• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161417
Document
Author
Full name
Victor Augustus Marin
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 1994
Supervisor
Title in Portuguese
Avaliação dos processos de regeneração e infecção por Agrobacterium em genótipos de soja selecionados para alto teor de proteína
Keywords in Portuguese
GENÓTIPOS
PLANTAS TRANSGÊNICAS
REGENERAÇÃO IN VITRO
SOJA
TEOR DE PROTEÍNA
TRANSFORMACAO GENETICA
Abstract in Portuguese
Esta pesquisa teve como principais objetivos o desenvolvimento de um protocolo de regeneração de plantas de soja in vitro e a obtenção de tecidos transformados, utilizando-se o Agrobacterium tumefasciens como vetor de transformação. Inicialmente, os objetivos foram direcionados para obter um protocolo de regeneração in vitro para três genótipoes de soja. Utilizando-se nós-cotiledonares como explantes, inoculados em meio de cultura MS/2 suplementado com 2,5 μM de BA + 30 g/l de sacarose + 0,7% (p/v) de ágar, obteve-se altas taxas de regeneração e múltipla brotação. Vencida a etapa da cultura in vitro, dois métodos de infecção foram avaliados, usando-se a linhagem GV2260 de Agrobacterium. Após ferir os explantes com bisturi, foram feitos dois cocultivos: em meio líquido por 16 h e em meio sólido por 48 h. Este procedimento interferiu drasticamente no processo de regeneração, sendo que apenas 8% dos explantes apresentaram brotos, a maioria, com vitrificação. No segundo método, os explantes foram infectados, na região onde ocorre a regeneração, com uma seringa contendo uma cultura líquida do Agrobacterium. Em seguida, procedeu-se o cocultivo em meio sólido por 48 h. Este ensaio mostrou 96% de regeneração com brotação abundante. Nos dois processos, foi observada a expressão transitória do gene da β-glucuronidase (GUS), usado como reporter na construção do plasmídio. Fica demonstrado neste trabalho que a utilização do Agrobacterium como vetor de transformação de soja independe do método de infecção. Porém, a regeneração de brotos está condicionada à não exposição dos explantes ao cocultivo em meio líquido.
Title in English
not available
Abstract in English
not available
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2018-11-27
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2024. All rights reserved.