• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Caio Macret Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2019
Orientador
Banca examinadora
Silva, Sila Carneiro da (Presidente)
Pedreira, Carlos Guilherme Silveira
Pereira, Lilian Elgalise Techio
Sbrissia, André Fischer
Título em português
Oportunidade para flexibilização das metas pré-pastejo do manejo rotativo do capim-marandu
Palavras-chave em português
Capim-marandu
Estrutura do dossel
Manejo do pastejo
Pastejo rotativo
Resumo em português
O manejo do pastejo e a plasticidade fenotípica das plantas forrageiras determinam a estrutura do dossel que, associados a fatores edafoclimáticos, definem o padrão de acúmulo de forragem da pastagem. Estudos observaram que o critério de 95% de interceptação luminosa (IL) durante a rebrotação para interrupção do crescimento do dossel forrageiro e entrada dos animais no pasto propicia o maior acúmulo líquido de folhas e reduzido acúmulo de colmo e de material morto. Segundo o mecanismo de compensação tamanho/densidade populacional de perfilhos, o dossel forrageiro pode atingir o índice de área foliar crítico (IAF crítico) e interceptar 95% da luz incidente sob diferentes alturas de manejo e tamanho de perfilho, o que poderia gerar flexibilidade para as metas de entrada nos pastos. O objetivo deste estudo foi avaliar as características estruturais, a compensação tamanho/densidade de perfilhos e o acúmulo de forragem em pastos de Urochloa brizantha cv. Marandu manejados com alturas pré-pastejo inferiores ou igual a 25 cm, esta última associada aos 95% de IL em trabalhos anteriores, para verificar a possibilidade de flexibilização do manejo dessa planta forrageira. O experimento foi conduzido no Departamento de Zootecnia da USP/ESALQ entre maio de 2017 e abril de 2018. Esse período foi dividido em fase de adaptação, verão e outono. Os tratamentos foram determinados por alturas pré-pastejo de 25, 22, 19 e 16 cm com severidade de pastejo moderada, caracterizada por uma altura pós-pastejo equivalente a 50% daquela de entrada (12,5; 11,0; 9,5 e 8,0 cm; respectivamente). O delineamento experimental foi de blocos completos casualizados, com quatro repetições, totalizando 16 unidades experimentais (piquetes de 1.200 m2). Foram avaliadas as variáveis-reposta intervalo de pastejo; massa de forragem pré e pós-pastejo; composição morfológica pré e pós-pastejo; índice de área foliar pré e pós-pastejo; densidade populacional de perfilhos; peso seco por perfilho; área foliar por perfilho; volume por perfilho; peso específico por perfilho; relação área foliar:volume do perfilho; interceptação luminosa em pré e pós-pastejo; ângulo médio da folhagem em pré e pós-pastejo; taxa de acúmulo de forragem; taxa de acúmulo de folhas, de colmos e de material morto. O capim-marandu demonstrou alta plasticidade fenotípica associada à compensação tamanho/densidade populacional de perfilhos plena entre as alturas pré/pós-pastejo de 19/9,5 cm e 25/12,5 cm. Não houve variações em IAF e em taxa de acúmulo de forragem, de folhas, de colmo e de material morto entre os tratamentos. Os perfilhos apresentaram padrão de crescimento isométrico, não havendo variações na relação área foliar:volume do perfilho e densidade aparente. Dessa forma, é possível flexibilizar as metas pré-pastejo do capim-marandu em sistemas rotativos com alturas de entrada variando de 19 a 25 cm desde que a severidade de desfolhação seja moderada (redução de 50% da altura pré-pastejo).
Título em inglês
Opportunity for flexibilization of the pre-grazing targets of rotationally managed marandu palisade grass
Palavras-chave em inglês
Grazing management
Palisadegrass
Rotational grazing
Sward structure
Resumo em inglês
Grazing management and phenotypic plasticity of perennial forage grasses determine sward structure, which defines the pattern of herbage accumulation depending on edaphoclimatic conditions. Different studies have indicated that the 95% canopy light interception (LI) criteria for interrupting regrowth allows for maximum leaf dry matter accumulation and reduces stem and dead material accumulation. According to the tiller size/density compensation mechanism it is possible that the sward reaches the critical leaf area index (critical LAI) and intercepts 95% of the incident light at different grazing heights and tiller sizes, a condition that could generate flexibility for the pre- grazing targets of rotational grazing. The objective of this study was to evaluate structural characteristics, tiller size/density compensation and herbage accumulation in Urochloa brizantha cv. Marandu (Palisade grass) managed with pre-grazing heights lower than or equal to 25 cm, the last associated with the 95% LI in previous experiments, to verify the possibility of generating flexibility in grazing management. The experiment was carried out at "Luiz de Queiroz" College of Agriculture, Piracicaba - SP, from May/2017 to April/2018. The period was divided into adaptation phase, summer and autumn. Treatments corresponded to four pre-grazing heights (25, 22, 19 and 16 cm) associated to moderate defoliation characterized by a post-grazing height equivalent to 50% of the pre-grazing height (12,5; 11,0; 9,5 e 8,0 cm; respectively). The experimental design was a complete randomized block with four replications (1.200 m2 paddocks). The response variables evaluated were: grazing interval; pre and post-grazing herbage mass; morphological composition; pre and post-grazing leaf area index; tiller population density; tiller dry mass; tiller leaf area; tiller volume; tiller density; tiller leaf area:volume ratio; pre and post-grazing light interception; pre and post-grazing mean foliage angle; rates of total dry matter, leaf, stem and dead material accumulation. Palisade grass showed high phenotypic plasticity associated with full tiller size/density compensation within the 19/9,5 cm and 25/12,5 cm treatments. There was no difference in LAI and rate of total dry matter, leaf, stem and dead material accumulation. Tillers showed an isometric pattern of growth with no differences in tiller leaf area:volume ratio and aparent density. Thus, it is possible to flexibilize the pre-grazing height targets of palisade grass with pre- grazing heights varying from 19 to 25 cm, provided that the defoliation severity is moderate (post-grazing height equivalent to 50% of the pre-grazing height).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Caio_Macret_Gomes.pdf (1.09 Mbytes)
Data de Publicação
2019-09-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.