• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Aparecida Conceição Boliani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1986
Orientador
Título em português
Efeitos do estiolamento basal, da juvenilidade e do uso de um regulador vegetal no enraizamento de estacas de raízes e de ramos herbáceos de algumas espécies frutíferas
Palavras-chave em português
AMEIXA
ENRAIZAMENTO
ESTACAS
ESTIOLAMENTO
NÊSPERA
NOZ PECÃ
PITANGA
REGULADORES DE CRESCIMENTO VEGETAL
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi o de se estudar os efeitos do estiolamento basal, da juvenilidade e do uso de diferentes concentrações de um regulador vegetal no enraizamento de estacas de raízes e de ramos herbáceos de algumas espécies frutíferas. Os experimentos foram conduzidos na Escola Superior de Agricultura (“Luiz de Queiroz", da Universidade de São Paulo, em Piracicaba, Estado de são Paulo, Brasil. Estacas de ramos herbáceos de seis cultivares de ameixa ameixa (Prunus salicina L.); e dois cultivares de nêspera (Eriobotrya japonica Lindley); receberam pré-tratamento basal com ácido indol-butírico (AIB) em solução aquosa nas concentrações de: 0;2000 e 4000ppm, por 5 segundos. As estacas de ramos herbáceos de dois cultivares de nêspera receberam também pré-tratamento com estiolamento basal. Enquanto as estacas de ramos herbáceos de pitanga (Eugenia uniflora Lidley), de materiais juvenil e adulto receberam pré - tratamento com AIB em solução aquosa nas concentrações de 0; 1000; 2000 e 4000 ppm por 5 segundos. Todos os experimentos com estacas de ramos herbáceos foram conduzidos sob condições de nebulização intermitente, durante outubro de 1985 a março de 1986. Os experimentos com estacas de raízes, consistiu no enraizamento de estacas com diferentes diâmetros, de materiais juvenil e adulto de pitangueira e nogueira pecã (Carya illinoensis) em condições de viveiro, no período de julho de 1984 a julho de 1985. As análises dos resultados obtidos permitiram as seguintes conclusões: a) Os cultivares de ameixa: Carmesin. Gema de Ouro, Grancuore, Golden Talismã, Rosa Paulista e Kelsey Paulista, apresentaram boa capacidade de regeneração através do emprego de estacas herbáceas. As percentagens de regeneração obtidas foram respetivamente: 88,74%; 85,80%; 79,24%; 58,30%; 58,18% e 44,02%. O enraizamento das estacas herbáceas dos dois cultivares: Grancuore e Kelsey Paulista foram influenciados com a aplicação de AIB.b) As percentagens médias de enraizamento obtidas para os cultivares de nêspera, foram: Mizuho (46,81%) e Precoce de Itaquera (52,35%). Houve aumento na percentagem de enraizamento do cultivar Precoce de Itaquera com a aplicação do AIB. O uso do estiolamento basal não influenciou o enraizamento dos dois cultivares. Não houve influência da aplicação do AIB para o cultivar Mizuho. c) Os enraizamentos das estacas de ramos. herbáceos de pitangueira foram respectivamente:.65,64% e 14,69% para material juvenil e adulto. O enraizamento do material adulto foi melhorado com o aumento da concentração do AIB. d) As estacas de raízes de pitangueira de material juvenil e adulto revelaram percentagens de enraizamento de 17,82% e 2,00% respectivamente. O uso de diâmetros maiores e menores que 0,5 cm para material juvenil e maiores e menores que 1,0 cm para material adulto e uso de diferentes substratos (areia, terra e vermiculita) não influenciaram o enraizamento das estacas. e) As estacas de raízes de nogueira pecã de materiais juvenil e adulto revelaram percentagens de enraizamento de 91,36% e 21,13%, respectivamente. Estacas com maiores diâmetros (1,0 a 1,5 e 1,5 a 2,0 cm) apresentaram maiores percentagens de enraizamento para os dois materiais, em relação aos menores diâmetros (de 0,5 a 1,0 cm)
Título em inglês
Effects of basal etiolation, juvenility and the use of a growth regulator on rooting of softwood and root cuttings of some fruit species
Resumo em inglês
The objectives of this work were to study the effects of basal etiolation, juvenility and the use of a growth regulator at different concentrations on rooting of softwood and root cuttings of some fruit species. The trial were carried out at the School of Agriculture “Luiz de Queiroz”, University of São Paulo, in Piracicaba, State of são Paulo, Brazil. Softwood cuttings of six plum (Prunus salicina) cultivars and two loquat (Eriobotrya Japonica Lindley) cultivars received basal pre-treatment with indole-3-bytyric acid (IBA) aquous solution concentrations of: 0; 2000 and 4000 ppm for 5 seconds. The cuttings of the two loquat cultivars also received basal etiolation pre-treatment. White, the softwood cuttings from juvenile e and adult surinan cherry (Eugênia uniflora Lindley) trees received basal pre-treatment with IBA aquous solutions at concentrations of: 0; 1000; 2000 and 4000 ppm for 5 seconds. All the trials with softwood cuttings were carried out under intermitent mist irrigation during october 1985 to march 1986. The trials with root cuttings consisted of root sections of different diameters from juvenile and adult surinan cherry and pecan(Carya illinoensis Koch) trees and were carried out under nursery conditions from july 1984 to july 1985. Analyses of the results allowed for the folIawing conclusions: a) The cultivars of Carmesin, Gema de Ouro, Grancuore, Golden Talismã, Rosa Paulista and Kelsey Paulista, presented a good regenerative capacity using the softwood cuttings. The percentagens obtained were: 88,74%; 85,80%; 79,24%; 58,30%; 58,18% e 44,02%, respectively. The rooting of softwood cuttings of two cultivars: Grancuore and Kelsey Paulista were affected with the application of IBA. b) The average percentage of rooting for the loquat cultivars were: Mizuho (46,81%) and Precoce de Itaquera (52,35%). There was an increase in the rooting percentage of the Precoce de Itaquera cultivar, with the application of IBA. The use of basal etiolation did not affected the rooting of the two cultivars. There was no registered variation when IBA was applied to the Mizuho cultivar. c) The rooting of softwood cuttings of surinam cherry from juvenile and adult material were 65,64% and 14,69%, respectively. Cuttings from adult material revealed an increase proportional to increased application of IBA. d) the root cuttings of surinam cherry from juvenile and adult material revealed rooting percentages of: 17,82% and 2,00% respectively. The use of diameters below and above 0,5 cm for juvenile material and below and above 1,0 cm for adult material and different media (sand, soi1 and vermiculite) did not affect the rooting of cuttings. e) The root cuttings of pecan from juvenile and adult material revealed rooting percentages of 91,36% and 21,13%, respectively. Cuttings with larger diameters (1,0 a 1,5 and 1,5 and 2,0 cm) showed higher rooting percentages than the small the diameters (0,5 a 1,0 cm).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.