• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1985.tde-20210104-191538
Documento
Autor
Nome completo
Valter Andre Zanette
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1985
Orientador
Título em português
Avaliação da produtividade de cultivares de milho (Zea mays L.) braquítico
Palavras-chave em português
MILHO
PRODUTIVIDADE
VARIEDADES VEGETAIS
Resumo em português
Dezoito populações de milho braquítico foram avaliadas em quatro locais nos anos agrícolas de 1982/1983 e 1983/1984. Os ensaios foram conduzidos em blocos casualizados com 5 repetições em cada local. As comparações entre as populações foram feitas em função de sete caracteres da planta, cujos dados foram subumetidos à análise de variância, tanto para os ensaios individuais como para a análise conjunta para estimar as interações entre genótipos e ambientes. Com esta análise avaliou-se a significância do efeito ambiental sobre o desenvolvimento das características medidas. As comparações foram feitas em termos médios do desempenho de cada cultivar, Estimaram-se as correlações fenotípicas entre as características avaliadas, assim como os parâmetros de estabilidade fenotípica para cada genótipo, segundo o modelo de EBERHART e RUSSELL (1966). Os resultados mais salientes foram: Quanto à produtividade de grãos, as populações Piranão VD2 de milho dentado foram em média 6,7% mais elevadas que as populações de milho Piranão VF1 duro, mas em relação aos híbridos comerciais produziram 92,8%. Os valores médios de produtividade dos progenitores vs cruzamentos interpopulacionais vs híbridos comerciais, revelaram uma predominância significativa, pelo teste -t, da produtividade dos cruzamentos interpopulacionais sobre os progenitores mas não sobre a produtividade média das testemunhas. Quanto à heterose média, os cruzamentos interpopulacionais Piranão HV 1-2-Pr x Pp e Piranão HV-1-M, foram os que apresentaram os valores respectivamente de 13,6 e 11,1% em relação a seus progenitores, sendo que em relação aos pais mais produtivos, foram em média superiores em 10% e respectivamente, 3 e 5% em relação à produção média dos híbridos comerciais. Quanto às populações de milhos Compostos, o cruzamento interpopulacional Composto HSFbr2 x Composto HSDbr2 apresentou um valor de heterose de 22,7 e 15,7% em relação, respectivamente, à média dos progenitores e ao pai mais produtivo e em relação à média dos híbridos comerciais 96,2%. A grandeza da heterose observada nos cruzamentos interpopulacionais indicou que as populações parentais apresentam suficiente diversidade genética. Em relação ao número médio de espigas por planta as populações Piranão em geral foram em média, 9,7% mais elevadas que a média de todas as outras populações braquíticas, que em nenhum caso atingiram um índice unitário. Foram observadas correlações fenotípicas positivas e significativas, a 1% de probabilidade, entre os caracteres produtividade, altura de planta, altura de espiga, índice AE/AP e número de ramificações de pendão. Nenhuma correlação significativa foi detectada entre número de fileiras de grãos, índice AE/AP e prolificidade. Os resultados da análise da estabilidade fenotípica mostraram que em média os cruzamentos interpopulacionais Piranão tiveram uma adaptabilidade geral boa para todos os ambientes avaliados e cuja média de produtividade foi maior do que a média geral. Quanto às populações Piranão VD2 e Piranão VF1, mostraram-se diferentes em relação aos desvios de linearidade. As populações Piranão VD2 foram mais instáveis do que as populações de milho Piranão VF1, porém mais produtivas do que a média geral. Quanto às populações de milho Composto HSFbr2, HSDbr2, Fbr2 e Dbr2, apresentaram desvios de linearidade, em média, muito altos, indicando uma menor estabilidade do que os milhos Piranão acima citados, frente às modificações ambientais. Os híbridos comerciais utilizados como testemunhas apresentaram também desvios de linearidade muito altos e significativos. Com referência ao acamamento e quebramento do colmo, as cultivares braquíticas apresentaram frequências menores do que 10%, revelando um bom desempenho frente às modificações ambientais. Quando ao número de dias para o florescimento masculino foi, em média, de 73 dias.
Título em inglês
Evaluation of the yielding ability of cultivars of maize (Zea mays L.) brachytic
Palavras-chave em inglês

Resumo em inglês
Eighteen different population of brachytic corn (Zea mays L.) were tested under four locations in two successive years. The experiments were carried out in a randomized complete block design with five replications. Seven traits were used for the comparison among populations. Analysis of variance were obtained both for individual trials as well as for the pooled of experiments, in order to obtain the genotypes x environments interaction, Simple phenotypic correlations between different characters were determined and stability parameters were estimated using the model proposed by EBERHART & RUSSEL (1966), The major findings were as follows: The average yield of the dent populations of the Piranão group was higher than the Piranão flint group. In relation to the commercial hybrids Piranão dent yielded 92.8%. The comparisons parental vs interpopulation crosses vs control showed higher productivity for the interpopulation crosses over the parents but not superior to the controls. Relative to the midparent and high parent, average heterosis for the crosses Piranão HV1-2-Pr x Pp and Piranão HV-1-M was 11.6 and 10%, respectively. The amount of heterosis observed in the interpopulation crosses, indicated that the parent populations are genetically divergent. The Piranão prolificacy average populations were 9,7% more high than other brachytic population average. Positive and significant phenotypic correlations were observed between yield, plant height, ear height, AE/AP index and tassel branch number. No correlation was detected between row number, AE/AP index and prolificacy. The average results of phenotypic stability analysis showed that the interpopulation crosses Piranão showed good general adaptability for all means analyzed, and its productivity was higher than the general mean. The Piranão VD2 and Piranão VF1 population showed differences in relation to deviation of linearity. The Piranão VD2 populations were more unstable than the Piranão VF1 populations. The Compostos HSFbr2, HSDbr2, Fbr2 and Dbr2 corn populations presented very high deviations from linearity showing a lower stability than the Píranão group. With regard to root lodging and stalk-breaking it was observed that the brachytic populations presented very low values, around 10%, showing good performance in the overall environments. The average number of days to tassel flowering was of 73 days. The results support the conclusion that brachytic corn subjected to proper selection is a promising solution for tropical areas, where short plants with high grain yield potential and lodging resistance are needed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ZanetteValterAndre.pdf (10.04 Mbytes)
Data de Publicação
2021-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.