• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Marina Rodrigues dos Reis
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2019
Orientador
Banca examinadora
Favarin, José Laercio (Presidente)
Cantarella, Heitor
Cherubin, Maurício Roberto
Rodrigues, Joao Domingos
Título em português
Redistribuição de nutrientes em razão da fenologia da frutificação do café arábica
Palavras-chave em português
Coffea arabica L.
Fonte - dreno
Metodologia para avaliar redistribuição
Retranslocação de nutrientes
Resumo em português
O café é uma planta de crescimento contínuo. A cada novo ciclo vegetativo novos órgãos são formados e completa o crescimento dos órgãos existentes. As folhas presentes nos nós com frutos são fontes de fotoassimilados e de parte de nutrientes, por meio da redistribuição, durante a frutificação. A redistribuição é influenciada por vários fatores, entre os quais a carga de frutos e o estádio fenológico, a qual é incorretamente avaliada pela variação da concentração de nutriente no 3° e/ou 4° pares de folhas de café. Esse processo deve ser avaliado nas folhas maduras (folhas velhas) associadas aos nós com frutos, pois são as folhas fontes. Esta pesquisa foi realizada com o objetivo de avaliar duas metodologias para quantificar a redistribuição, identificar a fase da frutificação que o processo é significativo e, ainda, se a carga de frutos interfere na redistribuição. O trabalho foi realizado na fazenda São João, em Presidente Olegário - MG. Foram simuladas quatro cargas de frutos (0%, 30%, 60% e 100%) entre fases fenológicas: chumbinho (CH) - expansão (EX), expansão (EX) - granação (GR), granação (GR) - maturação (MT) e chumbinho (CH) - maturação (MT). A redistribuição dos nutrientes (N, P, K, Mg e Zn) foi calculado com base na metodologia de Maillard e Zhao. As maiores redistribuições de N, P, K, Mg e Zn para a metodologia de Maillard et al. (2015) ocorreram entre as fases GR-MT; enquanto para a metodologia de Zhao et al. (2014) a maior redistribuição de N se deu entre as fases GR-MT, K, Mg e Zn entre as fases CH-EX e de P entre EX- GR. Para carga de frutos, a maior redistribuição de N, P, K, Mg ocorreu na ausência de frutos e Zn com 100% dos frutos presentes (metodologia Maillard ), enquanto para a metodologia de Zhao a redistribuição de N e K foi maior na presença de 100% dos frutos; P e Mg na carga de 60% de frutos e Zn quando havia 30% de frutos nas plantas. As cargas pendentes de frutos e as fases de frutificação influenciaram na redistribuição dos nutrientes. O nutriente mais redistribuído foi o K e a maior fase de redistribuição ocorreu entre o período de granação e maturação. Das metodologias avaliadas no ensaio, recomenda-se o uso da metodologia de Maillard.
Título em inglês
Redistribution of nutrients due to the phenology of arabica coffee fruiting
Palavras-chave em inglês
Coffea arabica L.
Methodology for assess redistribution
Nutrient retranslocation
Source - sink
Resumo em inglês
Coffee is a plant of continuous growth. With each new vegetative cycle new organs are formed and complete the growth of existing organs The leaves present in the nodes with fruits are sources of photoassimilates and part of nutrients, through the redistribution, during the fruiting. Redistribution is influenced by several factors, including fruit load and phenological stage, which is incorrectly assessed by the variation of nutrient concentration in the 3rd and / or 4th pairs of coffee leaves. This process must be evaluated in the mature leaves (old leaves) associated to the nodes with fruits, since they are the source leaves. This research was carried out with the objective of evaluating two methodologies to quantify the redistribution, to identify the fruiting phase that the process is significant and also, if the fruit load interferes with the redistribution. The work was carried out at Fazenda São João, in Presidente Olegário - MG. Four fruit loads (0%, 30%, 60% and 100%) were simulated between phenological phases: small green (CH) - expansion (EX), expansion (EX) - seed- filling (GR), seed-filling (GR) - maturation (MT) and small green (CH) - maturation (MT). Redistribution of nutrients (N, P, K, Mg and Zn) was calculated based on the methodology of Maillard and Zhao. The largest redistributions of N, P, K, Mg and Zn for the methodology of Maillard occurred between the GR-MT phases; while for the methodology of Zhao the greatest N redistribution occurred between the GR-MT, K, Mg and Zn phases between the CH-EX and P phases between EX-GR. For the fruit load, the highest redistribution of N, P and Mg occurred in the absence of fruits and Zn with 100% of the fruits present (Maillard), while for the methodology of Zhao the redistribution of N and K was greater in the presence of 100% of the fruits; P and Mg at 60% fruit load and Zn when there were 30% fruits in the plants. Pending fruit loads and fruiting phases influenced nutrient redistribution. The most redistributed nutrient was K and the largest redistribution phase occurred between the period of granation and maturation. Of the methodologies evaluated in the essay, the use of Maillard's methodology is recommended.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.