• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-20200111-133333
Documento
Autor
Nome completo
José Hilario Hernández Salgado
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1996
Orientador
Título em português
Avaliação do vigor de sementes de milho (Zea mays L.) pela precocidade de emissão da raiz primaria
Palavras-chave em português
MILHO
PRECOCIDADE DA RAIZ
VIGOR DE SEMENTES
Resumo em português
Com a finalidade de se estudar a variação do desenvolvimento radicular inicial em sementes de milho Zea mays L.) foram estimados índices de precocidade de emissão da raiz primária (PER), nas temperaturas de 20, 25 e 30°C, como parâmetros para se determinar a qualidade fisiológica de lotes destinados à comercialização. Esses índices foram comparados com métodos tradicionais de laboratório para avaliação de vigor e com a emergência de plântulas no campo a fim de verificar o grau de correlação entre os mesmos. Para a pesquisa utilizou-se amostras de vinte lotes, sem tratamento fungicida, do híbrido AG-510, produzidas na safra 94/95, pela Empresa Agroceres, unidade de Santa Cruz das Palmeiras, no estado de São Paulo. Os ensaios foram realizados no Departamento de Agricultura da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, em Piracicaba, SP., durante três épocas: janeiro, abril e julho de 1996. A análise estatística e a interpretação dos resultados revelaram que o novo teste PER, a 20 e 25°C, mostrou-se satisfatório, nas três épocas em que foi empregado, para classificar com regularidade os diferentes materiais utilizados na pesquisa. Evidenciou, também, uma correlação altamente significativa com os testes mais usados para se determinar a qualidade de sementes de milho, como o teste de frio e o de condutividade elétrica. Já o teste PER-30°C não apresentou as mesmas virtudes. Com base nesses resultados concluiu-se que a precocidade de emissão da raiz primária, à 20 e 25°C, pode ser de grande utilidade para avaliação de vigor de sementes de milho.
Título em inglês
Evaluation of seed vigor of corn (Zea mays L.) by the precocity of the primary root emission
Resumo em inglês
The objective of this study was to evaluate variations in the emergence of seed radicles of com (Zea mays L.), under different temperatures (20, 25 and 30°C), and to establish indexes of the primary root emission (PER) to test the vigor of commercial seed lots. The indexes were compared to traditional laboratory and field methods of testing for physiological fitness of seeds. For this research samples of com seeds (not treated with fungicide) were taken from twenty different lots of the hybrid AG- 510 produced in the 94/95 growing season by Agroceres (Santa Cruz das Palmeiras, SP. Brazil). The experiments were conducted during January, April and July of 1996 in the Department of Agriculture at the School of Agricultura “Luiz de Queiroz” - University of São Paulo, Piracicaba, SP. Brazil. Statistical analysis and interpretation showed that the results obtained using the PER at 20 and 25°C were consistent and reproducible. Furthermore, this research showed a significant correlation to other tests used to determine seed quality, such as the cold test and the electrical conductivity test. Emission of the Primary Root (PER) at 30°C was representative, but could not be correlated with important seed quality tests. Based upon these results, we conclude that the Primary Root Emission at 20 e 25°C can be of great value in evaluating the vigor of com seeds.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.