• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-114242
Documento
Autor
Nome completo
Elcio Liborio Balota
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1989
Orientador
Título em português
Flutuação sazonal de fungos micorrízicos vesículo-arbusculares no cafeeiro (Coffea arabica L.)
Palavras-chave em português
FLUTUACAO SAZONAL
CAFÉ
FUNGOS MICORRÍZICOS
Resumo em português
Foi feito um estudo de flutuaçãoo sazonal de fungos micorrízicos vesículo-arbusculares (FMVA) no cafeeiro, em um experimento de campo instalado no Centro Experimental do Instituto Agronômico, Campinas. Para tanto, utilizou-se plantas com cinco anos de idade, formadas a partir de mudas não colonizadas e colonizadas com o fungo Gigasporã margarita. Esse experimento havia sido instalado num esquema de parcelas subdivididas, em blocos causalizados, sendo que as amostras foram coletadas de sub-parcelas de tratamentos com 25 ou 100g de superfosfato triplo, com 152g de fostato Alvorada por cova, aplicados no plantio, e do controle sem fósforo, em parcelas inoculadas e não-inoculadas. Preliminarmente foi feita uma amostragem de solo e de raízes a diferentes distâncias do tronco e posição sob a copa do cafeeiro, para determinar a região com maior quantidade de raízes finas, colonização e esporulação de fungo MVA. Nesse estudo não foram observadas diferenças significativas entre médias da quantidade de esporos e da percentagem de colanização micorrízica para diferentes distâncias e profundidades de coleta das amostras. A maior densidade de raízes finas foi observada nas amostras à distância de 0-50 cm do tronco e 0-10 cm de profundidade. Em base a esses resultados as amostras foram retiradas numa distância de 30 cm do tronco, na profundidade de 0-10 cm. Foi coletado um volume constante de 0,10 x 0,10 x 0,10 m. Elas foram retiradas bimestralmente de março de 1987 a fevereiro de 1988. As raízes com diâmetro iguais ou menores de 1 mm foram separadas da amostra e nelas determinados o peso de matéria seca e a percentagem do comprimento de raízes colonizadas. O solo restante foi homogeneizado e uma alíquota foi separada para peneiramento úmido, separando-se os esporos para caracterização das espécies e contagens dos esporos. O menor peso da matéria seca de raízes foi observado no inverno e o maior no verão. A percentagem do comprimento de raízes colonizadas teve pouca variaçio durante o perfodo de amostragem. Foram verificadas seis espicies nativas de fungos MVAs e tambim a espicie introduzida. Gigaspora margarita. De modo geral, todas as espécies apresentaram número crescente de esporos a partir de março/abril, atingindo o máximo em setembro/outubro, logo após o período de menor temperatura e precipitação pluvial. Apesar do baixo número de esporos de Gigaspora margarita, a maioria deles foi verificada nas parcelas inoculadas. A introdução de G. margarita estimulou a esporulação das espécies nativas, com exceção de Acaulospora apendicula.
Título em inglês
Seasonal fluctuations of vesicular-arbuscular mycorrhiza in coffee (Coffea Arabica L.)
Resumo em inglês
A study of the vesicular-arbuscular mycorrhizal (VAM) fungi seasonal fluctuations was made on coffee trees of an experiment, located at the Central Experiment Station of Instituto Agronômico, Campinas, SP, Brazil. Plants with five years from field transplanting, originated from no colonized and Gigaspora margarita colonized seedlings were sampled. This experiment used a randomized block design ln split-plot blocks. Samples were collected from non-inoculated and inoculated plots in sub plot treatments with no phosphorus and with 25 or 100 g of triple superphosphate or with 152 of Alvorada rock phosphate per tree. Before iniciating the seasonal sampling a preliminary study was carried out in trees bordering the experimental area in order to find out the position under canopy with highest root density, colonization and sporulation of VAM fungi. No significative differences were found among means for number of spores or percentage of root length colonized with VAM fungi. Highest fine roots density was observed in samples from 0-50 cm from the stem v at 0-10 cm depth. Based on this preliminary study, samples for the seasonal study were composed of two sub samples, collected bimonthly as a regular soil volume of 10 x 10 x10 cm, located at the distance of 30 cm from the stem, in different positions and sistematically rotated around the stem during March 87 to February 88. Roots with 1 mm diameter, or thiner, were handled separed thy for dry matter and for VAM colonization study. Then the soil was homogenized, and a sample was wet sieved for determination of spores numbers and VAM fungi species identification. Six VAM species besides G. margarita, which had been previously introduded, were identified. In generalp the spore number increased from March/April to September/October, when they reached the maximum, right after the lower temperature and drier period. Despite the general low number of spores of G. margarita recovered p they were higher in samples collected from the inoculated plots. Introduction of G. margarita seems to have stimulated the sporulation by native VAM fungi, with exception of Acaulospora appendicula. Spores of two species of Acaulospora (A. dilatata e A. trappei) were the most abundantly recovered from the experimental area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
BalotaElcioLiborio.pdf (10.29 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.