• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-160927
Document
Author
Full name
Mauro Sakai
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 1991
Supervisor
Title in Portuguese
Influência do espaçamento e da densidade de semeadura sobre os componentes da produtividade de dois cultivares de arroz (Oryza sativa L.) em cultura irrigada por inundação
Keywords in Portuguese
ARROZ IRRIGADO
DENSIDADE DE SEMEADURA
ESPAÇAMENTO
IRRIGAÇÃO POR INUNDAÇÃO
PRODUTIVIDADE
VARIEDADES VEGETAIS
Abstract in Portuguese
O presente trabalho foi conduzido na Estação Experimental de Mococa do Instituto Agronômico, SP, nos anos agrícolas de 1986/87 e 1987/88, com objetivo de estudar a influência do espaçamento e da densidade de semeadura sobre os componentes da, produtividade e produção de dois cultivares de arroz, em cultura irrigada sob regime de irrigação por inundação. Os cultivares utilizados foram o IAC 1278 e o IAC 4440, ambos de porte baixo, folhas eretas perfilhamento abundante e com alto potencial produtivo, nos espaçamentos de 20, 30, 45, e 60 centímetros entre linhas e nas densidades de 30, 60, 90 sementes por metro linear. As características agronômicas avaliadas foram: população inicial de plantas, índice de área foliar, peso da matéria seca da parte aérea, altura das plantas, número de perfilhos e perfilhos férteis, fertilidade de perfilhos e de espiguetas, número de espiguetas e de grãos cheios, peso de mil grãos, e a produção de grãos. o delineamento experimental foi de blocos casualizados com parcelas sub-divididas com 3 repetições. Baseado nos resultados obtidos conclui-se que o cultivar IAC 4440 se mostrou mais produtivo que o IAC 1278; que o espaçamento entre linhas influenciou a produtividade dos dois cultivares, e sendo a produção maior nos espaçamentos mais estreitos; que nos espaçamentos menores o adensamento de plantas na linha determinou redução na produção, ocorrendo o inverso para espaçamentos maiores; que o número de grãos/m2 foi o índice mais indicado para estimar a produção; e que a produção de grãos se correlacionou com a população inicial de plantas, o índice de área foliar, o peso da matéria seca da parte aérea, número total de perfilhos e perfilhos férteis/m2 , número de espiguetas por panícula e a fertilidade de espiguetas, e não correlacionou com o peso de 1000 grãos, fertilidade de perfilhos e número de grãos cheios por panícula.
Title in English
not available
Abstract in English
not available
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
SakaiMauro.pdf (5.47 Mbytes)
Publishing Date
2018-11-27
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2021. All rights reserved.