• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1986.tde-20220207-172923
Document
Author
Full name
Adonias de Castro Virgens Filho
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 1986
Supervisor
Title in Portuguese
Sangria por puntura no cultivar RRIM 600 no Planalto Paulista
Keywords in Portuguese
EXTRAÇÃO DE LÁTEX
SANGRIA
SERINGUEIRA
VARIEDADES VEGETAIS
Abstract in Portuguese
O período existente entre o plantio e o início de exploração da seringueira (Hevea sp.) tem uma duração em torno d e 5 a 7 anos, podendo em alguns casos ser um pouco mais prolongado. Este fato torna pouco atrativa a realização de um empreendimento heveícola, pois para pleno êxito do investimento, deve-se proceder a exploração das plantas, sem prejuízo do seu crescimento. O sistema de extração do látex adotado no Planalto Paulista e numa grande parcela dos centros produtores de borracha é a sangria em 1/2S d/2 6d/7, a qual, demanda mão-de-obra intensiva e especializada, o que nem sempre se encontra disponível em qualidade e quantidade suficientes. Estes dois aspectos têm motivado a realização de estudos no sentido de se obter um sistema que possibilite a antecipação do período de imaturidade econômica da cultura, com exigência de mão-de-obra menos tecnificada e com maior rendimento. Com este objetivo, estudou-se a sangria por puntura em comparação ao sistema convencional, ambos no cultivar RRIM 600, nas condições do Planalto Paulista. Os tratamentos da SPP constituíram-se de combinações de diferentes comprimentos de faixa (70 e 100 cm), número de punturas (6P e 12P) e concentrações de ethephon (ET 2,5% e ET 5%), sendo todos na frequência d/2 6d/7. Em relação a estes tratamentos, observou-se que a concentração do estimulante é o mais importante fator determinante da produção, sendo que ethephon 5% possibilitou maiores incrementos, notadamente em faixas de 70 cm, enquanto que as faixas de 100 cm foram prejudicadas pelas perdas por escorrimento de látex para fora da canaleta. Este problema motivou a redução no desempenho da mão-de-obra. Com faixas de 70 cm e ethephon 5%, não houve diferença estatística entre 6P e 12P em relação a produção, mas nesse caso, o menor número de punturas foi mais interessante do ponto de vista operacional, além de reduzir os riscos de danos à casca. A produção na quarta semana após a estimulação não foi compensadora, o que sugere o uso da periodicidade 3s/4 3s/5, visando melhor rendimento por planta/sangria e melhor aproveitamento do seringueiro. A lesão vertical com exposição do lenho foi o mais sério problema observado nos painéis explorados através da SPP, enquanto que o espaçamento de casca foi um outro problema registrado, mas minimizado quando utilizou-se menor número de punturas e procedeu-se abertura de faixas suficientemente profundas. A produção do melhor tratamento na SPP (6P/(70x1). ET 5%) foi cerca de 29% superior à sangria convencional, embora não tenha se mostrado estatisticamente diferente. Verificou-se que os tratamentos com SPP não mostraram diferenças significativas no incremento do perímetro do tronco em relação a sangria convencional, com exceção do tratamento citado anteriormente. Em razão dos aspectos apresentados, observa-se que a SPP, embora seja uma alternativa à exploração na fase precoce, não constitui uma solução irrestrita; sugere-se a investigação de novos métodos de sangria que possibilitem a resolução dos problemas referidos.
Title in English
Puncture tapping of the cultivar RRIM 600 in the São Paulo state
Abstract in English
The period from planting to opening for tapping the rubber tree (Hevea sp.) lasts from 5 to 7 years, can be in some cases discouraging for the free enterprise, because the absolute success of the investiment demands an exploitation without interfering to its growth. The tapping system adopted in the São Paulo State and in the majority of rubber tree planting centers is (1/2S d/2 6d/7) which requires skilled labour, seldom available in the amounts and quality desired. These two aspects of the problem force the beginning of the work earlier using less skilled labour and aiming a higher productivity. Therefore a study was carried out camparing puncture with conventional tapping, in the São Paulo State conditions. The treatment of the puncture tapping consisted of different combinations of the lenght of grooves (70 and 100 cm), puncture numbers (6P and12P) and ethephon concentrations (ET 2,5% and ET 5%) all in the d/2 6d/7 frequence. It was observed that stimulant concentration was the most important factor for yield, being ethephon 5% enabled greater increases especially in 70 cm lenght grooves, while the 100 cm lenght had losses due to leaking of the latex out at the grooves. This problem caused lower labour productivity as well grooves. lt was also observed that with 70 cm lenght grooves and ethephon 5% there were no significant differences between 6P and 12P as for productivity, but the lower number of punctures presented better results operating and reducing bark damage. Four weeks after stimulation the production was not paying off, which suggests the use of 3s/4, 3s/5 periodicidity to obtain a better production per plant per tapping and better use of labour. The most important problem observed on the puncture tapping painels was the vertical lesion with the wood exposition. Another problem was the bark burst, minimized however with groove opening deep enough. The best treatment production on puncture tapping (6P (70x1) ET 5%) was about 29% higher comparing conventional tapping method, but not a significant difference. The treatments with puncture tapping did not present difference, on trunk circunferences increase comparing to conventional tapping, except the treatment above. The result indicate that the puncture tapping method is an alternative to immature tree exploitation, but it was necessary to study other tapping methods which presented solutions of the problems observed.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2022-02-07
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2022. All rights reserved.