• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-20200111-122746
Documento
Autor
Nome completo
Ana Lúcia Pires Cotias de Oliveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1992
Orientador
Título em português
Evolucao cariotipica no genero crotalaria l. (Leguminosae)
Palavras-chave em português
CARIÓTIPOS VEGETAIS
CROMOSSOMOS VEGETAIS
CROTALÁRIA
EVOLUÇÃO
Resumo em português
O gênero Crotalaria L. é um dos maiores da família Leguminosae, com distribuição nas regiões tropicais e subtropicais dos dois hemisférios. No presente trabalho foram analisados os cariótipos das espécies C. incana L., C. holosericea Nees et Mart., C. brevidens Benth., C. lanceolata L., C. pallida Ait., C. juncea·L., C. stipularia Desv., C. paulina Schrank, C. retusa L., C. spectabilis Roth., C. virgulata Klotzch subsp. grantiana (Harv.) Polhill, pertencentes a quatro diferentes seções, a fim de se analisar aspectos da evolução cromossômica e de se estabelecer relações entre espécies dentro e entre seções em que são classificadas. As análises citológicas foram realizadas em pontas de raízes, tratadas com 8-hidroxiquinolina 0,002 M, e coradas pelo método de Feulgen. As lâminas foram preparadas através da técnica usual de esmagamento. A metodologia de bandamento C foi também aplicada a cromossomos metafásicos. As espécies foram comparadas segundo os valores de comprimento absoluto, relação de braços dos cromossomos e índice de simetria do cariótipo, os quais foram submetidos a análise de variância e teste de Student-Newman-Keuls, visando comparar as espécies através dos pares de cromossomos correspondentes. Os resultados obtidos revelaram constituição cromossômica 2n=14 e 2n=16, em espécies diplóides, e 2n=32, em tetraplóides. Em todas as espécies foi possível distinguir cada um dos cromossomos de cariótipo. Foram observadas diferenças nítidas entre as espécies analisadas, evidenciando que durante a evolução ocorreram alterações na estrutura dos cromossomos, embora se possa constatar um padrão característico do gênero. Um aspecto marcante é que todas as espécies apresentaram uma constrição secundária no primeiro par de cromossomos, em posição diferente de espécie para espécie. As espécies tetraplóides C. paulina e C. stipularia apresentaram redução no tamanho dos cromossomos, comparado às espécies diplóides. Além disso, o número de cromossomos com constrição secundária não se correlaciona com o aumento do nível de ploidia. A ocorrência de anfiplastia sugere sua origem alopoliplóide. A utilização de testes preliminares da metodologia de bandamente C não mostrou diferenciação conspícua de bandas nos cromossomos. Na seção Crotalaria, cujas espécies acumulam características florais especializadas observaram-se cromossomos menores, enquanto na subseção Longirostres, marcantemente reduzidos em tamanho, combinados com cariótipo menos simétrico. Isto sugere uma tendência de redução do comprimento cromossômico e diminuição da simetria do cariótipo no curso evolutivo. Estudos envolvendo maior número de espécies são necessários para sugerir um direcionamento da mudança cromossômica no gênero como um todo.
Título em inglês
Karyotypic evolution in the genus Crotalaria L. (Leguminosae)
Resumo em inglês
The genus Crotalaria is one of the largest of the family Leguminosae, with a distribution in the tropical and subtropical regions of the two hemispheres. ln this study the karyotypes of the species C. incana L., C. holosericea Nees et Mart., C. brevidens Benth., C. lanceolata L., C. pallida Ait., C. juncea L., C. stipularia Desv., C. paulina Schrank, C. retusa L., C. spectabilis Roth. and C. virgulata Klotzch subsp. grantiana (Harv.) Polhill, belonging to four different sections, were analyzed in order to analyze aspects of the chromosome evolution and to establish relationships among the species within and between the sections in which they·are classified. The cytological studies were performed on roots tips, treated with 8-hydroxiquinolin 0,002M, and stained by the Feulgen method. The slides were prepared using the usual squash technique. The C-banding method was also applied to chromosomes in metaphase. The total lenght, the arms ratio and the symmetry index of the karyotype were compared among the species using the analyzes of variance and the Student-Newman-Keuls test for the comparison of multiple means. Corresponding chromosome pairs were compared among species. The results revealed chromosome complements and 2n=14 and 2n=16 in diploid species and 2n=32 in tetraploids. It was possible to distinguish the chromosomes in all the species. Distinct differences were observed among the species analyzed, showing that structural chromosomes alterations have occurred during their evolution, but it was still possible to confirm a characteristic pattern for the genus. One notable aspect is that all the species possess a secondary constriction, on the first pair of chromosomes, that varies in position among the species. The tetraploid species C. paulina and C. stipularia present a reduction in chromosome size compared with diploid species. In these species the numbers of chromosomes showing a secondary constriction does not correspond with the increase from diploid to tetraploid. The occurrence of amphiplasty suggest an allopolyploid origin. A previous test using a C-banding methodology did not showing differentiation conspicous bands in chromosomes. In the section Crotalaria, in which species accumulate specialized floral characteristics, chromosomes are noticed to be markedly reduced in size, combined with a less symmetrical karyotype in the subsection Longirostres. This suggest a tendency to reduce the length of chromosomes and the symmetry of karyotypes in the course of evolution. Studies involving a greater number of species are necessary to confirm the direction of chromosome changes in the genus, as a whole.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.