• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2008.tde-15072008-143011
Documento
Autor
Nome completo
Roberta Pierry Uzzo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2008
Orientador
Banca examinadora
Bernardes, Marcos Silveira (Presidente)
Lima, Ana Maria Liner Pereira
Matthes, Luiz Antonio Ferraz
Modolo, Valéria Aparecida
Scarpare Filho, João Alexio
Título em português
Resposta fisiológica e anatômica do açaizeiro e da palmeira real australiana ao sombreamento
Palavras-chave em português
Açaí
Fisiologia vegetal
Histologia vegetal
Palmeira
Sombreamento.
Resumo em português
O presente trabalho envolve duas espécies de palmeiras produtoras de palmito comestível: o açaí (Euterpe oleracea) e a palmeira real australiana (Archontophoenix alexandrae) tendo por objetivo: medir os caracteres agronômicos, mensurar os caracteres fisiológicos em 3 ambientes de luminosidade, estudar a anatomia dos palmiteiros e avaliar o comportamento das duas espécies em vista de direcionar o produtor, em qual melhor ambiente luminoso deve-se plantar os palmiteiros. A hipótese assumida foi: o crescimento e desenvolvimento em condições de radiação diferente, acarretam em modificações fisiológicas e anatômicas que afetam o desempenho dos palmiteiros e sua produção. O experimento foi realizado em dois locais: Piracicaba (22o42'11" latitude Sul e 47o38'09" longitude Oeste, altitude 531 m), onde estava cultivado o açaí e em Pirassununga (latitude 21º59'46" Sul, longitude 47º25'33" Oeste, e altitude 627 m), onde se encontrava a palmeira real australiana, nos dois cultivos as plantas se encontravam com 36 meses de plantio a campo, estabeleceu-se 3 tratamentos: Pleno sol (PS), Meia sombra (MS) e Sombra (S), onde foram realizadas duas medições nos quais foram avaliados: caracteres agronômicos e fisiológicos, obtidos através do IRGA. Para esses caracteres uma análise preliminar dos dados foi desenvolvida para caracterizar a população amostrada. Calculou-se a média, o desvio padrão, o coeficiente de variação e os valores máximo e mínimo. Empregou-se o teste de Tukey adotando-se nível de 5 % de probabilidade. As análises foram complementadas com o estudo de correlações lineares, além das análises histológica e ultraestrutural, o delineamento empregado foi o inteiramente casualizado. Nos resultados observados em açaí, para o caráter diâmetro tanto o valor do diâmetro da mãe, como nos seus perfilhos (1, 2 e 3), o ambiente MS se mostrou mais adequado para a obtenção de um diâmetro maior. O número de perfilho (CV 32%) para o tratamento PS foi de 7,67, na MS 9,5 e na sombra 5,67, mostrando que existe uma maior tendência em se encontrar maior número de perfilhos em ambientes sombreados. Dentre os caracteres relacionados, os que apresentaram maior variabilidade foram o número de perfilho e número de folhas, com CV variando entre 32 a 29%. Adotando-se o teste de Tukey não houve diferença significativa nos parâmetros estudados, mostrando que existe uma tendência em estabilizar as medidas de caráter agronômico, independente de sua luminosidade. Para os caracteres fisiológicos ao longo do período experimental não houve diferença entre as respostas da fotossíntese, condutância estomática e transpiração. Para os resultados da palmeira real australiana obtidos, o caráter número de folhas (CV 7%), observa-se que o número de indivíduos avaliados (40 plantas/ tratamento) foram suficientes para constituir uma amostra representativa da população, parecendo haver pouca variabilidade para ser explorada, isto pode ser devido à base genética restrita da mesma. Os coeficientes de variação estudados variaram de 7 % (número de folhas) a 19% (diâmetro médio da planta). Para os caracteres fisiológicos houve diferença significativa entre os caracteres. Na análise histológica e ultraestrutural houve diferença mostrando que plantas cultivadas a pleno sol possuem maior tamanho de parênquima paliçádico e maior número de estômatos.
Título em inglês
Physiological and anatomical response of the assai palm and the king palm to the shading levels
Palavras-chave em inglês
Assai palm
King palm
Physiological plasticity
Shade
Vegetal histology.
Resumo em inglês
The present work involves two species of producing heart of palm: assai palm (Euterpe oleracea) and the king palm (Archontophoenix alexandrae) with objective: to measure the agronomic and physiological characters, in 3 environments of luminosity, to study the anatomy of the palm and to evaluate the behavior of the two species in sight to direct the producer, in better luminous surrounding which must be planted the species. The assumed hypothesis was: the growth and development in conditions of different radiation, cause physiological and anatomical modifications that affect the performance of the plants and its production. The experiments were carried out in two places: the assai palm was carried out in Piracicaba (22o42'11"S and 47o38'09"W, 531 altitude m), and king palm was in Pirassununga (21º59'46"S, 47º25'33" W, and 627 altitude m). The crops were with 36 months of plantation in the field, there were established 3 treatments: full sun (PS), half shade (MS) and shade (S), in the plants populations there were made agronomic and physiological evaluations. For these characters a preliminary analysis of the data was developed to characterize the population used. It was calculated average, standard desviation and the coefficient of variation and the values maximum and minimum. The Tukey test was used adopting 5 % of mistake probability. The analyses had been complemented with the study of linear correlations, beyond the analyses histological and ultrastructural, the completely randomized delineation was used to evaluate the results. In the results observed in assai palm, for the character diameter of the trunk and palm girth (1, 2 and 3), the environment MS showed more adequate for a bigger diameter. The number of palm girth (CV 32%) for treatment PS was of 7,67, in MS 9,5 and shade 5,67, showing that it exists a bigger trend to find more number of girth in environments with more shade. Among the related characters, the ones that had presented greater variability had been the number of palm girth and leaf number, with CV 32 29%. Adopting the Tukey test it did not have significant difference in the studied parameters, showing that a trend in stabilizing the measures of agronomic character exists, independent of its luminosity. For the physiological characters during the experimental period it did not have difference enters the answers of the photosynthesis, stomatal conductance and transpiration. For the results of the king palm gotten the character leaf number (CV 7%), it is observed that the number of evaluated individuals (40 plants treatment) had been enough to constitute a representative sample of the population, having seemed to have little variability to be explored, this can have the restricted genetic base of the same one. The studied coefficients of variation had varied of 7 % (leaf number) 19% (average diameter of the plant). For the physiological characters it had significant difference between the characters. In the histological and ultrastructural analysis it had difference showing that cultivated plants at full sun environment have bigger parenchyma and bigger number of stomata.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
errata.pdf (194.30 Kbytes)
robertapierryuzzo.pdf (1.94 Mbytes)
Data de Publicação
2008-07-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.