• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-110710
Documento
Autor
Nome completo
Eleni Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1988
Orientador
Título em português
Efeito do tratamento ácido da levedura (Saccharomyces cerevisiae) na fermentação alcoólica
Palavras-chave em português
FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA
LEVEDURAS
TRATAMENTO ÁCIDO
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivo estudar a influência do tratamento ácido da levedura, após o término do ciclo fermentativo, sobre a fermentação posterior, considerando seus efeitos sobre os teores de minerias (P, K, N, Mg, Ca e Zn), carboidratos de reserva (glicogênio e trealose) e produção de glicerol. Foram utilizados nos experimentos a levedura de panificação Fleischman e mosto obtidos de diluição do melaço de cana de açúcar. Os ensaios foram realizados em 2 ciclos fermentativos intercalados pelos tratamentos das leveduras, os quais constaram os valores diferentes de pH, temperatura, concentração de células e tempo de tratamento. Pelos resultados obtidos observou-se que as células lixiviaram quantidades de potássio quanto menor o valor de pH do meio. Não houve consumo substancial das reservas de carboidratos durante o período até 6 horas de tratamento. As porcentagens de glicerol e AR residual dos vinhos foram maiores quando as fermentações foram realizadas utilizando leveduras tratadas à temperaturas e valores de pH mais elevados (40ºC e pH 3,0). Os rendimentos das fermentações mostraram-se correlacionados negativamente com os teores de glicerol e AR dos vinhos. Os teores de P na célula de levedura se correlacionou positivamente com o rendimento da fermentação
Título em inglês
Effect of yeast acidic treatment (Saccharomyces cerevisiae) on ethanolic fermentation
Resumo em inglês
The objective of this dissertation was to study the effect of the yeast acidic treatment, after the ethanol fermentation was completed, on several parameters of the yeast and the fermentation itself. Fermentations were carried out with wort made by dilution of molasses of sugar cane, and two fermentations were performed. In the yeast treatment, different temperatures, pH, yeast concentration and time of treatment were used. Statistic analyses (Tuckey and correlations) showed that lixiviation of K and other ions increased with time of treatment and lower pH. It was not observed significant decrease in the reserve carbohydrates (glycogen and trehalose) up to six hours treatment. How much higher the pH and treatment (up to 40ºC and pH 3,0) higher the glycerol and residual sugar in the beer were found, and also lower the fermentation yield. The P content in the yeast had a positive correlation with ethanol fermentation yield
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GomesEleni.pdf (7.05 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.