• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2019.tde-29032019-110932
Documento
Autor
Nome completo
Girlaine Pereira Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2018
Orientador
Banca examinadora
Silva, Simone Rodrigues da (Presidente)
Scarpare Filho, João Alexio
Tanaka, Francisco Andre Ossamu
Tezotto-Uliana, Jaqueline Visioni
Título em português
Florescimento e frutificação da jabuticabeira 'Sabará'
Palavras-chave em português
Plinia Jaboticaba Vell
Anatomia
Caulifloria
Desenvolvimento de frutos
Fixação de frutos
morfologia
Resumo em português
A jabuticabeira é nativa do Brasil e ocorre predominantemente no Bioma Mata Atlântica, produzindo frutos que são muito apreciados pelos brasileiros para o consumo in natura e, também para a fabricação de geleias e licores. Além disso, a jabuticaba tem despertado o interesse das indústrias famaceuticas e alimentícias devido a suas características organolépticas e alto teor de antioxidantes. Apesar do reconhecido potencial econômico dessa fruteira, a produção comercial é limitada a determinadas regiões, sendo considerada uma planta de pomares domésticos. A ampliação do cultivo da jabuticabeira depende de pesquisa básica e tecnológica, já que a literatura é escassa para essa frutífera. Por isso, esse trabalho objetivou estudar os fatores envolvidos no florescimento e frutificação da jabuticabeira 'Sabará'. Foram realizados estudos morfológicos e anatômicos quanto ao desenvolvimento das gemas reprodutivas; verificado a influência dos fatores abióticos na floração e fixação dos frutos e avaliado as características físicas e químicas dos frutos durante o desenvolvimento até a maturação dos mesmos. O trabalho foi conduzido no campo experimental do Departamento de Produção Vegetal da ESALQ/USP em plantas de jabuticabeira 'Sabará' nos anos de 2016 e 2017. As gemas reprodutivas se formam após o intenso despreendimento da casca e são resultados da atividade de células do câmbio vascular. Fatores abióticos, como redução da temperatura e estresse hídrico desencadeiam a brotação de gemas floríferas e, a floração ocorre principalmente na primeira quinzena de agosto, sendo que algumas plantas apresentaram floração extemporânea. O padrão da floração ocorre em massa e diretamente do caule brotam as inflorescências do tipo glomérulo. Ocorrem dois picos de queda de estruturas reprodutivas, a primeira e mais acentuada aos 36 e 42 dias após o florescimento, sendo a fixação final dos frutos de aproximadamente 16% e 28% nos anos de 2016 e 2017, respectivamente. Os diâmetros dos frutos aumentaram linearmente no decorrer do tempo e a massa média dos mesmos ajusta-se ao modelo polinomial quadrático. A mudança da cor da casca não se mostrou um bom indicador do ponto de colheita no ano de 2017, sendo a variável ratio o melhor parâmetro a ser considerado. O ciclo de desenvolvimento da jabuticaba, desde a antese até o amadurecimento do fruto é de 45 dias. Após esse estudo, acredita-se que a jabuticabeira tem potencial para o escalonamento da produção.
Título em inglês
Flowering and fruiting of the jaboticaba tree 'Sabará'
Palavras-chave em inglês
Plinia jaboticaba
Anatomy
Cauliflory
Fixing of the fruit
Morphology
Resumo em inglês
The jaboticaba tree is native of Brazil and occurs predominantly in the Atlantic Forest Biome and produces fruits that are highly appreciated by brazilians for in natura consumption and also for the manufacture of jelly and liqueur. In addition, jabuticaba has aroused the interest of the food and famaceutical industries due to their organoleptic characteristics and high levels of antioxidants. Despite the recognized economic potential of this fruit tree, the commercial production is limited to certain regions, being considered a plant of homemade orchards. The expansion of jabuticabeira cultivation depends on basic and technological research, since literature is little for this fruit. Therefore, this work aimed to study the factors involved in the flowering and fruiting of the 'Sabará' jabuticaba tree. Morphological and anatomical studies were performed on the development of the reproductive buds, verified the influence of the abiotic factors on the flowering and fixation of the fruits and evaluated the physical and chemical characteristics during development of the fruits from until their maturation. The work was conducted in the experimental field of the Department of Plant Production of ESALQ / USP in 'Sabará' jabuticaba tree in the years 2016 and 2017. The reproductive buds are formed after the intense peeling of the bark and are the result of the activity of exchange cells vascular. Abiotic factors, such as temperature reduction and water stress, trigger the flowering of flowering buds, and flowering occurs mainly in the first half of August, with some plants showing extemporaneous flowering. The flowering pattern occurs in mass and directly from the stem sprouts inflorescences of the glomeruli type. Two peaks of falling of reproductive structures occur, the first and most pronounced at 36 and 42 days after flowering, with final fruit settling of approximately 16% and 28% in the years 2016 and 2017, respectively. The diameters increased linearly and average mass of the fruits fit the polynomial quadratica model. The change in the color of the bark did not prove to be a good indicator of the harvest point in the year 2017, and the ratio variable is the best parameter to be considered. The development cycle of jabuticaba is from 45 days from the anthesis until the ripening of the fruit. After this study, it is believed that jabuticaba tree has the potential to stagger production.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.