus one control treatment. Were evaluated symptoms of injury, height, diameter, number of tillers, chlorophyll A, B and total, leaf area, shoots and roots dry mass. The C. rotundus tubers viability experiment was carried out in a greenhouse in a completely randomized design, with nine treatments and four replications. The treatments were composed by herbicides applied in pre- emergence: sulfentrazone (800 g a.i. ha-1), diclosulam (193.17 g a.i. ha-1), imazapic (133 g a.i. ha-1) and imazapyr (500 g a.e. ha-1), and post-emergence: halosulfuron (112.5 g a.i. ha-1), ethoxysulfuron (135 g a.i. ha-1), MSMA (1,975 g a.i. ha-1) e 2,4- 11 D (1,340 g a.e. ha-1), plus one control treatment. Were evaluated control and viability of tubers. The results showing that PPI, CPIP and TPIP were 26, 26 - 68 and 68 days, respectively. Pre-planting herbicides provided better controls up to 60 DAP, however, diclosulam, imazapic and imazapyr caused severe injury symptoms reducing yield. Post-planting herbicides were considered selective, however in the field experiment the treatments resulted in a decrease of yield due to low weed control. The lowest viability of tubers was caused by sulfentrazone, imazapic, halosulfuron, ethoxysulfuron and MSMA. The isolated herbicides were not effective to ensure control of weeds up to 68 DAP. The correct herbicides setting is necessary to avoid damage to the crop.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.