• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-173615
Documento
Autor
Nome completo
André Oliveira de Souza Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1996
Orientador
Título em português
Biodegradação da vinhaça de cana-de-açúcar por linhagens de Aspergillus nidulans
Palavras-chave em português
BIODEGRADAÇÃO
CANA-DE-AÇÚCAR
LEVEDURAS
LINHAGENS
VINHAÇA
Resumo em português
A vinhaça de cana-de-açúcar é um resíduo orgânico, formado durante a destilação do álcool. Atualmente no Brasil, sua produção é de 1011 litros por ano e tem sido aplicada na lavoura como fertilizante. Desde a década dos 60, o emprego da vinhaça como substrato para o cultivo de microrganismos tem sido valorizado, pois permite, simultaneamente, a biodegradação da vinhaça e a conversão dela em biomassa (fonte de proteína). Devido ao fato do gênero Aspergillus ter sido relatado como eficiente neste processo de fermentação, o presente trabalho objetivou avaliar o desempenho de linhagens diplóides e recombinantes de A. nidulans quanto à capacidade de converter a vinhaça, bem como biodegradá-la. Para isto, primeiramente foi padronizado o meio de cultivo em vinhaça suplementada com 2% de melaço. Em seguida, foi verificado, por análise comparativa, que A. nidulans era capaz de processar a vinhaça. Posteriormente, foram obtidas linhagens diplóides e recombinantes de A. nidulans, feita sua avaliação quanto a capacidade de converter a vinhaça (biomassa seca), bem como biodegradá-la (redução da DQO), tendo sido verificado que estas são significativamente (1%) diferentes. Algumas linhagens diplóides e recombinantes foram superiores em relação a seus parentais originais. Por fim foi constatado, por ensaios de cultivo em meio vinhaça, que não há correlação entre o crescimento radial e a produção de biomassa e que a razão entre a biomassa produzida e a diminuição da carga poluidora é variável entre as linhagens
Título em inglês
Biodegradation of sugar cane vinasse by Aspergillus nidulans strains
Resumo em inglês
Sugar cane vinasse is an organic waste formed during the alcohol destillation process. In Brazil, its production reaches 1011 liters per year and it has been applied as crop fertilizer. Since the 60's, the use of vinasse as substrate for growth of microrganisms is under evaluation, due to the simultaneous biodegradation of vinasse and its conversion into biomass (protein source ). Considering that the genus Aspergillus has been related as efficient in this fermentation process, it was decided to evaluate in this research diploid and recombinant strains of A. nidulans. A growth media made of vinasse and 2% of molasse was standardized. Using this media, it was verified by comparative analysis that the A. nidulans is able to process vinasse as substrate for growth. Furthermore, diploid and recombinant strains of A. nidulans were obtained and evaluated by their capacity to convert ( dry biomass) and biodegrade (DQO reduction) vinasse. These results showed significant differences between strains and some diploid and recombinant strains showed improved performance when compared to their parental strains. Finally, it was verified through growth assays using vinasse media that there is no correlation between the radial growth and biomass production, and that the ratio between biomass production and the pollution reduction is variable among the strains.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.