• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
10.11606/T.11.2014.tde-08072014-083025
Document
Author
Full name
Debora de Carvalho Basto
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 2014
Supervisor
Committee
Pedreira, Carlos Guilherme Silveira (President)
Braga, Gustavo José
Franca, Aldi Fernandes de Souza
Gomide, Carlos Augusto de Miranda
Santos, Patricia Menezes
Title in Portuguese
Impacto da inversão da intensidade de desfolhação sobre o perfilhamento e adaptação estrutural em pastos de Brachiaria spp.
Keywords in Portuguese
Brachiaria
Perfilhamento
Produção de forragem
Abstract in Portuguese
Apesar de pertencerem ao mesmo gênero, espécies de Brachiaria spp apresentam características estruturais variadas, o que resulta em respostas adaptativas às condições de ambiente e ao manejo da desfolhação também variáveis. Alterações em intensidade de desfolhação podem interferir na participação relativa dos componentes morfológicos na forragem acumulada. O objetivo deste estudo foi descrever características estruturais e morfológicas da forragem no estrato colhível, de dois genótipos de Brachiaria spp. (Brachiaria decumbens Stapf cv. Basilisk e Brachiaria brizantha (Hochts. ex A. Rich.) Stapf cv. Xaraés) submetidos à súbita mudança na intensidade de desfolhação. O experimento foi realizado na Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", campus da USP, localizado em Piracicaba - SP, no período de novembro de 2010 a junho de 2012. O delineamento utilizado foi de blocos completos casualizados com parcelas subdivididas em quatro unidades experimentais, formadas por dois genótipos alocados nas parcelas e quatro manejos contrastantes dispostos nas subparcelas, com 4 repetições totalizando 32 unidades experimentais. Os manejos consistiram numa condição de altura média que foi caracterizada para cada um dos manejos, alto (A) e baixo (B), em cada um dos capins, Basilisk e Xaraés. A "inversão" das alturas foi realizada no mês de fevereiro e as avaliações seguiram em momentos específicos posteriores. Foi assumido que a altura média poderia ser representada por regimes de desfolhação intermitente que consistissem de alturas pré e pós-corte, específicas para cada genótipo. Foram avaliadas características como acúmulo médio de forragem, composição morfológica, o índice de área foliar (IAF), densidade populacional de perfilhos, taxa de aparecimento e mortalidade de perfilhos e massa de perfilhos individuais. O acúmulo médio de forragem e o IAF sofreram efeito da interação cultivar × momento × manejo. Os dosséis mantidos sempre baixos (B) foram mais produtivos que aqueles mantidos altos (A). Na época (fevereiro) em que foi efetuada a inversão das alturas o capim-braquiária apresentou alta proporção de perfilhos reprodutivos. Após a "inversão" houve redução no acúmulo de forragem sob o manejo AB na B. decumbens, enquanto para o capim Xaraés não houve efeito desse manejo na produção de forragem acumulada por corte. O IAF do cultivar Xaraés foi superior ao Basilisk, assim como, a percentagem de folhas. O cultivar Xaraés, quando submetido às condições adotadas neste experimento, se mostrou mais flexível às mudanças na intensidade de desfolhação. A maior intensidade de desfolhação não afetou a produção total anual de forragem em nenhum dos cultivares. No tratamento com manejo B (baixo) houve a maior renovação de perfilhos na comunidade de plantas devido a maiores taxas de mortalidade e maior aparecimento de perfilhos novos. Sob maior intensidade de desfolhação, o capim Basilisk, apresentou maior mortalidade de perfilhos que foi compensada pela maior taxa de aparecimento. Essa alta renovação contribuiu para a persistência. A redução na altura média de desfolhação interferiu, de forma expressiva, no perfilhamento e resultou em alta mortalidade de perfilhos, o que foi mais ou menos drástico dependendo do estado fenológico da planta.
Title in English
Impact of a sudden shift in sward height on tillering and structural adaptation of Brachiaria spp.
Keywords in English
Brachiaria
Forage yield
Tillering
Abstract in English
Despite belonging to the same genus, Brachiaria spp grasses are highly variable in their structural characteristics, and this results in corresponding differences in their reponses to environmental factors and defoliation management. Changes in defoliation intensity can impact plant-part composition in the accumulated forage. The objective of this research was to describe agronomic and morphological traits of two Brachiaria spp. genotypes, signalgrass (Brachiaria decumbens Stapf cv. Basilisk) and palisadegrass (Brachiaria brizantha (Hochts. ex A. Rich.) Stapf cv. Xaraés) subjected to sudden shifts in defoliation intensity. The experiment was carried out at Escola Superior de Agricultura " Luiz de Queiroz " / USP , in Piracicaba - SP, from November 2010 to June 2012. The experimental design was a randomized complete block in split plot arrangement with four replications. Genotypes were allocated to plots and four contrasting clipping managements were allocated to subplots, totaling 32 experimental units. Managements were mean sward heights calculated by averaging target pre-harvest and stubble heights in a clipping schedule. Mean heights were assigned a "high" (H) and "low" (L) value, specific for each genotype. Responses such as mean dry matter accumulation rate, plant-part composition and leaf area index (LAI), tiller population density, tiller appearance rate, tiller mortality and weight of individual tillers were measured. Forage dry matter accumulation rate and LAI were affected by a cultivar × time × management interaction. Swards kept low (L) were more productive than those kept high (H). At the time when mean heights were shifted (February), signalgrass showed high proportion of reproductive tillers. After the shift in sward height, there was a reduction in herbage accumulation under the H-L management for signalgrass, whereas for palisadegrass there was no effect of management on forage accumulation. The LAI of palisadegrass was higher that of signalgrass and so was leaf proportion. Xaraés palisadegrass, when subjected to the defoliation management used in this experiment, was more flexible and adapted better to changes in defoliation intensity. The higher defoliation intensity did not affect total forage production per year in both grasses. Low (L) swards had greater tiller turnover due to both high mortality and tillering rates. Under higher defoliation intensities signalgrass showed higher tiller mortality which was offset by the higher rate of tillering, contributing to the grass persistence. The reduction in the average stubble height affected tillering of both grasses and resulted in high mortality of tillers, which was more or less severe depending on phenological stage.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2014-08-21
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.