• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1982.tde-20220208-022044
Documento
Autor
Nome completo
Neliane Ferraz de Arruda
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1982
Orientador
Título em português
Efeito do tratamento térmico na duração da lag-fase de Escherichia coli IZ-923 e Staphylococcus aureus IZ-1974
Palavras-chave em português
BACTÉRIAS PATOGÊNICAS
MICROBIOLOGIA DE ALIMENTOS
TRATAMENTO TÉRMICO
Resumo em português
No presente trabalho foi feito um estudo da duração da lag-fase de Escherichia coli IZ-923 e Staphylococcus aureus IZ-1974 apõs serem submetidos aos tratamentos térmicos de 50, 55 e 60°C em leite bovino e em extrato de soja por 20 minutos. Apôs o aquecimento, a taxa de crescimento, o número de gerações e o tempo de geração foram determinados pelo cultivo deE. coli e S. aureus a 32°C no mesmo meio de aquecimento e semeados em nutriente agar com extrato de levedura. As unidades formadoras de colônia após incubação a 32°C por 48 horas foram utilizadas para calcular o tempo de geração, número de gerações e taxa de crescimento em ambos os substratos. Considerando que durante o período de lag-fase os parâmetros acima mencionados permanecem praticamente constantes, os resultados deste estudo mostram que, para a E. coli IZ-923 a extensão da lag-fase em leite bovino esteve entre l 1/2 a 2 horas e entre 3 a 4 horas após o aquecimento de 50°C/20 minutos e 55 a 60°C/20 minutos respectivamente. No extrato de soja, a duração da lag-fase esteve entre 2 a 3 horas para os tratamentos térmicos. Para o S. aureus IZ-1974, não foi evidenciado o período de "lag-fase" após o aquecimento a 50°C/20 minutos em ambos os substratos, demonstrando que esse tratamento térmico não foi suficiente para danificar células vegetativas dessa bactéria. Porem uma "lag-fase" entre 1 1/2 e 2 horas para os tratamentos térmicos de 55 e 60°C/20 minutos, em ambos os substratos foi observada.
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
Heat-treatment effect on the extent of lag-phase of Escherichia coli IZ-923 and Staphylococcus aureus IZ-1974 The present work was undertaken to study the extent of the lag-phase of Escherichia coli IZ-923 and Staphylococcus aureus IZ-1974 after being heated at 50, 55 and 60°C in bovine milk and soybean extract for 20 minutes. After heating, the growth rates, number of gene- rations and generati'on time were determina-ted by culturing E. coli and S. aureus at 32 C in the sarne media of heating and plating on nutrient agar fortified with yeast extract. The colony forming unit after incubation at 32 C were used to calculate the generation time, number of generations and growth rates in both substrate. Considering that during the "lag-phase" period the parameters above mentioned remaing praticaly constant, the results of the study show that for E. coli IZ-923 the lag-phase extent in bovine milk were between 1 and 1 1/2 hour, and 2 and 3 hours after heating at 50 C for 20 minutes, and 55 and 60 C for 20 minutes respectivily. In soybean extract, the lag-phase duration was between 2 and 3 hours for all heating treatments. For S. aureus IZ-1974 no lag-phase period was evident after heating at 50 C for 20 minutes in both substracts showing that this heat treatments was not sufficient to injury S. aureus the vegetative cells. But a lag-phase between 1 and 1 1/2 hours for the heating treatments at 55 and 60 C for 20 minutes in both media was observed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-02-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.