• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2019.tde-20191220-131350
Documento
Autor
Nome completo
Maurício Ballesteiro Pereira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1989
Orientador
Título em português
Comparação de métodos de seleção em populações parcialmente autógamas
Palavras-chave em português
AUTOGAMIA
GENÉTICA DE POPULAÇÕES VEGETAIS
PLANTAS CULTIVADAS
SELEÇÃO
Resumo em português
Foi estudado o modelo genético proposto por COCKERHAM e WEIR (1984) aplicado à espécies parcialmente autógamas. Neste modelo, que não inclui epistasia e se limita populações em equilíbrio de ligação, a variância genotípica é dividida em seis componentes, caso se suponha qualquer número de alelos por loco, ou cinco, caso se suponha dois alelos por loco. Quatro novos esquemas para estimação dos componentes da variância genotípica foram propostos. Foram estudadas ainda as propriedades dos métodos de seleção baseados em famílias quando aplicados a estas populações, comparando diversos métodos pela simulação de 20 situações diferentes. Os resultados indicaram que os esquemas propostos para a estimação dos componentes da variância genotípica não são eficientes. Pôde-se mostrar que, ignorar a existência dos seis componentes da variância e estimar-se o progresso genético apenas com base na variância genética entre progênies de um só tipo é inadequado na maior parte dos casos. O erro correspondente foi quantificado. A seleção, em populações parcialmente autógamas, baseada em progênies autofecundadas com recombinação de sementes remanescentes em condições naturais, mostrou-se a mais eficiente. Com este esquema a população tenderá a um novo equilíbrio com um valor ligeiramente superior para F. Recombinação de sementes remanescente de progênies autofecundadas foi sempre superior, qualquer que seja a unidade de seleção. Progênies de polinização natural (maternas), usadas na unidade de seleção, ocuparam o segundo lugar em eficiência. Em geral, a seleção dentro de progênies foi menos eficiente que a seleção na mistura das sementes remanescentes das progênies selecionadas.
Título em inglês
Comparison of selection methods in partially autogamous populations
Resumo em inglês
The genetic model proposed by COCKERHAM and WEIR (1984) applied to partially autogamous plants was studied. Under this model, which does not include epistatis and is limited to the populations in linkage equilibrium, the genotypic variance is divided into six components, if we admit any number of alleles per locus, or five, if we admit two alleles per locus. Four new methods for estimating the genotypic variance components were proposed. In addition, the properties of selection methods based on families were studied by comparing different methods through the simulation of 20 different situations. Results indicated that proposed methods for estimation of genetic variance components were inefficient. It could be shown that, ignoring the existance of the six components of variance and estimating progress from selection only on the basis of the genetic variance among a single kind of progenies, is very much inadequate, in most situations. The corresponding biases were quantified. The improvement of mixed self and random mating populations, based on selfed progenies with the recombination of remnant seed under the natural rate of self fertilization, was shown to be the most efficient. With this scheme the population will tend to a new equilibrium in which the average inbreeding coefficient is only slightly higher than the initial F value. Recombination through remnant seed of selfed progenies was always superior for any type of selection unit. Open pollinated (maternal) progenies as selection units ranked second in efficiency. In general, the traditional within family selection was less efficient than selection of individual plants within a bulk of remnant seed of selected families.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.