• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2001.tde-20210104-201651
Documento
Autor
Nome completo
Fagoni Fayer Calegario
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2001
Orientador
Título em português
Ativação de proteína mitocondrial desacopladora e oxidase alternativa em tubérculos de batata armazenados sob refrigeração
Palavras-chave em português
ARMAZENAMENTO
BATATA
MITOCÔNDRIAS
OXIDASE
PROTEÍNAS
REFRIGERAÇÃO
RESPIRAÇÃO VEGETAL
Resumo em português
Uma proteína mitocondrial desacopladora de plantas (PUMP), possivelmente envolvida em produção de calor em vegetais, foi isolada, reconstituída em lipossomos e clonada (Vercesi et al., 1995; Maia et al., 1998). Com o objetivo de investigar um possível papel termogênico da PUMP em tecidos intactos, avaliamos a atividade respiratória de tubérculos de batata (Solanum tuberosum L., cv. Bintje) inteiros armazenados por dez dias a 5±1°C e 25±2°C. Essas taxas foram comparadas com a atividade e expressão da PUMP e com a capacidade da proteína oxidase alternativa (AOX) em mitocôndrias isoladas destes tecidos. Um sistema de análise em fluxo acoplado a um detetor condutométrico de CO2 foi construído visando medir a taxa respiratória de tubérculos inteiros. O método foi testado utilizando-se frutos do tomateiro e mostrou-se capaz de fornecer resultados precisos, a baixo custo. A taxa de produção de CO2, medida a 20°C, nos tubérculos de batata caiu rapidamente de 13 a 8 mg kg-1 h-1 durante os dois primeiros dias de armazenamento a 25±2°C e diminuiu lentamente de 8 a 6,5 mg kg-1 h-1 durante os 7 dias seguintes. Em contraste, a evolução de CO2 das batatas armazenadas a 5±1°C não se alterou significativamente no primeiro dia, subiu para 14,5 mg kg-1 h-1 durante os 2 dias seguintes e então diminuiu para cerca de 12 mg kg-1 h-1 nos 7 dias seguintes. A atividade respiratória mais alta dos tubérculos intactos armazenados a 5±1°C foi associada a um aumento na expressão da PUMP, evidenciado na imunodetecção desta proteína, e a aumentos de 44% na atividade da PUMP e de cerca de dez vezes na capacidade da AOX, estimados pelo consumo de oxigênio mitocondrial. Conclui-se que a refrigeração causou aumento da taxa respiratória em tubérculos inteiros associado a aumentos na atividade e expressão da PUMP e na capacidade da AOX em mitocôndrias isoladas.
Título em inglês
Activation of uncoupling mitochondrial protein and alternative oxidase in potato tubers stored under refrigeration
Palavras-chave em inglês

Resumo em inglês
A plant uncoupling mitochondrial protein (PUMP), possibly involved in heat generation in plants, was isolated, reconstituted into liposomes, and cloned (Vercesi et al., 1995; Maia et al., 1998). ln order to investigate a possible thermogenic role of PUMP in intact tissues, we evaluated the respiratory activity in intact potato (Solanum tuberosum L., cv. Bintje) tubers stored for 10 days at 5±1°C and 25±2°C. These respiration rates were compared with PUMP activity and expression and with the capacity of the alternative oxidase protein (AOX) in mitochondria isolated from these tissues. A flow analysis system coupled to a conductometric CO2 detector was built in order to measure the respiration rate of intact potato tubers. The method was tested using tomato fruit and showed to be reliable to supply precise results, at a low cost. The rate of CO2 production by potato tubers, measured at 20°C, sharply declined from 13.0 to 8.0 mg kg-1 h-1 during the first two days of storage at 25±2°C and decreased slowly from 8.0 to 6.5 mg kg-1 h-1 during the following 7 days. ln contrast, CO2 evolution from potatoes stored at 5±1°C did not significantly change during the first day, increased up to 14.5 mg kg-1 h-1 during the following 2 days and then decreased to about 12.0 mg kg-1 h-1 in the following 7 days. The higher respiratory activity of the intact tubers stored at 5±1°C was associated with an increased expression of PUMP, shown by the immunodetection of this protein, and with a 44% increase in the activity of PUMP and a 10 times increase in the capacity of the AOX, estimated by O2 consumption by mitochondria. In conclusion, refrigeration caused an increase of the respiration rate of the intact potatoes associated with increase in PUMP activity and expression, and with increase in the AOX capacity in mitochondria isolated.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.