• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2019.tde-20191220-115935
Documento
Autor
Nome completo
Lidia Favraud
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1984
Orientador
Título em português
Instabilidade mitótica em linhagem de Aspergillus nidulans com duplicação cromossômica
Palavras-chave em português
DUPLICAÇÃO CROMOSSÔMICA
FUNGOS
INSTABILIDADE MITÓTICA
LINHAGENS
Resumo em português
A linhagem Aspergillus nidulans apresenta um segmento do grupo de ligação I em duplicata, um na posição normal e o outro transposto para o grupo de ligação II; devido ao excesso de material genético a linhagem é instável, produzindo dois tipos principais de setores - melhorados e deteriorados. Neste trabalho foram isolados e analisados geneticamente setores deteriorados originados desta linhagem. Os determinantes genéticos espontaneamente de deterioração dos variantes deteriorados obtidos comportaram-se como genes simples e foram localizados nos diferentes grupos de ligação, não sendo encontrados apenas nos grupos de ligação V e VIII. Nos testes de alelismo, dentre os 16 cruzamentos realizados, em apenas dois os determinantes genéticos de deterioração eram alelos. Estes resultados indicam que a distribuição dos determinantes genéticos de deterioração pelos grupos de ligação deve ser aleatória, embora se conheça alguns·locais dentro de determinados grupos de ligação nos quais um número razoável de determinantes de deterioração está localizado. A importância do "background" genético na instabilidade foi observada através da introdução de marcadores genéticos diferentes na linhagem A. Correlacionou-se a presença de diferentes marcadores com a alteração na frequência e nos tipos de setores produzidos. Foi observado que linhagens com determinadas marcas, como tiossulfato e piridoxina, apresentam menor frequência de setores e que quanto menor a frequência de setores apresentada pela linhagem maior é a probabilidade de surgirem setores deteriorados; a temperatura na qual eles aparecem com maior frequência é a de 37°C. Quanto ao efeito da temperatura na instabilidade, observou-se que à 30°C as linhagens produzem setores em uma frequência bem baixa, não sendo possível detectar diferenças entre elas. Com a elevação da temperatura, para 37° e 40°C, aumenta a frequência de setores produzidos; a correlação é direta e positiva, embora à temperatura de 40°C as linhagens já apresentem taxa de crescimento menor do que à 37°C.
Título em inglês
Mitotic instability in a strain of Aspergillus nidulans with a chromosome duplication
Resumo em inglês
The strain A of Aspergillus nidulans has a chromosome segment of linkage group I in duplicate - one in the normal position and the other translocated to linkage group II; the strain is unstable due to the excess of genetic material an produces two broad classes of sectors - improved and deteriorated. Deteriorated sectors, spontaneously obtained from this strain, were isolated and genetically analyzed in this work. The determinants of deterioration acted as single genes and were located in different linkage groups; they were not found only in linkage groups V and VIII. Only in two out of sixteen crosses performed the determinants of deterioration were alleles. These results indicate that the determinants of deterioration must be located at random in the linkage groups, although there are spots in certain linkage groups in which an expressive number of determinants of deterioration is located. Different genetic markers were introduced into strain A to study the role of genetic background in stability. Different genetic markers were related with the change in the frequency and types of the sectors produced. Strains with markers as thiosulphate and pyridoxin show lower frequency of sectors, and the lower the frequency of sectors presented by the strain the higher the probability of deteriorated sectors emerging; at 37°C they appear in higher frequency. Regarding the effect of temperature on instability, it was observed that at 30°C the strains produce sectors in a very low frequency and it is not possible to detect differences between them. Increasing the temperature o to 37°C and 40°C, the frequency of sectors rises; the correlation is direct and positive, although the strains at 40°C present a smaller growth rate than those at 37°C.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FavraudLidia.pdf (11.50 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.