• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-20200111-130705
Documento
Autor
Nombre completo
Lázaro José Chaves
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 1985
Director
Título en portugués
Tamanho da parcela para seleção de progênies de milho (Zea mays L.)
Palabras clave en portugués
DELINEAMENTO EXPERIMENTAL
MILHO
PROGÊNIES
SELEÇÃO
Resumen en portugués
Com a finalidade de se verificar a viabilidade do uso de microparcelas na avaliação de progênies de milho, para fins de seleção, seis ensaios com progênies de meios irmãos foram instalados, no ano agrícola 1980/81. Dos seis ensaios, três foram constituídos por parcelas de 1 m2 de área e três por parcelas de 5 m2. Na colheita, cada parcela de 5 m2 foi dividida em cinco unidades amostrais de 1 m2, tendo sido os dados coletados em cada unidade amostral. Foram estudados os caracteres altura da planta, altura de espiga, número de espigas por planta, diâmetro da espiga, produção de espigas e produção de grãos. Através da combinação dos dados das unidades amostrais adjacentes, foi possível a realização de análises considerando-se cinco tamanhos de parcelas, além daquelas concernentes aos experimentos independentes com parcelas de 1 m 2. Os resultados mostraram que os experimentos com parcelas de 1 m 2 foram menos eficientes na discriminação entre tratamentos, em comparação com os experimentos com parcelas de 5 m2, para os caracteres de produção. A combinação entre tamanhos da parcela e número de progênies avaliadas, levou a um tamanho ótimo de parcela entre 3 e 4 m2, para produção de grãos. Com este tamanho de parcela, o ganho esperado por seleção foi maximizado, com o número de repetições utilizado. Fixando-se a área total ocupada por progênie no ensaio, foi mostrado que o máximo de ganho por seleção é conseguido, quando se minimiza o tamanho da parcela, aumentando-se o número de repetições. Foi verificada, ainda a influência do tamanho da parcela, sobre as estimativas de diversos parâmetros estatístico-genéticos. A instalação, condução e coleta de dados dos experimentos com parcelas de 1 m2 não apresentaram limitações de ordem prática.
Título en inglés
Plot size for progeny selection in maize (Zea mays L.)
Resumen en inglés
Six progeny trials were carried out in 1980 – 81, with 147 half-sib families from the maize population ESALQ PB-5, in order to study plot size and its consequences in recurrent selection programs. Progenies were evaluated in three 7 x 7 duplicate simple lattice experiments by using one row plots with 5 m2; at harvest, the whole plots were splitted into five-plots (sampling units) and data were collected from each sampling unit. At the same time, the same progenies were evaluated in there 7 x 7 duplicate simple lattice experiments, by using with 1 m2. The traits studied were : plant and ear height, ear number, ear diameter, total ear weight and total grain yield. Data were combined by using adjacent sampling units and then, the data analysis were performed by considering five plot sizes, besides those concerning the independent trials with 1 m2 plots. The results showed that the experiments with 1 m2 were less efficient for the discrimination among progenies, as compared with the experiments with 5 m5 plots, for yield traits. The combination of plot size and number of evaluated progenies indicated an optimum plot size between 3 and 4 m2, or 15 to 20 plants per plot, for grain yield. With such plot size the expected gain is maximized for the number of replications used in this study. On the other hand, taking constant the total area covered by each progeny in the experiment, the maximum gain from selection is attained by decreasing the plot size and increasing the number of replications. The influence of the plot size on the estimates of several statistical-genetic parameters, such as additive genetic variance, coefficient of heritability and genetic coefficient of variation, was shown, for all the studied traits. No practical limitation was observed, for setting up, carrying and collecting data in the experiments with plots 1 m2 large.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
ChavesLazaroJose.pdf (13.14 Mbytes)
Fecha de Publicación
2020-01-11
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.