• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1985.tde-20210918-201106
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Helena Olitta Morato do Amaral
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1985
Orientador
Título em português
Influência da espécie bacteriana e da temperatura da amostra no teste de redutase para leite com azul de metileno e rezasurina
Palavras-chave em português
AZUL DE METILENO
BACTÉRIAS LÁTICAS
LEITE
RESAZURINA
TEMPERATURA
TESTE DE REDUTASE
Resumo em português
A influência da espécie bacteriana e da temperatura da amostra na descoloração dos corantes azul de metileno e rezasurina normalmente empregados no teste de redutase para se avaliar a população bacteriana do leite, ao chegar à plataforma da indústria, foi estudada. Para tal foram elegidas seis culturas de microrganismos que normalmente estão presentes em leite cru, como descritos por vários autores FOSTER et alii (1957), DONNELLY (1968), BABEL (1953), MARTH & FRAZIER (1957), Essas culturas são: Escerichia coli, Staphylococcus aureus, Streptococcus algalactiae, Streptococcus faecalis, Streptococcus lactis, Pseudomonas fluorescens. As temperaturas iniciais das amostras, foram escolhidas baseando-se no uso ou não de resfriamento na propriedade e no tempo decorrido entre ordenha e recebimento do leite na plataforma. Desta forma trabalhou-se com 5°, 10°, 15°, 20°, 25°, 30° e 35°C, como temperaturas iniciais das amostras. O inóculo foi preparado de culturas puras de cada espécie de microrganismos, baseando-se na escala de McFarland, pela leitura espectrofotométrica a 420nm, comparada com o tubo nº 4 da referida escala e que corresponde a uma população de 4,5 x 108 bactérias/ml. Após acertada a população bacteriana inicial, 1 ml das suspensões era inoculado em 8,0 ml de leite esterilizado já ajustado à temperatura desejada em tubos de cultura com tampa de rosca. Nestes eram adicionados 1,0 ml da solução do corante e imediatamente levados à incubação em banho maria a 37° ± 0,2°C. O tempo de redução do corante pelos microrganismos foi avaliado pela diferença do tempo de entrada da amostra no banho-maria, até a descoloração total (forma leuco), para ambos os corantes. A análise estatística dos resultados mostrou que os microrganismos se comportaram diferentemente em relação à temperatura inicial da amostra e ao tempo de descoloração dos corantes, com variações que não permitem apontar o corante mais adequado para o teste de redutase em relação à temperatura da amostra.
Título em inglês
Bacterial specie and sample temperature influence on the reductase test for milk with methylene blue and rezasurine
Resumo em inglês
This work was undertaken to study the influence of bacterial species and the sample temperature on the reduction of methylene blue and rezasurine dyes usually used for the reductase test, to check the milk bacterial population at its arriving at the dairy plant. Six microrganisms species reported by many authors FOSTER et alii (1957), DONNELLY (1968), BABEL (1953), MARTH & FRAZIER (1957) as usually found in raw milk were selected. These cultures were: Escerichia coli, Staphylococcus aureus, Streptococcus algalactiae, Streptococcus faecalis, Streptococcus lactis, Pseudomonas fluorescens. The temperatures of the samples were chose based on the use or not of refrigeration of the milk at the dairy farm and on the time elapsed from milking until the arrive of the milk at the plant. Though, the temperature of the samples were adjusted to 5°, 10°, 15°, 20°, 25°, 30° and 35°C, before, testing. The inoculum was prepared from pure cultures of each specie of microorganism, based on the Mc Farland?s scale, by the spectrofotometric reading of a suspension of microorganisms, at 420 nm, compared to the nº 4 tube of this scale, which represents a population of 4.5 x 108 bacteria /ml. The reductase test was perforrned by inoculating 1.0 ml of the microbial suspension prepared as previously in 8.0 ml of steril milk adjusted to the desired temperature, in screw capped tubes and addiction of 1.0 ml of the dye tested. Then the tubes were immediately put into the water-bath 37° ± 0,2°C. The reduction time was taken as the difference between the time of mixting the dye with the sample and the complete reduction of the dye. The statistical analyses of the results show a different behavior among the microorganism tested, as related to the initial temperature of the sample and the reduction time of the dye, the variations were such, that make it difficult to point out which dye was more adequate for the reductase test in relation to the initial temperature of the sample.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-09-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.