• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-170129
Documento
Autor
Nome completo
Welington Luiz de Araujo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1996
Orientador
Título em português
Isolamento, identificação e caracterização genética de bactérias endofíticas de porta-enxertos de citros
Palavras-chave em português
BACTÉRIAS ENDOFÍTICAS
CITROS
GENÉTICA
IDENTIFICAÇÃO
ISOLAMENTO
PORTA-ENXERTOS
Resumo em português
Endófitos são microrganismos que em pelo menos uma fase do seu ciclo de vida, habitam o interior de tecidos da parte aérea de plantas assintomáticas. Foi realizado um estudo sobre a população bacteriana endofítica de dez porta-enxertos de citros, mantidos no Centro de Citricultura Sylvio Moreira - IAC. Foram isolados de explantes foliares principalmente dois grupos bacterianos: um deles constituído de isolados do gênero Bacillus (incluindo B. pumilus, B. megaterium, B. cereus, B. lentus) e outro, constituído por Erwinia herbicola. Verificou-se que a espécie mais frequente foi E. herbicola (24,45%); entretanto, se for considerado o gênero, Bacillus foi o mais frequente (50,98%). A presença em maior frequência de isolados deste gênero se deve provavelmente à resistência de seus endósporos ao tratamento para desinfecção superficial dos tecidos foliares, pois resultados obtidos da interação destas bactérias com o fungo endofítico Guignardia citricarpa e análise via marcadores de RAPD, sugerem que Bacillus spp. fazem parte da população epifítica destas plantas, e eventualmente podem entrar no hospedeiro por meio de aberturas como estômatos elou ferimentos, sendo nestes casos considerados como endófitos facultativos. Já, E. herbicola apresenta uma associação simbiótica com o fungo endofítico estudado, o qual deve favorecer a colonização bacteriana no hospedeiro. Esta característica aliada ao fato de que esta bactéria, frequentemente isolada de plantas como endófita, apresentou pequena divergência genética, detectada por marcadores de RAPD e perfil plasmidial, sugerem que deva ocorrer uma íntima interação entre o fungo G. citricarpa, a bactéria endofítica e a planta hospedeira, a qual deve manter reduzida a variabilidade genética neste grupo bacteriano. A constatação do estado endofítico de E. herbicola, juntamente com esta interação com a planta, mostra a possibilidade de se utilizar esta espécie para a introdução de características de interesse em porta-enxertos de citros.
Título em inglês
Isolation, identification and genetic characterization of endophytic bacteria from rootstocks citrus
Resumo em inglês
Endophytes are microorganisms which live inside aerial tissue of assyntomatic plants, during at least one phase of their life cycles. Ten rootstocks citrus were used. In order to get insights about their endophytic bacterial population. Endophytic bacteria were isolated from foliar tissue and could be divided in two main groups. The first group was formed by Bacillus (including B. megaterium, B. cereus, B. pumilus, B. lentus), and a second group was formed by Erwinia herbicola. The frequencies of bacteria from group one and two were 50,98% and 24,45%, respectively. The high frequency of the genus Bacillus found in the bacterial population is probably due to the endospore resistance to superficial desinfection of the leaf tissue. This observation was based on the interaction showed by these bacterias with the endophytic fungi Guignardia citricarpa and RAPD analysis, suggesting that Bacillus spp. is part of the epiphytic population of this plants. Eventually these epiphytic bacteria it may penetrate inside the host by stomats or injuries and in this case they could be considered facultative endophytes. However, E herbicola shows a simbiotic association with the studied endophytic fungi, which favours the bacterial colonization of the host. This finding, plus the low genetic divergence of several isolates from this bacteria, detected by RAPD and plasmidial profile, suggested that E. herbicola occurs in a close interaction with the fungus. The endophytic state of E. herbicola, added to its interaction with the host plants, suggests the possibility of using this species for the introduction of characteristics of interest in rootstocks citrus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.