• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Bernardo Marcelo Brummer
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1992
Orientador
Título em português
Estudo sobre densidade de plantio e sistemas de sangria de seringueira (Hevea brasiliensis Muell. Arg.) através do uso de modelagem e simulação
Palavras-chave em português
BORRACHA
DENSIDADE DE PLANTIO
LÁTEX
MODELAGEM
SANGRIA
SERINGUEIRA
SIMULAÇÃO
Resumo em português
Os efeitos da densidade de plantio e sistemas de sangria em seringueiras foram estudados através do uso de modelagem e simulação, objetivando-se avaliar as potencialidades para estudos teóricos e geração de hipóteses de trabalho para pesquisa de campo desta metodologia. Um modelo de crescimento e produção de seringueira foi adaptado para estes fins, simulando as condições encontradas em seringais de Pindorama - S.P., para as densidades de plantio com 476, 625 e 1.111 árvores por hectare. As curvas de produção em função da densidade de plantio de um experimento de campo, apresentaram tendências similares as do ensaio simulado. Simulações comparando cenários com regimes hídricos diferentes sugerem que em condições de déficit hídrico a limitação na produção de borracha acontece em grau similar para as três densidades testadas. Outras simulações, ainda sugeriram as hipóteses de obtenção de ganhos de produção de borracha, através do aumento da densidade de plantio utilizando clones de maior produtividade, tanto com sangria tipo d/2 quanto para d/7. Nestes casos também sugeriram que o aumento da densidade compensaria parcialmente a menor produção por árvore em stands menos estimulados quimicamente. A técnica de sistemas mostrou-se adequada para o estudo teórico. e geração de hipóteses, no presente trabalho.
Título em inglês
A modelling and simulation study of planting density and tapping systems in rubber (Hevea brasiliensis Muell. Arg.)
Resumo em inglês
A systems approach for studying the effects of planting density and tapping systems was used, in order to evaluate this method potential for theoretical studies and as an hypothesis generator for field experimentation. A rubber crop growth model was adapted for these targets, simulating the conditions found in normal Pindorama S.P. rubber crops, for planting densities of 476, 625 and 1.111 trees per hectare. Similar trends were detected when comparing rubber production curves in relation to planting density, of a real life experiment and a simulated one. Simulations outputs of different hydrological regimes, suggest that water shortage affected rubber production for the three tested densities approximately in the same degree. Further simulations suggest the hypothesis that higher stands could increase yield when using more productive planting material, for high (d/2) or low (d/7) tapping frequencies, and that higher stands could somewhat compensate the lower yield in less stimulated stands. Systems approach showed itself adequate for theoretical studies and hypothesis generation, in this study.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.