• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-163259
Documento
Autor
Nome completo
Sebastiao Wilson Tivelli
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1994
Orientador
Título em português
Avaliação das práticas culturais de poda e desbrota sobre diferentes sistemas de tutoramento da cultura do tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill.)
Palavras-chave em português
DESBROTA
PODA
TOMATE
TUTORAMENTO
Resumo em português
Em experimento de campo instalado no Sitio São Pedro, no município de Rafard/SP, em 1990, avaliou-se o efeito da poda e da desbrota sobre dois sistemas de tutoramento do tomateiro - o de cerca-cruzada e o tutoramento vertical. A análise da produção sob o parâmetro do número de frutos produzidos demonstrou que nos tratamentos com desbrota houve redução neste parâmetro, quando comparados com tratamentos similares sem desbrota. Estatisticamente. não ocorreu diferença significativa para o número de frutos no sistema cerca-cruzada devido à realização ou não da desbrota. Todavia, nos tratamentos com desbrota houve aumento no peso médio dos frutos, o que resultou em melhor classificação comercial (2A). No sistema de tutoramento vertical, a produção em número de frutos apresentou diferença estatisticamente significativa a 1% de probabilidade. Quando a produção de frutos é avaliada qualitativamente, nota-se que o sistema de tutoramento vertical apresenta um percentual maior de frutos 2A do que o sistema cerca-cruzada. Quando a produção é avaliada quantitativamente, o sistema cerca-cruzada foi estatisticamente superior ao sistema de tutoramento vertical. A associação de poda com desbrota demonstrou que sempre que ambas foram realizadas a percentagem de frutos 2A foi superior à apresentada nos tratamentos em que somente uma delas foi executada, para os dois sistemas de tutoramento estudados. A precocidade na produção de frutos em tomatais, que receberam poda ou desbrota, não foi comprovada neste trabalho. O sistema de tutoramento vertical, quando comparado em iguais condições de poda e desbrota com o sistema cerca-cruzada, apresentou um custo menor de produção por hectare. O subitem tutoramento representou 78,4% a mais na quantidade de mão-de-obra utilizada no sistema de tutoramento vertical quando comparada ao sistema de cerca-cruzada, respectivamente 38,0 e 21,3 dh. Quando comparado em conjunto a quantidade de mão-de-obra utilizada para o tutoramento, amarração, desbrota, poda e desbaste, o sistema de tutoramento vertical usou de 48,1 a 59,6% da mão-de-obra utilizada no sistema cerca-cruzada
Título em inglês
Evaluation of the cultural practices of bud-pruning and pruning on different tutoring systems of the tomato crop (Lycopersicon esculentum MiII.)
Resumo em inglês
In an experiment field at the Sitio São Pedro, in the country of Rafard/SP, in 1990, the effect of bud-pruning and pruning was evaluated on two tutoring systems-crossed-fence and vertical tutoring. The yield analysis, under the standard of the number of fruit produced, showed that in the treatments with pruning there was a reduction in this standard when compared to a similar treatment without pruning. Statistically, there was no significant difference for the number of fruit in the crossed-fence system due to whether or not the pruning was carried out. However, in the average weight of the fruit, which resulted in a better commercial classification (2A). In the vertical tutoring system, the number of fruit produced showed a statistically significant difference at 1% of probability. When fruit production is evaluated by percentage, the vertical tutoring system presents a higher percentage of 2A class fruit than the crossed-fence system. When the yield is evaluated by weight (kg), the crossed-fence system was statistically superior to the vertical tutoring system. The association of bud-pruning with pruning showed that always when both systems were used, the percentage of 2A class fruit was greather than that presented by treatments where only one of the systems was used, for both of the tutoring systems. The earlyes in tomato production, which were bud-pruned or pruned, was not proven in this paper. The vertical tutoring system, when compared under equal conditions of bud-pruning and pruning with the crossed-fence system, presented a lower poduction cost per hectare. The subitem tutoring represented 78,4% more in the quantity of manpower used in the vertical tutoring system when compared to the crossed-fence system, respectively 38,0 and 21,3 dh. When compared jointly the quantity of manpower used for the tutoring, tying, pruning, bud-pruning and thinning, the vertical tutoring system used from 48,1 to 59,6% of the manpower used in the crossed-fence system
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.