• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2019.tde-20191220-133912
Documento
Autor
Nome completo
Tamara Canto Fonseca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1997
Orientador
Título em português
Estudos citológicos em amoreira, Morus alba L.
Palavras-chave em português
AMORA
CITOGENÉTICA VEGETAL
Resumo em português
A amoreira, Morus alba L, é a forrageira utilizada na alimentação do bicho-da-seda, Bombyx moriL., pois fornece os aminoácidos necessários à produção do fio de seda. O presente estudo foi idealizado com o objetivo de estudar a citologia da amoreira, o comportamento cromossômico na meiose e mitose e o estabelecimento de ápices foliares in vitro. Para estudo da macrosporogênese utilizaram-se os clones IZ56/4 e IZ15/1 e para a microsporogênese o clone IZ15/7; oriundos do cruzamento entre clones Calabresa e Nezumigaeshi (IZ15/1 e 1517) e entre os clones Formosa e Catânia Paulista (IZ56/4) do programa de melhoramento do Instituto de Zootecnia da Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. As flores masculinas no tamanho médio de 2,1 mm foram coletadas durante três dias seguidos (setembro/1994) das 5h30 às 22h30 com intervalos de uma hora, imediatamente fixadas em etanol acético (3: 1) por 24h e armazenadas em álcool a 70% a 10°C. As lâminas foram preparadas pelo método de esmagamento em carmin propiônico 2%. Nenhuma irregularidade foi observada durante a microsporogênese. O estudo do estabelecimento de ápices foliares in vitro visou a obtenção de raízes de amoreira para estudo dos cromossomos da metáfase mitótica. Neste trabalho foi utilizado o clone IZ56/4. Os explantes excisados de estacas cultivadas em casa de vegetação foram cultivados em meio MS sólido (Murashige & Skoog, 1962), contendo metade de sua concentração original (MS/2) e 15gl-1 de sacarose. A taxa média de estabelecimento de ápices foi 46%. As raízes obtidas foram tratadas com inibidores de fuso (8-hidroxiquinolina 0,03%; colchicina 0,01% e 0,05%) e/ou inibidores de síntese protéica (cicloheximida 140ppm) da fixação em etanol acético. Para coloração usou-se a metodologia de Feulgen. Os testes efetuados permitiram a contagem do número de cromossomos 2n = 28 para a amoreira (Malba L.).
Título em inglês
Cytological studies in mulberry, Morus alba L.
Resumo em inglês
Mulberry, Morus alba L., is a forage plant used to feed the silkwonn, Bombyx mori L., as it provides the necessary aminoacids for the silk yarn production. The present study was performed with the aim of studying the mulberry cytology, the chromosome behavior at meiosis and mitosis and the establishment of in vitro leaf apex culture. For the macrosporogenesis studies, the clones IZ56/7 and IZ15/1 were used. For the microsporogenesis studies, the clone IZ15/7 was used. The clones IZ15/1 and IZ15/7 are full-sib progeny of the cross between Calabresa and Nezumigaeshi clones and the clone IZ56/4 are from the cross between Formosa and Catânia Paulista clones, of the pIant breeding program of the Instituto de Zootecnia from the Secretaria da Agricultura e Abastecimento of the State of São Paulo. The male flowers, of a medium size of 2,1 mm, were collected during three consecutive days (September/1994) from 5:30 a.m. to 10:30 p.m. with one hour interval, immediately fixed in acetic ethanol (3:1) for 24h and stored in 70% alcohol at 10°C. The slides were prepared by smear method in 2% propionic carmin. No irregularity was observed during microsporogenesis. The study of establishing in vitro leaf apex culture aimed at obtaining mulberry roots for study of mitotic metaphase. The clone used in this study was IZ56/4. The explants excised from cultivated cuttings fi the greenhouse were cultivated in solid MS (Murashige & Skoog, 1962) medium, containing half of its original concentration (MS/2) and 15gl-1 of sucrose. The medium rate of apex establishment was 46%. The roots obtained were treated with spindle inhibitors (0,03% 8-hydroxiquiloine, 0,01% and 0,05% colchicine) and/or protein synthesis inhibitors (140ppm cycloheximide) for several times before fixation in acetic ethanol. For staining, the Feulgen methodology was used. The tests allowed the counting of2n = 28 chromosome number for mulberry (Malba L.).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FonsecaTamaraCanto.pdf (11.26 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.