• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1983.tde-20220208-033326
Document
Author
Full name
Suely Martinelli Gusman Ferraz
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 1982
Supervisor
Title in Portuguese
Eficiência da fixação simbiótica de nitrogênio em feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) quando consorciado com milho (Zea mays L.)
Keywords in Portuguese
CONSORCIAÇÃO DE CULTURAS
FEIJÃO
FIXAÇÃO SIMBIÓTICA DE NITROGÊNIO
MILHO
Abstract in Portuguese
Este trabalho teve como objetivo principal identificar as influências que o plantio consorciado poderia ter sobre o processo de fixação biológica do nitrogênio pelo feijoeiro, além de saber qual a contribuição que a inoculação de Rhizobiwn phaseoli teria para o feijão e o milho consorciados. Para alcançar tais objetivos foi conduzido um experimento de campo no Centro Nacional de Pesquisa de Milho e Sorgo. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados com duas repetições, segundo um esquema fatorial 2x2x3+3, ou seja, foram avaliadas duas cultivares de feijão: Carioca e Rio Tibagi, com e sem inoculação em três níveis de nitrogênio: 0, 20 e 40 kg/ha de N; e adicionalmente o milho em monocultivo nos três níveis de nitrogênio. Em experimento adicional foram avaliados também os mesmos tratamentos do sistema consorciado para o feijão em monocultivo. No sistema consorciado as duas culturas foram semeadas na mesma linha de plantio, na densidade de 3,3 e 13,3 plantas/metro de milho e feijão respectivamente. Para a avaliação do crescimento e da fixação do nitrogênio foram coletadas amostras periódicas das plantas de milho e feijão. Em cada amostragem foi determinado o peso seco e o teor de nitrogênio na parte aérea das plantas e, o peso e número de nódulos nas raízes do feijoeiro. Por ocasião da colheita foram anotados ainda stand final, o número de vagens do feijão, o índice de espiga de milho e o teor de proteína nos grãos de milho e as respectivas produções de grão. Não se verificou efeito do nitrogênio mineral na simbiose feijoeiro - R. phaseoli, considerado em termos da produtividade de grãos de feijão. O feijoeiro não apresentou resposta significativa aos níveis de N aplicados, já no milho esta resposta foi linear e, a cada quilo de N mineral adicionado, houve um incremento na produção de grãos de 47 e 49 kg para o cultivo associado com o feijoeiro inoculado e não inoculado, respectivamente. Houve resposta significativa ã inoculação do feijoeiro, incrementando sua produção de grãos nos dois sistemas de cultivo. Ocorreu interação significativa entre a inoculação e a cultivar de feijão, sendo que para a cultivar carioca, quando inoculada, o incremento na produtividade de grãos foi de 72% e25% para o monocultivo e cultivo associado, respectivamente. Este efeito de inoculação não foi significativo para a cultivar Rio Tibagi. Apesar da eficiência da inoculação no feijoeiro, não se verificou efeito do nitrogênio fixado pela leguminosa no desempenho do milho consorciado. Os resultados apresentados e discutidos neste trabalho, estando de acordo com muitos outros autores, mostraram que o cultivo associado milho-feijão e uma prática que contribui para uma maior produção de alimentos por área que os respectivos monocultivos, evidenciando a importância de mais estudos da fixação simbiótica do nitrogênio neste sistema de cultivo para incrementar sua eficiência.
Title in English
not available.
Abstract in English
The principal objectives of this research were to identify the influences of the interplanting of beans and maize on the biological fixation of nitrogen by the beans and to study the effect of inoculation with Rhizobiwn phaseoli both the beans and maize in the system. A 2x2x3+3 factorial experiment with three contros and two replications in a randomized complete block design was conducted at the National Maize and Sorghum Research Center of EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária at Sete Lagoas, Minas Gerais, Brazil in the agricultural year 1981/82. The factorial was: two bean varieties, Carioca andRioTibagi, in intercropping with the maize variety with and without inoculation, and with three levels of nitrogen fertilization, zero, 20 and 40 kg/ha of N, and the maize variety in monoculture with the three levels of N. An additional experiment was conducted to study the sarne treatments in bean monoculture. The intecropping system consisted of a corn plant every 0,30m with 4 bean plants between the maize plants in the sarne now, with a row spacing of 1,0 m. The monoculture of beans was two plants every 0,15 m in nows 0,50 m apart, the monoculture of maize was one plant every 0,30 m in nows 1,0 m apart. Samples of beans and maize were collected periodically to determine both growth rate and nitrogen fixation. At each period top weight and nitrogen content were determined for maize and beans and the weight and number of nodules on the bean roots. At harvest, final stand, number of pods and number of ears per plant, grain weight and protein content of the maize grain were determined. No effect of nitrogen fertilizer was observed on the symbiotic nitrogen fixation for grain production in beans. No significant effect was observed on the bean production for N fertilizer but a linear response was observed for the maize with an additional .production of 47 and 49 kg/ha of maize grain for each kg of N fertilizer applied for the inoculated, and non inoculated treatments respectively. A significant response to inoculation was observed on the bean production in both the intercropping and the monoculture systems. The production of the variety Carioca increased 72% in the monoculture system and 25% in the intercropping with inoculation, whereas no significant effect was observed for the variety Rio Tibagi. No effect of inoculation of the beans was observed for the maize in the intercropping. These resu1ts are similar to other studies indicating the beneficial effect of intercropping maize and beans, as compared to the monoculture system of each crop. Additional studies fo symbiotic N fixation in bean and maize intercropping should be made to improve its efficiency.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2022-02-08
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2022. All rights reserved.