• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2011.tde-02082011-085854
Documento
Autor
Nome completo
Maicon Sbardella
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2011
Orientador
Banca examinadora
Miyada, Valdomiro Shigueru (Presidente)
Cyrino, Jose Eurico Possebon
Lima, Gustavo Julio Mello Monteiro de
Título em português
Óleo de arroz na alimentação de leitões recém-desmamados
Palavras-chave em português
Alimentação animal
Digestibilidade
Histologia
Morfometria
Suínos - Desempenho.
Resumo em português
A inclusão de óleos em dietas de leitões recém-desmamados tem por finalidade aumentar a densidade energética para atender às exigências energéticas dos leitões. Foram realizados dois experimentos para avaliar a inclusão do óleo semirrefinado de arroz como substituto ao óleo refinado de soja em dietas de leitões recém-desmamados. O Experimento 1 teve como objetivo determinar os valores de energia digestível e metabolizável dos óleos de arroz e soja para leitões na fase de creche. Foram utilizados 21 leitões, machos castrados, com peso inicial de 19,63 ± 0,37 kg, em um experimento em blocos completos casualizados, com sete repetições e um animal por unidade experimental (gaiola de metabolismo). Foi utilizado o método de coleta total de fezes e urina, sendo que o óleo substituiu 10% da ração-referência. Os valores de energia digestível, energia metabolizável e energia metabolizável corrigida para balanço de nitrogênio foram, respectivamente, 6.267, 6.158 e 6.213 kcal/kg para o óleo semirrefinado de arroz e 7.581, 7.489 e 7.527 kcal/kg para o óleo refinado de soja. Os valores energéticos do óleo de arroz foram em média 17,5% inferiores aos do óleo de soja, possivelmente, pela menor relação de ácidos graxos insaturados:saturados e pelo maior conteúdo de ácidos graxos livres no óleo semirrefinado de arroz. O Experimento 2 teve como objetivo avaliar os efeitos da substituição do óleo refinado de soja (OS) pelo óleo semirrefinado de arroz (OA) em dietas para leitões recém-desmamados sobre o desempenho, a histologia intestinal, a morfometria de órgãos e a ocorrência de diarreia. Foram utilizados 120 leitões desmamados, machos castrados e fêmeas, com peso inicial de 6,74 ± 0,42 kg, em um experimento em blocos completos casualizados, com oito repetições e três animais por unidade experimental (baia). Foram avaliados cinco níveis de substituição OS:OA na dieta: 4:0 dieta basal com 4% de OS; 3:1 dieta basal com 3% de OS e 1% de OA; 2:2 dieta basal com 2% de OS e 2% de OA; 1:3 dieta basal com 1% de OS e 3% de OA; e 0:4 dieta basal com 4% de OA. As dietas isonutritivas foram formuladas considerando os valores de energia metabolizável corrigida para balanço de nitrogênio determinados no Experimento 1. Não houve efeito dos níveis de substituição sobre o desempenho, a morfometria de órgãos e a ocorrência de diarreia. Houve efeito quadrático sobre a largura de vilosidade e efeito cúbico sobre a relação altura de vilosidade:profundidade de cripta no duodeno. Portanto, considerando os valores de energia dos óleos na formulação de dietas isonutritivas para leitões em fase de creche, o óleo semirrefinado de arroz pode substituir totalmente o óleo refinado de soja (4%) sem afetar o desempenho zootécnico, a morfometria de órgãos dos animais, nem a ocorrência de diarreia.
Título em inglês
Rice oil in weanling pig diet
Palavras-chave em inglês
Diarrhea
Digestibility
Intestinal histology
Organs morphometry
Performance
Swine.
Resumo em inglês
The purpose of the inclusion of oils in weanling pig diets is to increase diet energy density to meet energy requirement of pigs. Two experiments were conducted to evaluate the effects of the inclusion of semi-refined rice oil replacing refined soybean oil in diets of weanling pigs. Experiment 1 was carried out to determine digestible and metabolizable energy values of rice and soybean oils for weanling pigs. Twenty one borrows averaging 19.63 ± 0.37 kg BW were used in a randomized complete block design experiment, with seven replications and one pig per experimental unit (metabolism cage). Total collection method of feces and urine was used, and the oil replaced 10% of reference diet. Values of digestible energy, metabolizable energy and N-corrected metabolizable energy were, respectively, 6,267, 6,158 and 6,213 kcal/kg for semi-refined rice oil and 7,581, 7,489 and 7,527 kcal/kg for refined soybean oil. Energy values of rice oil were around 17.5% lower than values of soybean oil, possibly, due to the smaller unsaturated:saturated fatty acids ratio and due to the higher free fatty acids content in the semi-refined rice oil. Experiment 2 was conducted to evaluate the effects of the replacement of refined soybean oil (SO) by semi-refined rice oil (RO) in weanling pig diet on performance, intestinal histology, organs morphometry and the occurrence of diarrhea. One hundred and twenty weaned pigs, borrows and females, averaging 6.74 ± 0.42 kg BW, were used in a randomized complete block design experiment, with eight replications per treatment and three animals per experimental unit (pen). Five dietary levels of SO:RO replacement were studied: 4:0 basal diet with 4% of SO; 3:1 basal diet with 3% of SO and 1% of RO; 2:2 basal diet with 2% of SO and 2% of RO; 1:3 basal diet with 1% of SO and 3% of RO; and 0:4 basal diet with 4% of RO. Isonutritive diets were formulated considering N-corrected metabolizable energy values determined in Experiment 1. No effects of substitution levels were observed on performance, organs morphometry and occurrence of diarrhea. However, a quadratic effect on villus width and a cubic effect on villus height:crypt depth ratio were observed in the duodenum. Therefore, considering the energy values of oils in the formulation of isonutritive weanling pig diets, semi-refined rice oil can replace the refined soybean oil (4%) without affecting growth performance, organs morphometry of animals, or the occurrence of diarrhea.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Maicon_Sbardella.pdf (2.27 Mbytes)
Data de Publicação
2011-08-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.