• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1977.tde-20210919-102103
Document
Auteur
Nom complet
Gratuliano Gomes Calheiros
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, None
Directeur
Titre en portugais
Estabilidade de variedades de cana-de-açúcar (Saccharum spp) no Estado de Alagoas
Mots-clés en portugais
CANA-DE-AÇÚCAR
ESTABILIDADE
SELEÇÃO GENÉTICA
VARIAÇÃO GENÉTICA EM PLANTAS
VARIEDADES VEGETAIS
Resumé en portugais
Um dos objetivos do presente estudo, foi o de detectar a variabilidade dos padrões que são utilizados no programa de melhoramento da cana-de-açúcar para o Estado de Alagoas, em comparação com outras variedades previamente ensaiadas. Para tal, foram tomados os dadas de produção agrícola da primeira colheita em toneladas de cana por hectare (TCH), obtidos dos experimentos de competição de variedades instalados em blocos ao acaso nos anos de (1966 a 1973) e locais na região canavieira de Alagoas. Como padrões foram consideradas as variedades Co 331 e CB 45-3. Constituíram-se pares de grupos de experimentos nos quais um padrão ocorria junto com uma variedade, estimando-se as magnitudes relativas da componente de variância devida à interação genótipo x ambiente mais a de ambientes, a variância entre repetições dentro de ambientes e variância média do erro. Nesta análise conjunta da variância feita com apenas um genótipo, não foi possível isolar a variância da interação genótipo x ambiente da variância entre ambientes, A estimativa da variância fenotípica de cada variedade foi comparada com a estimativa da variância fenotípica do respectivo padrão. Para os padrões Co 331 e CB 45-3, foram agrupados 18 experimentos nos quais os mesmos ocorriam, fazendo-se a análise conjunta da variância de cada padrão e da média dos dois. Com as esperanças matemáticas dos quadrados médios entre ambientes foi possível estimar a componente devida à interação padrões x ambientes isolada da componente devida a ambientes. A estimativa da variância fenotípica de cada padrão foi comparada com a da variância fenotípica da média dos dois. Pelos modelos· matemáticos para a média de um padrão e para a média de uma variedade, foi estimado o erro do contraste entre estas, admitindo-se que a seleção seja feita pela comparação de um padrão com uma variedade ou clone sem o uso de repetições, um padrão repetido duas vezes, e com a média dos dois padrões, para efeito de seleção nos estágios preliminares do programa de melhoramento regional da cana-de-açúcar. A magnitude relativa da estimativa da variância devida à interação genótipo x ambiente maia a devida a ambientes, teve maior influência na variância fenotípica das variedades e dos padrões, contribuindo em média com 69%. Em média as variedades estudadas foram 41,3% mais variáveis que o padrão Co 331 e menos variáveis que o padrão CB 45-3 em 2,0%, A magnitude relativa da estimativa da variância entre ambientes, foi a que mais contribuiu para a variância fenotípica da média dos padrões. Ambos os padrões foram mais variáveis do que a média dos dois com 39% mais variável para CB 45-3 e 12% para Cd 331, A média geral de produção do padrão CB 45-3 foi de 99,79 TCH e a do Co 331 de 93,62 TCH. Houve significativa interação padrões x ambientes mostrando que a diferença entre ambos não e estável de um ambiente para outro. A escolha da média dos dois padrões para a comparação com variedades ou clones a serem indicados para o plantio comercial. dará mais eficiência na seleção, desde que ela mostrou menor interação por ambientes, ou seja, maior estabilidade para a região canavieira de Alagoas. O contraste entre a média de um padrão e a média de uma variedade ou clone sem o uso de repetição corno vem sendo feito nos estágios preliminares de seleção, de modo visual, apresentou um erro de 19,65% da média do padrão. Inferências feitas no sentido de reduzir este erro, repetindo-se o padrão duas vezes ou utilizando-se os dois padrões e tomando-se a média para efeito de comparação apresentou um erro de 18,45% e 17,02% da média de produção respectivamente. Nos estágios finais de seleção, que envolvem ensaios com repetições em vários ambientes, a estimativa do erro do contraste entre a média de um clone e de um padrão foi da ordem de 4,8% da média deste último. Tal fato indica que a recomendação de variedades apenas superiores ao padrão não apresenta urna segurança suficiente. Sugere-se que maior segurança pode ser obtida escolhendo-se variedades com produção pelo menos 10% superior à do padrão.
Titre en anglais
Not avaliable
Resumé en anglais
The objective of this study was to detect the variability of controls being used for the program of sugarcane improvement in the. State of Alagoas when compareci with other varieties previously tested. For that case, data of agricultural yield were-taken from the first harvest in tons of cane per hectare (TCH). Those were bbtained from the comparativa experiments of varieties installed randomized complete from 1966 to 1973 in the sugarcane area of Alagoas, Co331 and CB45-3 were considered as· control varieties. Experiments consisted of pairs of groups where a control occurred together with a variety. These were considered for estimating the relativa amount of the component of variance due to genotype x environment plus that of environments, the variance among replications within possible environments and the mean variance of errar. It was not possible to isolate the variance due to genotype x environment interaction Trom the variance among environments, The estimativa of the phenotypic variance of each variety was compared with the corresponding estimativa of the phenotypic variance of the respectiva control. Eighteen experiments were grouped for the control varieties Co331 and CB45-3 where both occurred, making a combined analysis of variance of each control and an average of both. With expected value of the mean squares among environments, it was possible to estimate the component due to control x environment interaction isolated from the component due to environments. The estimativa of the phenotypic variance of each control was compareci with the phenotypic variance of the average of both. By using a mathematical módel including the mean of a control and a variety, the errar of the contrast between them was estimated. This was done on the supposition that selection is dons by comparing: 1) a control with a varie.ty or clone without replications; 2) a control replicatéd twice; and 3) with an average of both controls. In any case, the effect of selections in the first stages of the regional program for sugarcane improvement, was under consideration. The relative amount .of the variance due to the genotype xenvironment interaction plus that due to the environments had more influence on the phenotypic variance of the varieties and controls with an average contribution of 69% to total variation. Varieties under study, varied 41.3% more than the control Co331 and 2% less than the control CB45-3. The relativa amount of variance among environments had a greater contribution to the phenotypic variance of the control· mean. The variat i o n of individual controls were greater than the control mean; i.e., 39% for CB45-3 and 12% for Co331. as compareci to the control mean. Controls yielded 99.79 TCH and 93.62 TCH. on the average. respectively. There was a significant interaction of controls x environments showing that the difference between them is not consistent from one environment to another. The choice of the average of two controls for comparison with varieties or clones. to be indicated for commercial planting, is more effective for selection, because the relatively smaller interaction with environments. i.e , more stability for the sugarcane area· of Alagoas. The contrast between the mean of a control and the mean of a variety or clone without control replication, as it has been dane in preliminary stages of visual selection showed and errar of 19.65% in relation to the control yield averaged over environments. Replicating the control twice or using two controls anci taking an average for comparison, showed a reduction of errar variance; i.e ., 18.45% and 17.02%, respectively, in relation to the mean yield. In the final stages of selection. involving réplicated trials ovar several environments, the contrast between the mean of a clone and a control showed an errar of 4.8%. This indicates that the recommendation based on the superiority of varieties ovar a control within the range of the errar does not represent satisfactorily a good margin for safety, It is suggested that more accurate recommendations can be dane by choosing varieties producing at least 10% more than the control.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2021-09-19
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2023. Tous droits réservés.