• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-20200111-145435
Documento
Autor
Nome completo
Ana Dionisia da Luz Coelho Novembre
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1994
Orientador
Título em português
Estudo da metodologia para a condução do teste de germinação em sementes de algodão (Gossypium hirsutum L.) deslintadas mecanicamente
Palavras-chave em português
DESLINTAMENTO MECÂNICO
ALGODÃO
GERMINAÇÃO DE SEMENTES
Resumo em português
O teste de germinação em sementes de algodão não tem permitido a correta avaliação do potencial de germinação das sementes. Geralmente os resultados têm sido insatisfatórios, devido à ocorrência de elevado número de plântulas anormais infeccionadas havendo, portanto, necessidade de serem estudadas condições mais favoráveis para a sua condução. Desta forma, o presente trabalho, conduzido na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, da Universidade de São Paulo, teve como objetivo avaliar a metodologia recomendada para o teste de germinação em sementes de algodão, deslintadas mecanicamente, estudando-se substratos, quantidade de água, número de sementes, temperaturas e períodos de avaliação. Para tanto, foram realizados testes de germinação com três lotes de sementes de algodão, cultivar IAC-20, em diferentes associações de temperaturas e números de dias para a primeira avaliação (25°C/3 dias; 25°C/4 dias; 30°C/3 dias; 30°C/4 dias; 20-30°C/4 dias e 20°C/5 dias) em substratos rolo de papel-toalha, rolo de pano e entre areia, onde foram colocadas 50 ou 25 sementes; concomitantemente foram conduzidos testes de tetrazólio e de emergência das plântulas em campo, para a comparação dos resultados. Foi efetuada, ainda, a comparação de dois tipos de papel-toalha utilizados como substrato, em relação às quantidades de água e de sementes utilizadas. A análise dos dados e a interpretação dos resultados permitiram concluir que: os testes de germinação de sementes de algodão devem ser conduzidos em substrato rolos de pano, umedecidos na proporção 2,5:1 (água: peso do substrato), à temperatura constante de 25°C. A antecipação da contagem intermediária para o terceiro dia após a semeadura permite maior precisão na avaliação das plântulas; dentre as alternativas estudadas para o substrato, a utilização de areia é mais conveniente que a de papel-toalha.
Título em inglês
Study of the methodology to carry out the standard germination test of cotton seeds (Gossypium hirsutum L.) mechanically delinted
Resumo em inglês
This research was carried out at the Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, University of São Paulo, Brazil, with the objective of studying the methodology of the standard germination test of cotton seeds (Gossypium hirsutum L.) and to compare the quality of two paper towels. Three seeds lots of the cultivar IAC-20 were used. In order to improve the methodology of standard germination tests six combinations of the temperatures and the periods of the first count (25°C/3 days; 25°C/4 days; 30°C/3 days; 30°C/4 days; 20-30°C/4 days; and 20°C/5 days) and three substrates (rolled paper towels, rolled cotton cloth and between sand) were compared with distribution of 50 or 25 seeds each replication. The results showed that the most favorable temperature was 25°C with the first count on the third day after sowing. The cotton cloth was the most favorable substratum, when wetted in the proportion 2,5: 1 (quantity of water: weight of cotton cloth), and the sand substratum was more favorable than paper towel.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.