• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-20200111-122454
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Ismael Inácio Cardoso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1997
Orientador
Título em português
Seleção de cebola (Allium cepa L.) para bulbificação e maturidade no sistema de cultivo de bulbinho de “ciclo curto”
Palavras-chave em português
BULBIFICAÇÃO
CEBOLA
CULTIVO PROTEGIDO
MATURAÇÃO VEGETAL
SELEÇÃO
Resumo em português
Foram instalados dois experimentos no departamento de Genética e dois no de Horticultura da ESALQ/USP, sob cultivo protegido em bandejas de poliestireno expandido, no período de agosto de 1994 a abril 1996 , todos conduzidos no delineamento experimental em blocos ao acaso, com diferente número de repetições. No primeiro experimento, foram avaliadas três tipos de bandejas (72, 128 e 288 células), com diferentes números de plantas por célula, sendo a semeadura realizada em agosto e a colheita em outubro de 1994. Com três a quatro plantas por célula na bandeja de 128, ou com seis a oito na de 72 células, obteve-se bulbinhos mais uniformes que os produzidos em canteiro e com tamanho ideal para o plantio. Conclui-se, também, que quanto menor o número de plantas por célula, maior o tamanho dos bulbinhos. No segundo experimento, estudou-se o efeito do peso de bulbo sobre o florescimento, utilizando-se bulbos da população [Crioula x (Valenciana Sintética 14 x Pira Ouro)] F1, obtidos em bandejas de 72 células, com uma planta/célula. Somente 11, 5% dos bulbos com peso superior a 10g floresceram, enquanto que bulbos com peso inferior praticamente não floresceram. Nos experimentos 3 e 4, foram avaliadas progênies de meios irmãos selecionadas para maturidade precoce ou tardia em duas populações segregantes, [Crioula x (Valenciana Sintética 14 x Pira Ouro)] F1 e (Valenciana Sintética 14 x Pira Ouro) F2, respectivamente. Foram utilizadas as cultivares de dias curtos, intermediários e longos ‘IPA 9’, ‘IPA 10’, ‘Pira Ouro’, ‘Régia’, ‘Serrana’, ‘Valencianita’, ‘Crioula’ e ‘Armada’ , como testemunhas. A semeadura, em bandejas de 128 (experimento 3) ou de 72 células (experimento 4), foi realizada no dia 20/12/95 e a colheita iniciou-se em em 07/02/96 e estendeu-se até 02/04/92. Foram avaliadas as seguintes características; cerosidade nas folhas , percentagem de bulbos arroxeados, percentagem de plantas improdutivas (que não bulbificaram), ciclo , nota de bulbificação 42 dias após a semeadura, peso e diâmetro de bulbos. Três repetições com 32 plantas por parcela, e duas repetições com 24 plantas foram utilizadas nos experimentos 3 e 4, respectivamente. Concluiu-se que as progênies da população [Crioula x (Valenciana Sintética 14 x Pira Ouro)] foram mais precoces e apresentavam bulbos com melhor qualidade (ausência de bulbos arroxeados) quando comparadas às progênies da outra população. O efeito da seleção divergente para maturidade precoce ou tardia e coloração amarela de bulbos foi mais eficiente para as progênies da população do cruzamento triplo [Crioula x (Valenciana Sintética 14 x Pira Ouro)]. Obtiveram-se estimativas do coeficiente de herdabilidade elevadas para todos os caracteres avaliados nas progênies da população [Crioula x (Valenciana Sintética 14 x Pira Ouro)] : 70,16% para cera nas folhas, 91,47% para percentagem de bulbos roxos, 87,17% para percentagem de plantas improdutivas, 93,88% para ciclo, 94,77% para nota de bulbificação, 82,19% para peso e 83,84% para diâmetro de bulbo. Já para a população (Valenciana Sintética 14 x Pira Ouro) F2 as estimativas foram, no geral, poucos menores : 83,06% para cera nas folhas, 61,71% para percentagem de bulbos roxos, 86,19% para percentagem de plantas improdutivas, 74,49% para ciclo, 52,63% para nota de bulbificação, 28,81% para peso e 40,65% para diâmetro de bulbo. Quanto às estimativas dos coeficientes de correlação fenotípica e genética aditiva entre as características ciclo, nota de bulbificação, percentagem de plantas improdutivas, peso e diâmetro de bulbos, duas a duas, foram todas positivas e significativas na população [Crioula x (Valenciana Sintética 14 x Pira Ouro)], e, no geral, foram superiores às obtidas na outra população, onde nem todas foram significativas. Conclui-se que é viável a avaliação de progênies no sistema de cultivo de bulbinho de ciclo curto no verão.
Título em inglês
Onion (Allium cepa L. selection for bulbing and maturity in the short cycle bulb set system
Resumo em inglês
To determine the viability of selection for bulbing and maturity under protected cultivation in the short cycle bulb sets system, two trials were carried out in the Genetic Department and two in the Horticulture Department at ESALQ/USP, from August/1994 to April/1966. The experimental design was a randomized block, with different number of replications. In the first trial, different plant densities were tested on three types of trays (72, 128 and 288 cells). Best bulb sets were obtained with three or four plants/cell in trays with 128 cells and with six to eight plants in the 72 cells. The lesser plants/cell, the bigger the bulb sets obtained. In the second trial the effect of bulb weight over flowering was studied, utilizing bulbs from the population [Crioula x (Valenciana Sintetica 14 x Pira Ouro)], obtained in trays with 72 cells. Sowing was made in 20/12/94 and harvesting of the bulbs occurred from 14/03/95. After vernalization (4ºC/61 days), bulbs were planted in 09/08/95. Only 11.5% of the bulbs heavier than 10g flowered, while bulbs lighter than 10g did not. In the third and fourth trials half sib selected for early and late maturity from two populations, [Crioula x (Valenciana Sintetica 14 x Pira Ouro)] and (Valenciana Sintetica 14 x Pira Ouro) F2, respectively, were evaluated. “Short day” cultivars Crioula, IPA 9, IPA 10, Pira Ouro, Regia , Serrana and Valencianita, as well as a “long day” cultivar, Armada were utilized as checks. In the fourth one IPA 10 and Valencianita were not included. Sowing was made in 20/12/95 and harvesting was made from 07/02/96 to 02/04/96. The following parameters were evaluated: glossiness, red bulbs (%), thick necks (%), cycle, bulbing index 42 days after seeding, bulb weight and diameter. Three replications with 32 plants and two replications with 24 plants were utilized in the third and fourth experiment, respectively. It was concluded that progenies from [Crioula x (Valencia Sintetica 14 x Pira Ouro)] were earlier, more adapted and with better quality (without red bulbs) than those from (Valenciana Sintetica 14 x Pira Ouro) F2. Divergent selection for maturity and yellow bulbs were more efficient in the progenies of the first population than in the second. High heritability estimates were obtained for all characters in [Crioula x (Valenciana Sintetica 14 x Pira Ouro)] population: 70.16% for glossiness, 91.47% for red bulbs, 87.17% for thick necks, 93.88% for cycle, 94.77% for bulbing index, 82.19% for bulb weight and 83.84% for bulb diamenter. In the other population estimates were, generally, lower: 83.06% for glossiness, 61.71% for red bulbs, 86.19% for thick necks, 74.49% for cycle, 52.63% for bulbing index, 28.81% for bulb weight and 40.65% for bulb diameter. All the phenotypic and genetic additive correlations obtained for [Crioula x (Valenciana Sintetica 14 x Pira Ouro)] cross were positive and significative, and, generally, higher than estimates obtained for the second population. It was concluded that the selection of progenies in the short bulb set system during the summer, for characters with high heritabilities, is viable.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.