• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-154518
Documento
Autor
Nome completo
Monalisa Alves Diniz da Silva
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1997
Orientador
Título em português
Envelhecimento artificial: comportamento fisiológico das sementes do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) e suas relações com a presença de microrganismos
Palavras-chave em português
ENVELHECIMENTO ARTIFICIAL
FEIJÃO
FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
INOCULAÇÃO
SEMENTES
Resumo em português
O teste de envelhecimento artificial, apesar de recomendado para avaliar o vigor de lotes de sementes, apresenta variabilidade, por motivos não devidamente elucidados, em seus resultados. A ação dos fungos associados às sementes é considerada uma das causas responsáveis por essa variação. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo verificar os efeitos das condições ambientais, do envelhecimento artificial, nos comportamentos das sementes do feijoeiro e dos fungos Aspergillus spp., Penicillium spp., Fusarium oxysporum e Colletotrichum lindemuthianum, inoculados artificialmente pelo método de contato. Para tanto, com a condução de quatro experimentos, foram estudadas etapas metodológicas para a inoculação dos fungos e períodos de envelhecimento artificial. Foram conduzidos, para a avaliação do comportamento das sementes, os testes de sanidade, grau de umidade, germinação, tetrazólio, comprimento e peso da matéria seca da plântula, emergência, condutividade elétrica e lixiviação de potássio. As respostas obtidas, além de dependerem da duração do período de envelhecimento, indicaram efeitos do nível do inóculo e da espécie fúngica que contaminava a semente. Concluiu-se que o teste de envelhecimento artificial associa a expressão de causas fisiológicas e sanitárias que, por sua vez, devem ter os efeitos separados para a devida interpretação dos dados obtidos; as presenças de patógenos, particularmente de Aspergillus spp., podem ser consideradas como capazes de interferir, de modo substancial e negativo, no desempenho das sementes envelhecidas artificialmente
Título em inglês
Artificial aging: physiological behavior of bean (Phaseolus vulgaris L.) seeds and their relationship with microorganisms
Resumo em inglês
Although recommended for evaluation of seed lot vigor, the results with the artificial aging test show variability for reasons yet to be elucidated. The association of seed fungi is considered one of the causes responsible for such variation. In that context, the goal of this work was to verify the effects of environmental conditions and artificial aging on bean seed behavior and those of Aspergillus spp., Penicillium spp., Fusarium oxysporum, and Collefofrichum lindemuthianum fungi artificially inoculated by the contact method. Four experiments were conducted in order to study methodological stages for fungi inoculation and artificial aging periods. Health, moisture degree, germination, tetrazolium, length and weight of seedling dry matter, emergence, electrical conductivity, and potassium leaching tests were performed for the seed behavior evaluation. The answers achieved, besides dependable on the aging period time, indicated the effects of the inoculum level and fungus species present in the seed. The artificial aging test was found to associate the expression of physiological and sanitary causes that, it their turn, are to be separated for suitable data interpretation; the presence of pathogens, particularly Aspergillus spp., may be considered as capable of interfering in the behavior of artificially aged seeds in a considerable and negative way
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.