• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-160051
Document
Author
Full name
Luciano Consoli
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 1995
Supervisor
Title in Portuguese
Análise genética e molecular da variação somaclonal em Stylosanthes guianensis (Aubl.) Sw. (Leguminosae)
Keywords in Portuguese
CULTURA DE TECIDOS VEGETAIS
ESTILOSANTE
GENÉTICA MOLECULAR
PROGÊNIES
VARIAÇÃO GENÉTICA
Abstract in Portuguese
O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos da cultura de tecidos em características quantitativas de interesse agronômico e também detectar possíveis alterações ao nível molecular, através da técnica de RAPD, em progênies de plantas regeneradas de Stylosanthes guianensis. Sessenta e três progênies derivadas da cultura de tecidos (R2) e 53 derivados da população original (O2) foram avaliadas para os caracteres da produção de matéria verde e seca (PMV) e produção de matéria seca (PMS). Detectou-se na população regenerada, em média, uma variabilidade genética 2,6 vezes superior à variabilidade presente na população original, para os dois caracteres. As estimativas do coeficiente de herbabilidade e do ganho esperado com seleção para os dois caracteres, também foram superiores para a população regenerada. No entanto, a população regenerada apresentou reduções significativas nas médias, para os caracteres PMV (2656,32 g/planta) e PMS (891,27 g/planta), em relação às médias da população original (PMV=2978,11 e PMS=1000,90). Apesar destas reduções, as médias esperadas da população regenerada selecionada, para os dois caracteres, foram superiores às médias esperadas da população original. Estes resultados indicam que a cultura de tecidos foi capaz de gerar uma variabilidade genética superior à variabilidade encontrada na população original, podendo ser aproveitada em programas de melhoramento. Amostras de 16 progênies de cada uma das populações original e regenerada foram analisadas através da técnica de RAPD utilizando-se 10 primers de sequência aleatória. Estes primers geraram 219 produtos de amplificação apresentando 51,6% de polimorfismo. O agrupamento das progênies pelo método UPGMA, baseado no coeficiente de similaridade Simple Matching, gerou um dendrograma no qual visualiza-se a formação de dois grupos distintos, separando as progênies originais das regeneradas. Apesar da semelhança nos valores dos coeficientes de similaridade genética observados dentro de cada população, a separação das progênies em dois grupos indica que a cultura de tecidos provocou alterações ao nível molecular, capazes de alterar os padrões de RAPDs.
Title in English
not available
Abstract in English
not available
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
ConsoliLuciano.pdf (7.52 Mbytes)
Publishing Date
2018-11-27
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2019. All rights reserved.